Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de junho de 2010

bbgourmet Maiorca e Bull & Bear criam serviço de entregas ao domicílio: refeições gourmet com toda a comodidade!





Agora já pode degustar refeições gourmet comodamente em sua casa, com o serviço de entregas do bbgourmet Maiorca e bbgourmet Bull&Bear. Pensando em satisfazer os consumidores exigentes e amantes do conceito gourmet, o bbgourmet vai diversificando a sua oferta, agora com um serviço de entregas ao domicílio.
Os ditames da vida moderna não deixam muito tempo para as coisas boas da vida e a boa alimentação é não raras vezes prejudicada. Por isso, este serviço do bbgourmet é uma oportunidade para melhorar a qualidade da sua alimentação, uma vez que é possível fazer encomendas não só para um almoço ou jantar de última hora, como também para toda a semana e para todas as refeições do dia, incluindo pequenos-almoços e lanches, aliviando a carregada agenda diária, onde muitas vezes consta mais um problema: o que vamos comer hoje?
Neste serviço de entregas ao domicílio, noventa por cento dos itens constantes da ementa fixa do bbgourmet Maiorca e do bbgourmet Bull&Bear estão disponíveis para encomenda. Este serviço é fruto de uma parceria do bbgourmet com a empresa “Comer em Casa”. As entregas são feitas para pedidos efectuados na região do Grande Porto, desde que o valor mínimo da encomenda atinja 10 euros, ao qual acresce 2,5 euros pela deslocação. O serviço poderá ser pago com o cartão de crédito, multibanco ou a dinheiro e as encomendas podem ser feitas através do número 707.100.170 ou na morada electrónica www.comeremcasa.com.
Através deste serviço poderá adquirir as refeições de longa duração, com uma gama de pratos muito variados, idealizados para igualmente servir as necessidades de um público exigente. Podem ser adquiridas antecipadamente e armazenadas durante vários dias no frigorífico, a pensar, por exemplo, num evento que pretende realizar em sua casa e para o qual quer apresentar algo de diferente e com a qualidade da cozinha bbgourmet.
Com presença em dois dos melhores locais da cidade, o bbgourmet Maiorca, situado na Rua António Cardoso, na zona do Campo Alegre, Porto e o bbgourmet Bull&Bear, situado na Avenida da Boavista, 3.431, na zona da Fonte da Moura, Porto, o bbgourmet é o local ideal para conviver à volta dos petiscos, ou de uma degustação, oferecendo gastronomia portuguesa.

O bbgourmet Bull&Bear foi considerado pela revista Exame como um dos doze melhores restaurantes de Portugal, foi Garfo de Ouro nos guias publicados pelo jornal Expresso e foi ainda seleccionado como um dos 25 melhores restaurantes da Europa pelo Financial Times.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Vinhos das «Caves Transmontanas» recebem prata e bronze da revista «Decanter»



Dois vinhos das «Caves Transmontanas», em Alijó, no Douro, foram distinguidos pela prestigiada revista britânica da especialidade Decanter, no concurso internacional de vinhos Decanter World Wine Awards, continuando esta publicação a premiar a excelência dos vinhos deste produtor duriense.

O grande destaque, galardoado com uma Medalha de Prata, vai para o «Vértice Grande Reserva Tinto 2007». Trata-se de um néctar que se faz das castas Touriga Nacional, Tinta Franca e Tinta Roriz, cheio de juventude e intensidade, com aromas a fruto de ameixa e amora, excelentes taninos na boca, maduros e finos e bastante equilibrado entre o poder e a elegância. Tem um fim de boca longo e charmoso, acompanhando na perfeição pratos de caça e toda a cozinha tradicional portuguesa.
Uma excelente classificação foi, ainda, atribuída ao «Vértice Grande Reserva Branco 2008», brindado com uma Medalha de Bronze. Gouveio e Viosinho vindos da sub-região do Cimo Corgo são as castas que dão forma a este vinho. As notas de prova apontam para um leve toque a madeira, fruta madura, tropical, uma boca muito complexa e multidimensional que lhe confere grande complexidade.

Outros três vinhos do produtor duriense «Quanta Terra» figuraram na categoria Commended (elogiado): o «Terra a Terra Reserva Branco 2009», feito das castas Gouveio e Viosinho; o «Quanta Terra Grande Reserva 2007», feito das castas Touriga Nacional, Tinta Barroca, Touriga Franca e Sousão e ainda o «Quanta Terra Grande Reserva Branco 2008», composto pelas castas Rabigato, Gouveio e Viosinho.
A história do produtor «Caves Transmontanas» remonta ao início dos anos 80, num ambicioso projecto de produção de espumantes de qualidade superior. A aliança da Schramsberg Vineyards & Cellars da Napa Valley com as Caves Riba Tua e Pinhão no Alto Douro originaram a fundação das «Caves Transmontanas», que começou a sua actividade comercializando espumantes com a chancela de qualidade de uma das mais antigas regiões demarcadas do mundo, mais propriamente o Cimo Corgo.

