Número total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Charme oitocentista da Casa da Lavand’eira convida a momentos únicos de bem-estar junto da natureza!

O bom tempo finalmente chegou e com ele a vontade de dar uma escapadinha retemperadora, longe dos problemas associados à vivência nas cidades. A Casa da Lavand’eira, situada em Baião, tem para si uma proposta de viagem romântica aos tempos senhoriais oitocentistas, para uns dias de repouso, com todas as valências que uma unidade hoteleira de charme deve ter. Localizada na aldeia de Ancede, em Baião, este solar, outrora pertença da nobreza ibérica e cuja fachada se faz de granito, foi recentemente renovado mantendo, no entanto, a traça original. Alvo de um investimento que rondou um milhão e duzentos mil euros, os seus proprietários pretendem agora potenciar a abundância com que a natureza brindou este espaço na freguesia de Penalva. Trata-se, de facto, de um autêntico paraíso, onde reinam hectares de campos verdejantes, onde é possível observar moinhos antigos, quedas de água naturais do rio Ovil, afluente do Douro, cultura de vinha e cavalos. Tudo o que os amantes da natureza e do mundo rural procuram, respeitando a tradicional forma de vida dos durienses. A Casa da Lavand’eira tem oito suites, todas com casa de banho privativa e aquecimento central, um amplo salão, duas salas de estar, sala de jantar, sala de jogos e cozinha com lareira tradicional. Uma capela de elevado valor artístico, um museu de carros antigos, um picadeiro e uma piscina semiolímpica fazem também parte do rol de ofertas. A escassos metros do solar, existe ainda uma pequena casa, também ela reconstruida, com kitchenette e dois quartos, ideal para uma família com filhos pequenos. A Casa da Lavand’eira possui, também, um Centro Interpretativo de Cozinha Tradicional – denominado de «Tasquinha do Penedo» -, que funciona apenas por reserva. Um espaço tradicional onde pode experimentar a gastronomia da região, como o anho ou capão assado no forno a lenha, o cozido à portuguesa, o arroz de cabidela, rojões, o creme de água, rabanadas, entre outras deliciosas iguarias. O salão de eventos, com capacidade para 300 pessoas, proporciona vistas extraordinárias e uma interacção com a natureza envolvente, graças à sua estrutura em madeira e amplas vidraças para o exterior. O salão está equipado com bar, ar condicionado, lareira e tem uma cozinha dedicada a pratos e petiscos tradicionais. É ideal para a realização de festas de casamento, aniversários, comunhões, festas familiares, reuniões de empresas, congressos, acções de formação, festas temáticas ou exposições. As estadias custam entre 45 e 80 euros por noite, dependendo do tipo de quarto escolhido e da altura do ano em que é feita a reserva.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Quinta do Portal Verdelho & Sauvignon 2012 reforça portfólio de vinhos do produtor duriense


Duas castas reconhecidas internacionalmente estão na génese do novo vinho que a Quinta do Portal faz chegar ao mercado: o «Quinta do Portal Verdelho & Sauvignon 2012».


Proveniente do campo de ensaios deste produtor, chega agora ao mercado um branco em tudo diferente daquilo que é habitual na Quinta do Portal. Trata-se de um casamento entre duas castas onde cada uma tem contributos distintos. “A Verdelho para uma acidez e mineralidade inebriante e uma presença séria em boca, e a Sauvignon blanc que contribui para uma excelência aromática extremamente limpa, frutada e floral, com notas de cedro”, descreve Paulo Coutinho, enólogo da Quinta do Portal, acrescentando que “o final é sedutor pela sensação de frescura e complexidade."

As cerca de três mil garrafas que vão ser postas a circular no mercado destinam-se tanto ao mercado nacional, como externo. O facto de as castas utilizadas terem um reconhecimento internacional, potenciará naquilo que são as perspectivas dos responsáveis da Quinta do Portal, a que possa haver uma primeira abordagem aos vinhos do produtor, através da utilização de

castas que lhes são familiares, o que, futuramente, levará o consumidor a tentar descobrir outros produtos da Quinta do Portal.

O «Quinta do Portal Verdelho & Sauvignon 2012» custará 6,95 euros e dirige-se a um público vasto, mas centra-se muito no consumir que mostra uma especial apetência por provar novas sensações e sabores. O produto foi dado a conhecer a um painel de provadores nacionais e internacionais no «Essência do Vinho», que não hesitou em classificar este néctar como de grande qualidade, o que abre excelentes perspectivas quanto ao seu sucesso.

