Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Base da Ryanair no Porto apresentada a 3 de Setembro



A companhia aérea Ryanair apresenta oficialmente a sua primeira Base de Operações, em Portugal, no Aeroporto do Porto no próximo dia 3 de Setembro, numa cerimónia que terá lugar nesta estrutura aeroportuária.
Para comprovar a importância da presença da companhia irlandesa no aeroporto nada melhor do que analisar os números. Desde 2005, altura em que começou a operar no Porto, o número de passageiros e voos têm subido exponencialmente. De uma base inicial de 1484 voos e 234200 passageiros, há quatro anos, a Ryanair transportou no ano passado 7116 voos e 1063276 passageiros de/e para o Aeroporto Sá Carneiro. Nos primeiros seis meses do corrente ano, já 618271 passageiros tinham voado com a Ryanair a partir do Porto, mostrando que a crise económica global torna mais populares as tarifas baixas.

Trata-se da primeira companhia aérea estrangeira a basear parte da sua operação em território nacional, o que se reveste de uma importância fulcral para o Aeroporto do Porto, para a ANA Aeroportos de Portugal e para todos os sectores económicos que gravitam à volta desta infra-estrutura, como a restauração, hotelaria e comércio. É um investimento com que a companhia de baixo custo conta aumentar o tráfego para 1, 5 milhões de passageiros, criando mil e 500 empregos de forma directa e indirecta.

Mais recentemente, a companhia lançou dez novas rotas a partir da cidade invicta: Las Palmas, Tenerife Sul, Dusseldorf, Baden, Faro, (a operar a partir de Outubro) Basileia, Eindhoven, Tours, St. Etienne e Lille (a partir de Setembro). Assim, no total, são 22 os destinos disponíveis, sendo Londres, Madrid, Paris, Milão e Frankfurt os mais procurados.
A Ryanair é actualmente o segundo maior operador do Aeroporto do Porto e o acordo para a instalação da base, celebrado em Julho, é o reconhecimento das excelentes condições operacionais e qualidade de serviços prestados naquele aeroporto.

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, que se tem destacado nos últimos anos por uma evolução do tráfego muito acima da média do sector, reforçará, com esta base, o seu crescimento sustentado. Com o aumento da oferta agora anunciado, o aeroporto passará a contar com 52 ligações directas, evidenciando, ainda mais, o seu posicionamento de grande aeroporto do noroeste peninsular. Por outro lado, aumentará o seu grau de atractividade na área de influência que serve e que inclui os habitantes da região da Galiza.