Número total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

«Casa Agrícola de Compostela» lança três novos vinhos verdes para os dias quentes de Verão




O produtor minhoto «Casa Agrícola de Compostela», que tem na produção de vinhos verdes de qualidade a sua orientação estratégica, coloca no mercado três novos néctares que aumentam assim o seu portfólio de vinhos. São eles, o «Casa de Compostela Trajadura», o «Casa de Compostela Alvarinho» e «Casa de Compostela Escolha», que cumprem todos os requisitos exigidos aos vinhos verdes de qualidade superior, apresentando-se secos e frutados, óptimos para degustar em dias quentes de Verão, uma altura em que a apetência dos consumidores por este tipo de vinhos tem vindo a ganhar terreno.
«Casa de Compostela Alvarinho»
Casta de alta qualidade e baixa produção, Alvarinho é a imagem mais nobre da Região Demarcada dos Vinhos Verdes. Sendo a sub-região de Monção/Melgaço a que mais vinhos Alvarinho produz, têm surgido produções de excelência fora dessa sub-região, como é o caso deste «Casa de Compostela Alvarinho». Vinho de aroma fino, leve, fresco, com notas florais e de fruta madura e revestida de apontamentos cítricos, que definem a casta Alvarinho. Cheio na boca, com acidez ligeira, tem um final de boca prolongado e persistente, com boa capacidade de envelhecimento. Acompanha na perfeição mariscos, peixes e carnes grelhadas e chega até aos consumidores com preço de venda recomendado de 5.10 euros

«Casa de Compostela Escolha»
Resulta de um blend das castas Arinto e Sauvignon Blanc. Vinho de cor pálida e textura requintada, fresca e viva. De acordo com Horácio Figueiredo, enólogo da «Casa Agrícola de Compostela», “trata-se de um branco divinal, com um arco-íris de perfumes e sabores redondos, em que a fruta madura e os espargos verdes se ligam de forma harmoniosa aos frutos tropicais de manga e maracujá”. Proporciona um casamento perfeito com manjares de eleição, como crustáceos, peixes e carnes nobres. O P.V.P. aproximado deste néctar é de 6.20 euros.

«Casa de Compostela Trajadura»
Tal qual acontece com os vinhos provenientes desta casta branca de qualidade, o «Casa de Compostela Trajadura» apresenta um perfil aromático delicado e com acentuados apontamentos a frutos tropicais. Suave na boca por força da sua baixa acidez, mostra uma frescura elegante e um final persistente. Este vinho proporciona um excelente acompanhamento com o marisco, peixes magros e carnes de aves. Tem um preço de venda recomendado de 2.60 euros.

A empresa
A empresa «Casa Agrícola de Compostela» nasceu na década de 60, do século passado, no seio da região dos vinhos verdes de Portugal. Com sede em Famalicão, a empresa conheceu um upgrade em 2007, com a reconversão apenas de algumas parcelas de vinha no sentido da adopção exclusiva das castas que constituem a base de dois dos novos vinhos- Casa de Compostela-Alvarinho e Casa de Compostela.
Com uma capacidade de produção na casa dos 200 mil litros, o projecto da «Casa Agrícola de Compostela» produz os vinhos Casa de Compostela, Vinha do Alto, Espigueiro e Quinta de Crespos.

A Produção
A produção anual de vinho verde na «Casa Agrícola de Compostela» ronda as 600 pipas (300 mil litros) e os sistemas de plantação mais tradicionais foram ao longo dos tempos substituídos por métodos mais modernos, que facilitam a produção mas mantêm intacta a qualidade da produção. O comportamento das diferentes variedades de uvas é tido como fundamental, pelo que é monitorizado e analisado ao longo do ano. Em meados de Setembro, depois de determinada a maturação de cada casta, são feitas as vindimas. O transporte entre as vinhas e as caves é feito em pequenos recipientes, de forma a evitar o esmagamento das uvas e a consequente fermentação antecipada. As adegas estão equipadas com as tecnologias mais recentes e os vinhos provenientes de cada casta são vinificados e armazenados separadamente; posteriormente, numa fase mais avançada do processo, são cuidadosamente misturados. As mais recentes tecnologias de vinificação incluem um sistema computorizado de controlo do sistema de fermentação, uma linha de engarrafamento exclusiva e um rigoroso controlo laboratorial. Desta forma, os apreciadores dos néctares da «Casa Agrícola de Compostela» têm a garantia de estar perante um vinho em toda a sua plenitude.

Os Prémios…
1989 O Melhor Vinho Verde – 1º Premio – II Cata Internacional de Vino Jovenes Galaico Portugueses (Sileda – Espanha)
1980 O Melhor Vinho Verde – Felmostra
1993 Menção – VIII Concurso Nacional de Vinhos Engarrafados
1995 Melhor Vinho Verde do Produtor – Medalha de Bronze (CVRVV)
1998 Melhor Vinho Verde do Produtor – Medalha de Bronze (CVRVV)
2001 Medalha de Prata – II Concurso ACIC – Cidade de Coimbra
2002 Medalha de Prata – CVRVV
2004 O Melhor Vinho Verde do Produtor – Medalha de Bronze (CVRVV)
2008 O Melhor Vinho Verde do Produtor – Medalha Honrosa (CVRVV)
2009 O Melhor Vinho Verde do Produtor – Medalha Honrosa (CVRVV)
2009 Medalha de Prata – Concurso de Vinhos Portugueses - Santarém
2009 Concurso a Melhor Vinha 2009 – medalha de bronze (CVRVV)

Sem comentários:

Enviar um comentário