Trata-se de um vinho que deve ser servido fresco, como aperitivo, a acompanhar pratos de pescado ou carnes brancas e poderá ser incluído numa dieta vegetariana.

Quinta do Portal; uma porta

de entrada para o Douro!

A Quinta do Portal, que fica localizada na Região Demarcada do Douro, mais precisamente em Celeirós do Douro, no vale do rio Pinhão, abraçou o conceito “Boutique Winery”, dedicando-se à produção de vinhos DOC Douro, vinhos do Porto de categorias especiais e Moscatel do Douro, tendo sido distinguida pela Wine & Spirits como uma dos 100 top Winery of the World. Possui, ainda, um complexo enoturístico constituída por duas unidades hoteleiras de charme, a Casa das Pipas e a Casa do Lagar e um armazém de envelhecimento de vinhos desenhado pelo arquitecto Siza Vieira.

Aos seus visitantes, disponibiliza também uma sala de visitas para provas e um restaurante gourmet que privilegia a cozinha tradicional portuguesa, com a cozinha a ser comandada pelo chef Milton Ferreira.

A revista Forbes elegeu a Quinta do Portal como um dos melhores dez destinos enoturísticos do mundo e este produtor já foi, igualmente, distinguido com o Best of Wine Tourism, provas claras da marca de qualidade associada à empresa.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Helder Guimarães consagra-se, em Hollywood, como o melhor mágico do mundo

Helder Guimarães atinge o patamar mais alto da magia mundial, vencendo, esta madrugada, em Hollywood, e pela segunda vez consecutiva o «Parlour Magician of the Year». Trata-se de um prémio que é considerado como o “óscar” da magia, e que cimenta a posição de Helder Guimarães como melhor mágico do mundo. No seu discurso de consagração, este mágico fez questão de dizer que é português, sublinhando sentir nisso um grande orgulho!












É a consagração total do mágico português Helder Guimarães. Pelo segundo ano consecutivo, o mágico portuense vence o prémio da Academia de Artes Mágicas de Hollywood, cujo júri de três mil elementos preferiu Helder Guimarães a quatro outros nomes grandes do mundo da magia e da prestidigitação mundial, todos norte-americanos: Michael Carbonaro; Derek Hughes, Chris Capeheart e Phil Van Tee.Com apenas trinta anos de idade, este mágico, a viver actualmente nos EUA, passa assim a integrar a curta lista de nomes inscrita neste prémio por duas vezes consecutivas. “Não posso estar mais feliz com o resultado do trabalho que tenho vindo a desenvolver aqui em Hollywood”, diz Helder Guimarães, para quem “ver reconhecido nas mais altas instâncias ligadas a este mundo do espectáculo aquilo que se faz é muito gratificante”, acrescentou o vencedor que frisou o seu orgulho nas raízes lusitanas.
Helder Guimarães é, assim, o primeiro português a integrar e vencer esta competição, que tem já mais de 50 edições, por duas vezes consecutivas.
O prémio, considerado como o “óscar” da magia, foi votado pelos mais de 3000 membros da Academia das Artes Mágicas de Hollywood e foi entregue no mítico Orpheum Theatre, em Los Angeles, numa cerimónia apresentada pelo actor Jason Alexander, da sitcom Seinfeld.
Para a eleição de Helder Guimarães muito contribuiu o seu mais recente espectáculo, «Nothing to Hide». Um verdadeiro sucesso de bilheteira que levou a que o espectáculo, que teve entre o público, nomes como os de Eva Mendes, Maria Sharapova, Barbara Streisand, SteveAziz Ansari, Ryan Gosling, JJ Abrahams, Zack Galafinakis, Jimmy Kimmel ou Aimee Mann, tenha recebido críticas bastante elogiosas, tendo estado em cena durante 19 semanas na Geffen Playhouse, ao contrário das seis semanas inicialmente previstas.
“Batemos recordes de bilheteiras, conseguindo arrecadar mais de um milhão de dólares”, revela Helder Guimarães. Um sucesso que vai levar agora o mágico português até à mítica Broadway, montra reservada para os espectáculos do mais elevado gabarito comercial.

