Número total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Charme oitocentista da Casa da Lavand’eira convida a momentos únicos de bem-estar junto da natureza!

O bom tempo finalmente chegou e com ele a vontade de dar uma escapadinha retemperadora, longe dos problemas associados à vivência nas cidades. A Casa da Lavand’eira, situada em Baião, tem para si uma proposta de viagem romântica aos tempos senhoriais oitocentistas, para uns dias de repouso, com todas as valências que uma unidade hoteleira de charme deve ter. Localizada na aldeia de Ancede, em Baião, este solar, outrora pertença da nobreza ibérica e cuja fachada se faz de granito, foi recentemente renovado mantendo, no entanto, a traça original. Alvo de um investimento que rondou um milhão e duzentos mil euros, os seus proprietários pretendem agora potenciar a abundância com que a natureza brindou este espaço na freguesia de Penalva. Trata-se, de facto, de um autêntico paraíso, onde reinam hectares de campos verdejantes, onde é possível observar moinhos antigos, quedas de água naturais do rio Ovil, afluente do Douro, cultura de vinha e cavalos. Tudo o que os amantes da natureza e do mundo rural procuram, respeitando a tradicional forma de vida dos durienses. A Casa da Lavand’eira tem oito suites, todas com casa de banho privativa e aquecimento central, um amplo salão, duas salas de estar, sala de jantar, sala de jogos e cozinha com lareira tradicional. Uma capela de elevado valor artístico, um museu de carros antigos, um picadeiro e uma piscina semiolímpica fazem também parte do rol de ofertas. A escassos metros do solar, existe ainda uma pequena casa, também ela reconstruida, com kitchenette e dois quartos, ideal para uma família com filhos pequenos. A Casa da Lavand’eira possui, também, um Centro Interpretativo de Cozinha Tradicional – denominado de «Tasquinha do Penedo» -, que funciona apenas por reserva. Um espaço tradicional onde pode experimentar a gastronomia da região, como o anho ou capão assado no forno a lenha, o cozido à portuguesa, o arroz de cabidela, rojões, o creme de água, rabanadas, entre outras deliciosas iguarias. O salão de eventos, com capacidade para 300 pessoas, proporciona vistas extraordinárias e uma interacção com a natureza envolvente, graças à sua estrutura em madeira e amplas vidraças para o exterior. O salão está equipado com bar, ar condicionado, lareira e tem uma cozinha dedicada a pratos e petiscos tradicionais. É ideal para a realização de festas de casamento, aniversários, comunhões, festas familiares, reuniões de empresas, congressos, acções de formação, festas temáticas ou exposições. As estadias custam entre 45 e 80 euros por noite, dependendo do tipo de quarto escolhido e da altura do ano em que é feita a reserva.