Número total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de março de 2011

Aposta inovadora da Quinta do Portal marca o arranque de nova categoria de vinhos: o Douro Doce


Portal Fémina Branco. Este é mais um produto que marca a política de inovação da Quinta do Portal, que aproveitou a Essência do Vinho, o maior encontro de produtores vinícolas nacional, para dar a conhecer um néctar que marca o arranque de uma nova categoria de vinhos do Douro, o Douro Doce. O carácter inovador deste produto não deixou ninguém indiferente no certame e os elogios ao vinho e à iniciativa foram uma constante.
Já em 2009, o Portal Late Harvest, um vinho adocicado proveniente de uma colheita tardia de uvas em sobrematuração, recolheu grande aceitação. A apetência dos consumidores por vinhos mais leves, de baixo teor alcoólico, mas com alguma complexidade, levou os responsáveis da Quinta do Portal a lançar um vinho inovador, que o enólogo Paulo Coutinho considera “ter um consumo polivalente, que se enquadra muito bem em festas ou cocktails, antes ou depois da refeição”.
Proveniente das castas Moscatel (85%) e Viosinho (15%), o Portal Fémina Branco tem um grau alcoólico de 11 graus. Foi vindimado manualmente e a sua fermentação decorrer em cubas de aço inoxidável, a uma temperatura controlada a 10/12 graus.
Trata-se de um néctar “leve, fresco e sedutor”, fruto de duas variedades precoces, “cada uma contribuindo harmoniosamente, quer em termos de aroma, quer em termos de frescura e acidez”. Deve servir-se gelado e, depois de abrir a garrafa, esta deve ser conservada no frigorífico, para que possa voltar a ser usufruído na plenitude das suas faculdades.
Este Portal Fémina Branco vem preencher uma necessidade sentida por um target do mercado que se situa, sobretudo, no campo dos novos consumidores, mais disponíveis para provar novos néctares e novos sabores. Os jovens urbanos entre os 20 e os 35 anos são o público-alvo de um vinho que chega ao consumidor com um preço de venda recomendado de 7,50 euros. Nesta fase lançamento, serão colocadas no mercado nove mil garrafas.
A Quinta do Portal, que fica localizada na Região Demarcada do Douro, mais precisamente em Celeirós do Douro, no vale do rio Pinhão, abraçou o conceito “Boutique Winery”, dedicando-se à produção de vinhos DOC Douro, Vinhos do Porto de categorias especiais e Moscatel do Douro, tendo sido distinguida pela Wine & Spirits como uma dos 100 tops Winery of the World. Possui, ainda, um complexo enoturístico constituída por duas unidades hoteleiras de charme, a Casa das Pipas e a Casa do Lagar e um armazém de envelhecimento de vinhos desenhado pelo arquitecto Siza Vieira. Aos seus visitantes, disponibiliza também uma sala de visitas para provas e um restaurante gourmet que privilegia a cozinha tradicional portuguesa, com a cozinha a ser comandada pelo chef Milton Ferreira. Recentemente, a revista Forbes elegeu a Quinta do Portal como um dos melhores dez destinos enoturísticos do mundo e a Casa das Pipas venceu por duas vezes o prémio Best of Wine Tourism.