Currículo
Nascido em 1982, no Porto, desde muito cedo Helder Guimarães mostrou apetência pela magia e prestidigitação, tendo feito uma primeira apresentação pública logo aos quatro anos. Com apenas 12 anos já participava em competições nacionais e internacionais. Em 2004, tornou-se o primeiro português a ganhar o Prémio Ascanio, o mais prestigiado prémio nesta área em Espanha, que é a maior potência a nível mundial na área da prestidigitação. De realçar que foi o primeiro não-residente em Espanha a consegui-lo.
Mais tarde, em 2006 sagrou-se Campeão Mundial de Magia com Cartas, na Suécia, sendo o primeiro e único português a alcançar esse galardão. Este foi um momento que fez catapultar a carreira de Helder Guimarães, que começou a realizar espectáculos um pouco por todo o mundo.
A sua actividade profissional é dividida entre uma componente de performance artística e uma outra mais formativa e motivacional, ajudando empresas de referência na área do marketing. Helder Guimarães é frequentemente requisitado, também, para participar em acções publicitárias de marcas como a Coca-Cola, a MacDonalds, o Barclays, Google ou a Audi, tendo levado os seus espectáculos a mais de 25 países dos cinco cantos do mundo.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Helder Guimarães nomeado para voltar a vencer o “óscar” da magia, nos EUA, e pelo segundo ano consecutivo!


O mágico português Helder Guimarães continua a trilhar o caminho do sucesso nos Estados Unidos da América e está nomeado para vencer, uma vez mais, o prémio da Academia de Artes Mágicas de Hollywood, que será entregue no próximo domingo.


Com apenas trinta anos de idade, este mágico, natural da cidade do Porto, pode assim integrar a curta lista de nomes que bisaram neste prémio, o Parlour Magician of the Year.

“Não posso estar mais feliz com o resultado do trabalho que tenho vindo a desenvolver aqui em Hollywood”, diz Helder Guimarães, para quem “ver reconhecido nas mais altas instâncias ligadas a este mundo do espectáculo aquilo que se faz é muito gratificante”. Helder Guimarães foi o primeiro português a integrar e vencer esta competição, que tem já mais de 50 edições. Na próxima sexta-feira, a famigerada dupla Penn and Teller vai receber a sua estrela no Passeio da Fama e Helder Guimarães é um dos convidados de honra, tal como David Copperfield.

Estes prémios são como que os óscares da magia. O prémio é votado pelos mais de 3000 membros da Academia das Artes Mágicas de Hollywood e será entregue no mítico Orpheum Theatre, em Los Angeles, numa cerimónia apresentada pelo actor Jason Alexander, da sitcom Seinfeld. Entre os nomeados figuram mais quatro nomes grandes do mundo da magia: Michael Carbonaro; Derek Hughes, Chris Capeheart e Phil Van Tee.

O mais recente espectáculo de Helder Guimarães, «Nothing to Hide», bateu sucessivos recordes de bilheteira e é um trunfo do português para arrecadar o prémio que vai ser entregue no próximo domingo. O referido espectáculo, que teve como espectadores nomes como os de Eva Mendes, Maria Sharapova, Barbara Streisand, Steve Martin, Aziz Ansari, Ryan Gosling, JJ Abrahams, Zack Galafinakis, Jimmy Kimmel ou Aimee Mann, recebeu críticas extremamente elogiosas em órgãos de comunicação social norte-americanos de referência, como são os casos do New York Times, Los Angeles Times e Huffinghton Post, tendo estado em cena durante 19 semanas na Geffen Playhouse, ao contrário das seis semanas inicialmente previstas.

“Batemos recordes de bilheteiras, conseguindo arrecadar mais de um milhão de dólares”, revela Helder Guimarães. Um sucesso que vai levar agora «Nothing to Hide» até à mítica Broadway, montra reservada para os espectáculos do mais elevado gabarito comercial.

Currículo

Nascido em 1982, no Porto, desde muito cedo Helder Guimarães mostrou apetência pela magia e prestidigitação, tendo feito uma primeira apresentação pública logo aos quatro anos. Com apenas 12 anos já participava em competições nacionais e internacionais. Em 2004, tornou-se o primeiro português a ganhar o Prémio Ascanio, o mais prestigiado prémio nesta área em Espanha, que é a maior potência a nível mundial na área da prestidigitação. De realçar que foi o primeiro não-residente em Espanha a consegui-lo.

Mais tarde, em 2006 sagrou-se Campeão Mundial de Magia com Cartas, na Suécia, sendo o primeiro e único português a alcançar esse galardão. Este foi um momento que fez catapultar a carreira de Helder Guimarães, que começou a realizar espectáculos um pouco por todo o mundo.

A sua actividade profissional é dividida entre uma componente de performance artística e uma outra mais formativa e motivacional, ajudando empresas de referência na área do marketing. Helder Guimarães é frequentemente requisitado, também, para participar em acções publicitárias de marcas como a Coca-Cola, a MacDonalds, o Barclays, Google ou a Audi, tendo levado os seus espectáculos a mais de 25 países dos cinco cantos do mundo.