Número total de visualizações de página

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Helder Guimarães nomeado para voltar a vencer o “óscar” da magia, nos EUA, e pelo segundo ano consecutivo!


O mágico português Helder Guimarães continua a trilhar o caminho do sucesso nos Estados Unidos da América e está nomeado para vencer, uma vez mais, o prémio da Academia de Artes Mágicas de Hollywood, que será entregue no próximo domingo.


Com apenas trinta anos de idade, este mágico, natural da cidade do Porto, pode assim integrar a curta lista de nomes que bisaram neste prémio, o Parlour Magician of the Year.

“Não posso estar mais feliz com o resultado do trabalho que tenho vindo a desenvolver aqui em Hollywood”, diz Helder Guimarães, para quem “ver reconhecido nas mais altas instâncias ligadas a este mundo do espectáculo aquilo que se faz é muito gratificante”. Helder Guimarães foi o primeiro português a integrar e vencer esta competição, que tem já mais de 50 edições. Na próxima sexta-feira, a famigerada dupla Penn and Teller vai receber a sua estrela no Passeio da Fama e Helder Guimarães é um dos convidados de honra, tal como David Copperfield.

Estes prémios são como que os óscares da magia. O prémio é votado pelos mais de 3000 membros da Academia das Artes Mágicas de Hollywood e será entregue no mítico Orpheum Theatre, em Los Angeles, numa cerimónia apresentada pelo actor Jason Alexander, da sitcom Seinfeld. Entre os nomeados figuram mais quatro nomes grandes do mundo da magia: Michael Carbonaro; Derek Hughes, Chris Capeheart e Phil Van Tee.

O mais recente espectáculo de Helder Guimarães, «Nothing to Hide», bateu sucessivos recordes de bilheteira e é um trunfo do português para arrecadar o prémio que vai ser entregue no próximo domingo. O referido espectáculo, que teve como espectadores nomes como os de Eva Mendes, Maria Sharapova, Barbara Streisand, Steve Martin, Aziz Ansari, Ryan Gosling, JJ Abrahams, Zack Galafinakis, Jimmy Kimmel ou Aimee Mann, recebeu críticas extremamente elogiosas em órgãos de comunicação social norte-americanos de referência, como são os casos do New York Times, Los Angeles Times e Huffinghton Post, tendo estado em cena durante 19 semanas na Geffen Playhouse, ao contrário das seis semanas inicialmente previstas.

“Batemos recordes de bilheteiras, conseguindo arrecadar mais de um milhão de dólares”, revela Helder Guimarães. Um sucesso que vai levar agora «Nothing to Hide» até à mítica Broadway, montra reservada para os espectáculos do mais elevado gabarito comercial.

Currículo

Nascido em 1982, no Porto, desde muito cedo Helder Guimarães mostrou apetência pela magia e prestidigitação, tendo feito uma primeira apresentação pública logo aos quatro anos. Com apenas 12 anos já participava em competições nacionais e internacionais. Em 2004, tornou-se o primeiro português a ganhar o Prémio Ascanio, o mais prestigiado prémio nesta área em Espanha, que é a maior potência a nível mundial na área da prestidigitação. De realçar que foi o primeiro não-residente em Espanha a consegui-lo.

Mais tarde, em 2006 sagrou-se Campeão Mundial de Magia com Cartas, na Suécia, sendo o primeiro e único português a alcançar esse galardão. Este foi um momento que fez catapultar a carreira de Helder Guimarães, que começou a realizar espectáculos um pouco por todo o mundo.

A sua actividade profissional é dividida entre uma componente de performance artística e uma outra mais formativa e motivacional, ajudando empresas de referência na área do marketing. Helder Guimarães é frequentemente requisitado, também, para participar em acções publicitárias de marcas como a Coca-Cola, a MacDonalds, o Barclays, Google ou a Audi, tendo levado os seus espectáculos a mais de 25 países dos cinco cantos do mundo.