Número total de visualizações de página

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Entre 25 e 28 de setembro na Exponor
PortoJoia estimula design e negócios com o estrangeiro



A 25.ª PortoJoia - Feira de Joalharia, Ourivesaria e Relojoaria abre as portas no próximo dia 25, quinta-feira, na Exponor, num ambiente festivo que vai assinalar, ao longo de quatro dias, as ‘bodas de prata’ da maior montra nacional do setor. O evento, a inaugurar pelo secretário de Estado Adjunto e da Economia, Leonardo Mathias, às 15h00, não se fica porém pela celebração da efeméride e reforça o espírito de parceria com as empresas de modo a dar um válido contributo para que estas ultrapassem com sucesso a atual conjuntura económica.
Com esse objetivo, a organização da PortoJoia encontra-se já a trabalhar no desenvolvimento de uma nova proposta de valor que se traduzirá num novo posicionamento para a feira, indo ao encontro das expectativas do mercado. “Pretendemos criar um comité, constituído por um grupo de especialistas em representação das diferentes áreas - Joalharia, Ourivesaria, Relojoaria e Design -, com a missão de contribuir com sugestões inovadoras que permitam a valorização do produto e da marca PortoJoia”, explica Amélia Monteiro, diretora da feira.
No mesmo sentido, e prosseguindo uma estratégia de expansão, a Exponor tem já no seu calendário do próximo ano a realização de um evento em Lisboa, nos dias 22 e 23 de maio, que se constituirá como uma iniciativa capaz de oferecer aos profissionais do setor mais uma oportunidade de venda, com uma identidade própria e um novo conceito. Pretende, também, apresentar uma nova “plataforma de negócios, mais intimista e exclusiva, na qual os expositores poderão usufruir de um maior número de visitantes da zona sul do País e, simultaneamente, alargar as suas redes de distribuição”, avança Amélia Monteiro.
O anúncio desta reformulação introduz maior expectativa na edição dos 25 anos da PortoJoia, que decorre entre quinta-feira e domingo, na Exponor, e que se destaca também por lançar um novo impulso do design enquanto fator de diferenciação do setor, bem como pelo estímulo a novos negócios e à internacionalização.
O vasto programa de atividades paralelas inclui um debate sobre «Como construir uma marca de jóias - a importância da cadeia de valor» e uma série de exposições e concursos em que sobressai a promoção do design enquanto fator de competitividade e de valorização face à concorrência.
Duas das iniciativas têm por meta a aproximação dos jovens ao mercado de trabalho, designadamente o «Prémio PortoJoia Design» e o «Espaço Escola». O primeiro visa projetar os nomes dos novos profissionais do mundo das jóias, dando a possibilidade aos jovens designers de divulgarem o seu trabalho. As peças selecionadas no âmbito do «Prémio PortoJoia Design» estarão em exposição ao longo dos quatro dias da feira, com a cerimónia de entrega de prémios marcada para as 18h00 do dia de abertura.
O «Espaço Escola», por seu lado, reflete também uma orientação do setor para a inovação e a valorização do design na conceção das peças, com o objetivo de aproximar as escolas das empresas expositoras, quer através da formação quer através da prática, mostrando como se aplicam e cruzam técnicas ancestrais e inovadoras na fabricação de jóias de adorno pessoal e peças decorativas.

Provas de vinhos com oferta de cupcakes e aperitivos, uma exposição de pintura de Jorge Curval e outra sobre o «Turismo industrial» integram igualmente o programa paralelo. Refiram-se ainda uma montra viva de joias da produção By Rui Pinho, as sessões fotográficas com manequins profissionais, disponibilizadas aos expositores da feira no espaço «Photo By PortoJoia» e a exposição «PortoJoia 25 Anos» que é composta por peças concebidas especificamente para assinalar a efeméride, na sequência de um desafio lançado aos fabricantes pela organização.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Primeira loja portuguesa abre no Porto, em "Miguel Bombarda", a 20 de Setembro

TANYA HEATH Paris, os sapatos que mudam
de saltos e de estilo, chegam a Portugal!

