Número total de visualizações de página

terça-feira, 19 de junho de 2012

«Grandes Quintas Reserva 2009» recebe ouro no International Wine Challenge 2012



A qualidade do Grandes Quintas Reserva Tinto 2009, do produtor duriense Casa d’Arrochella, foi reconhecida no International Wine Challenge 2012, com a atribuição de uma Medalha de Ouro. Aliás, e na sequência desta distinção, no próximo dia 20 de Junho, os vinhos deste produtor duriense estarão em prova no «Taste of Gold«, que se realiza em Londres. Trata-se de um evento de grande cartel e onde só os premiados dos premiados marcam presença.


Ainda noutro concurso, o Decanter World Wine Awards, a Casa d’Arrochella viu este mesmo néctar, o Grandes Quintas Reserva Tinto 2009, receber a Medalha de Prata.

Também o Grandes Quinta Colheita 2009 tem sido muito bem recebido pela comunidade enófila, tendo sido premiado com a Medalha de Bronze em dois dos mais prestigiados concursos internacionais da especialidade, designadamente o International Wine Challenge e o Decanter World Wine Awards.

“Estas são distinções que atestam da qualidade dos vinhos produzidos pela Casa d´Arrochela, são muito gratificantes”, considera o administrador e impulsionar da empresa, Bernardo Alegria. “Tal como uma vinha demora cinco anos a dar a sua primeira graça, uma marca precisa do mesmo tempo para se destacar, e a sucessão anual deste tipo de prémios e distinções enche-nos de orgulho”, acrescenta Bernardo Alegria.

Produzido a partir de mais de 80% de vinhas velhas, onde predominam as castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca, as notas de prova do Grandes Quintas Reserva Tinto 2009 apontam para um vinho denso e profundo em termos de aroma. As notas balsâmicas do eucalipto do estágio equilibram-se com notas de frutos maduros e florais da casta. Na boca é elegante, de taninos finos, delicados, frescos, com notas vegetais, mentoladas, terminando persistente e elegante. Pelas suas características, prevê-se que possa envelhecer de uma forma muito positiva em garrafa durante os próximos dez a quinze anos. Este vinho está disponível nas melhores garrafeiras do País, a um preço aproximado de 13,5€.

Já o «Grandes Quintas Colheita Tinto 2009» apresenta um excelente vigor aromático, com notas de frutos vermelhos, balsâmicos e florais. Na boca é robusto, mas sem excessos, os taninos estão equilibrados com a acidez, terminando delicado e elegante. Pelas suas características prevê-se um envelhecimento em garrafa muito positivo durante os próximos sete anos. Deste néctar foram colocadas no mercado cerca de 50 mil garrafas, que chegarão a um preço aproximado de 7,5€.

Refira-se que o International Wine Challenge é um dos maiores concursos anuais de vinhos, tendo tido este ano em competição cerca de 19 000 vinhos. Realiza-se em Londres, desde 1984, ocorrendo durante duas semanas sob a avaliação de mais de 400 provadores.

Casa d’Arrochella

Com cerca de 600 hectares, 115 dos quais de vinha, distribuídos por cinco quintas – Quinta do Cerval, Quinta do Nabo, Quinta das Trigueira, Quinta de Vale d´Arcos e Quinta da Peça –, a Casa d’Arrochella integra-se numa nova geração de produtores de vinho da Região Demarcada do Douro. É na sub-região do Douro Superior, entre Vila Flor, Moncorvo e Vila Nova de Foz Côa que o projecto é desenvolvido com a paixão e o envolvimento cultural de quem tem uma ligação secular ao Douro.

A sua adega, totalmente equipada segundo os mais rigorosos critérios em vigor na actualidade, tem capacidade para a produção de cerca de 300 000 litros.







Sem comentários:

Enviar um comentário