Os primeiros vinhos chegaram ao mercado na década de 90 e no início da década seguinte era já uma das marcas de maior notoriedade no segmento Premium de espumantes portugueses. Atingidos os objectivos iniciais com os espumantes Vértice, rapidamente se passou para a produção de vinhos DOC/Douro, com o mesmo sucesso. A produção traduz-se num cuidado personalizado e com altos padrões de qualidade, atenta ao detalhe em detrimento da produção de massa, factores que ditam que muitas colheitas sejam rejeitadas por não atingirem os patamares de excelência que a empresa impõe ao mercado e a si própria.

Em 1999 foi constituída a «Quanta Terra», por Celso Pereira e Jorge Alves, dois reputados enólogos do Douro, depois de terem iniciado uma rigorosa prospecção em dez propriedades do Cimo Corgo e Douro Superior, para averiguar da possibilidade de produzir vinhos tintos DOC/Douro. Haveria de ser seleccionada a Quinta do Tralhão, no Douro Superior.
Os vinhos das empresas «Caves Transmontanas» e «Quanta Terra» têm em comum uma empresa que distribui vinhos: a «CVQ», que distribui os vinhos tranquilos (brancos e tintos) das «Caves Transmontanas», assim como os vinhos tintos e brancos «Quanta Terra» e os vinhos verdes «Compostela».

terça-feira, 8 de junho de 2010

Quinta do Portal junta ao seu portfólio vinho verde de qualidade superior



A Quinta do Portal acaba de acrescentar ao seu portfólio, sob a capa da marca Trevo, um vinho verde de grande qualidade, produzido em associação com um produtor de referência da região demarcada de vinhos verdes.
O Trevo Branco e o Trevo Rosé direccionam-se, sobretudo, para o mercado de exportação e são uma aposta da quinta duriense no mercado dos vinhos verdes, que têm vindo a ganhar cada vez mais notoriedade, acompanhando uma tendência do consumidor para requerer vinhos com um teor alcoólico mais baixo.
Numa altura em que o Verão está à porta e pede um néctar mais fresco, o Trevo Branco é o vinho ideal para acompanhar uma refeição de peixe, mariscos ou carnes brancas. De paladar jovem, fresco e elegante, com acidez perfeita, o Trevo Branco provém de castas tradicionalmente utilizadas para a Região Demarcada dos Vinhos Verdes, em particular da Sub-região do Sousa, como a Loureiro, Trajadura ou Arinto. Com um baixo teor alcoólico (11% de volume) e cor citrina, é um vinho que deve ser servido a uma temperatura de 8 a 10ºC.
O Trevo Rosé é obtido exclusivamente a partir da casta Espadeiro e trata-se de um vinho seco produzido apenas em anos de grande qualidade. É um vinho delicado e persistente de cor rosada com aromas de fruta muito próprios de cada casta. Na boca sente-se toda a fruta do nariz e a sua frescura natural faz ressaltar o seu carácter frutado. Por ser jovem e delicado deve ser servido fresco, acompanhando carnes jovens ou aves.
Os vinhos Trevo marcam, também, outra inovação na Quinta do Portal. É a primeira vez que as garrafas usam o vedante screw-cap, que elimina ou diminui a ameaça de contaminação da tradicional rolha, permitindo que o vinho amadureça e desenvolva o seu carácter. Todavia, no mercado nacional será usada a tradicional cortiça, por força do hábito enraizado no consumidor português.
Sediada em Celeirós do Douro, Sabrosa, a Quinta do Portal dedica-se ao conceito boutique winery, e, até há pouco tempo, especialmente à produção de vinhos DOC Douro, vinhos do Porto de categorias especiais e moscatéis. Mais recentemente começou a produzir azeite e conta, ainda, no seu projecto com uma vertente enoturística assente em duas unidades de turismo que têm merecido vários prémios. Os galardões conquistados nacional e internacionalmente pelos seus vinhos têm conferido a esta empresa uma marca de qualidade e distinção

segunda-feira, 7 de junho de 2010

III Edição do Oportoshow



O gabinete de inovação e design, Design Factory, da RAR Imobiliária, volta a marcar presença no Oporto Show deste ano com um stand altamente inovador. As tendências de arquitectura de interiores para a próxima década estarão em foco naquele espaço, assim como serão apresentados alguns dos trabalhos de reabilitação e requalificação da autoria daquele gabinete.

Sabe como vai ser a sua casa em 2020?
No espaço Design Factory vai poder vê-la!

A RAR Imobiliária patrocina novamente o Oporto Show, evento que se realiza entre os dias 17 e 20 de Junho, no edifício da Alfândega do Porto, e que apresenta o que de melhor se faz nacional e internacionalmente nas áreas do design e da inovação.
Através do gabinete Design Factory, a RAR Imobiliária marcará presença com um stand localizado no mesmo espaço da edição anterior e cuja apresentação será marcada pelo vanguardismo.
De acordo com José António Teixeira, presidente do Conselho de Administração da RAR Imobiliária, “o Design Factory pretende levar até aos visitantes deste Oporto Show as tendências de lifestyle para a próxima década e a sua interligação com o habitar, bem como mostrar trabalhos já realizados, quer para os clientes da RAR Imobiliária, quer para as empresas do Grupo RAR. Uma parte do portfólio de trabalhos realizados por este gabinete estará, também, em projecção .
O Design Factory» é um dos pilares estratégicos da RAR Imobiliária, um gabinete de criatividade e pesquisa, diferenciador no mercado. Mantendo como preocupação central a diferenciação e inovação do produto, pelo design e pela sustentabilidade, a RAR Imobiliária fez esta aposta para dar apoio aos seus clientes na personalização do imóvel que adquirem, passando estes a usufruir de um serviço ainda mais abrangente e que é, simultaneamente, capaz de propor soluções, quer ao nível do design de interiores, quer ao nível de novos conceitos e tendências no habitar.
Criado inicialmente com o intuito de prestar um serviço mais abrangente aos clientes da RAR Imobiliária e ao Grupo RAR, o Design Factory e face ao sucesso alcançado, começa agora a prestar serviços para outras empresas fora do grupo a que pertence, estando já a desenvolver projectos de arquitectura de interiores em sectores como a hotelaria, restauração ou escritórios.

Sobre a RAR Imobiliária, SA.
A RAR Imobiliária, empresa do Grupo RAR, dedica-se à promoção imobiliária de empreendimentos residenciais. Dirigindo a oferta para o segmento alto do mercado nacional, alia a sua capacidade de inovação ao compromisso com a sustentabilidade, sendo pioneira na certificação dos seus projectos nesta vertente.
Sobre o Grupo RAR
O Grupo RAR, um dos principais grupos económicos portugueses, integra um portfólio de negócios diversificado, que inclui as áreas de embalagem e contract manufacturing, alimentar, imobiliária, serviços e turismo. Com vendas consolidadas de 803 milhões de euros e cerca de 4900 colaboradores, está presente em Portugal, Alemanha, Espanha, Polónia e Reino Unido.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Adico: uma referência do mobiliário metálico português (90 anos sempre a rejuvenescer!)





A comemorar este ano 90 anos de existência, a ADICO, empresa de referencia no mercado nacional de mobiliário clínico e de hotelaria, vai participar, e pelo terceiro ano consecutivo, no «OportoShow», evento que se realizará na Alfândega do Porto, entre os dias 17 e 20 de Junho.
Para assinalar a data do seu aniversário, a ADICO, fundada em 1920 pelo comendador Adelino Dias Costa, irá “contar” a sua história desde os seus primórdios e até à actualidade.
Ao longo dos quatro dias de exposição, o stand da ADICO será, sem dúvida, um dos espaços a visitar e que fará, sem dúvida, as delícias de várias gerações. Imagens antigas e actuais, bem como peças de produtos hospitalares e de hotelaria, alguns dos quais datam dos anos 20 e 30, estarão em exposição, naquele que é já considerado o maior evento de design que se realiza em Portugal.
Paralelamente, os visitantes terão também oportunidade de perceber, in loco, como actualmente são estudados e desenvolvidos, com recurso às novas tecnologias de informação, os produtos/peças que posteriormente chegam ao mercado. Assim, no espaço da ADICO, estará em permanência uma work station, onde um dos designers da empresa irá efectuar várias demonstrações.


ADICO mantém a aposta do
“design falado em português”

De acordo com Miguel Costa Rodrigues, CEO da empresa, “a ADICO vem apostando numa equipa de investigação e desenvolvimento suportada pelas mais recentes tecnologias de informação, com métodos estruturados para o desenvolvimento do produto, funcionando este como uma forte alavanca do desenvolvimento da empresa”.
A ADICO, que já há 5 anos faz parte do pequeno grupo de PME em Portugal às quais foi atribuída a distinção “PME Líder”, é uma empresa de capitais totalmente portugueses, que ao longo dos anos tem desenvolvido um enorme esforço para ultrapassar as barreiras da internacionalização.
Hoje um dos enfoques da ADICO é o design “falado em português”, uma área em que está especialmente sensível e para a qual tem contribuído e estimulado a sua dinamização, abrindo as suas portas aos criadores portugueses que, de facto, apostam numa carreira.