 A marca de calçado de luxo para senhora TANYA HEATH Paris, que tem a particularidade de poder trocar de saltos/tacões com diferentes alturas e estilos, inaugura a primeira loja em Portugal no próximo sábado, dia 20, tendo sido escolhido o centro das artes e da moda portuense, a rua Miguel Bombarda, para se instalar.
A nova loja vai apresentar a grande novidade da criadora franco-canadiana Tanya Heath, composta por uma vasta linha de sapatos em que é possível trocar os saltos, escolhendo entre os mais variados estilos, tipos, alturas, formas, cores e padrões. O resultado pode ser transformar umas práticas sabrinas em clássicos scarpin para um encontro ou reunião e, depois, em elegantes stiletto para um cocktail. No regresso a casa, já pode voltar às sabrinas e ir relaxando mesmo antes de chegar.
Os sapatos TANYA HEATH Paris, com lojas em vários países, chegam a Portugal pela mão do casal de empresários Paula Andrade e Henrique Leite, que acreditaram na marca e decidiram apostar em levá-la à mulher moderna e sofisticada dos países lusófonos.
O primeiro sapato ‘multi-altura’ do mundo foi especialmente concebido a pensar na mulher urbana, activa, com uma agenda variada, mas que gosta de estar na moda. Assentando numa plataforma universal, acompanha a transformação da mulher ao longo do dia, de acordo com as circunstâncias, a ocasião e o ambiente, mediante uma prática e fácil troca dos saltos/tacões que lhe conferem um carácter personalizado e seguro.
Aliás, versatilidade e praticidade são duas das palavras-chave das criações de Tanya, dado que o calçado se adapta às mais variadas situações de uma forma muito simples e com apenas um clic.
Outras das características são a qualidade e conforto, já que o design tem em conta a importância do bem-estar e é apoiado com recurso a materiais como espuma amortecedora e couro macio. Tudo isso sem descurar a vertente fashion, sem a qual quase nada faria sentido.
Outra originalidade desta criação é o facto de cada par de sapatos ter um nome feminino, enquanto cada par de saltos tem um nome masculino em homenagem aos 14 engenheiros e vários artesãos que, durante três anos, participaram na sua concepção, elevando a um patamar superior a conjugação de tecnologia com inovação.
Além do conforto, o segredo do calçado TANYA HEATH Paris está no sistema super-rápido de troca de saltos associado a uma tecnologia de estabilização que permite andar com eles um dia inteiro.
A invenção levou Tanya Heath a ser seleccionada pelos investidores do show televisivo canadiano “Dragons' Den” da CBC (semelhante ao “Shark Tank” da ABC), devido à originalidade e potencial da sua criação. Tanya procurava um investimento de 1 milhão de dólares em troca de 20% do negócio para conseguir ter um centro em Paris e outro na América do Norte. Pormenores negociais acabaram por fazê-la recusar as propostas, o que não a impediu de avançar por conta própria e com passos mais firmes na concretização do negócio, que teve a primeira loja em Paris mas já se encontra em várias outras cidades europeias, e não só, chegando agora também ao Porto.
Paula Andrade e Henrique Leite inauguram o espaço TANYA HEATH Paris – Portugal, em Miguel Bombarda, pelas 18h30 do próximo sábado, 20 de Setembro.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Modelo Débora Montenegro é a relações públicas da feira

In Beauty-by Expocosmética volta à MEO Arena
com mais oferta e mais expositores


A In Beauty-By Expocosmética – Feira Internacional de Cosmética, Estética e Cabelo está de volta à MEO Arena para a sua segunda edição, depois de um número de estreia que foi um sucesso. Para este ano, está assegurado um reforço da oferta e da qualidade expositiva, a par de um crescimento da área ocupada para mais de 7.000 metros quadrados.
Ao longo de três dias, de 11 a 13 de Outubro, a MEO Arena faz as delícias de qualquer mulher moderna e cosmopolita, voltando a receber com elegância e glamour e com “um crescimento em quantidade e em qualidade”, garante a diretora da feira, Carla Maia. “Sendo uma feira recente e claramente profissional, os resultados da estreia levam-nos a reforçar esta aposta e a avançar para a segunda edição com um crescimento da área ocupada na ordem dos 45%”, adianta a responsável de uma feira que tem este ano a modelo Débora Montenegro como relações públicas.
Carla Maia deposita grandes expectativas neste certame e coloca a fasquia elevada, pretendendo atingir um número de visitantes que ronde as 25 mil pessoas. Para tal, e apoiada na tendência de crescimento que o setor ligado à cosmética, estética e cabelos vem registando, a feira apresenta um recheado programa de atividades paralelas, onde serão reveladas as tendências do setor, assim como várias novidades na área do bem-estar. Estão já confirmados shows de cabelo e de maquilhagem, assim como o «III Campeonato Nacional de Nail Art». Espaço, também, para dois desfiles de moda: um de collants e roupa interior feminina a cargo da Collove e outro da Quadrelli by Monica Sofia. Haverá, também, atividades focadas nas tendências das cores, sobretudo nas unhas, enquanto o segmento da estética abordará as temáticas do rejuvenescimento, pêlo e emagrecimento e assegurará apresentações práticas no campo da massagem facial e seus benefícios para a saúde e bem-estar.
Aberta ao público nos dois primeiros dias e exclusivamente aos profissionais no último dia, a In Beauty-By Expocosmética visa responder às necessidades e preferências do mercado que, tanto no caso feminino como masculino, demonstra cada vez maior apetência pelos produtos e serviços ligados aos cuidados estéticos, ao bem-estar, à beleza e à elegância com sofisticado requinte.

ACTIVIDADES PARALELAS CONFIRMADAS
11 de Outubro
- Inauguração – 14h00          
- Desfile Collove – 15h00          
- Desfile Quadrelli by Monica Sofia – 17h00

12 de Outubro
- III Campeonato de Nail art – 10h00 / 11h00 - Organização: Nail Couture
- Show de Maquilhagem - 15h00 - Organização: ANEP
- Show de Cabelos – 16h00 - Clube Artístico

13 de Outubro
- III Campeonato de Nail Art - 10h00 / 13h50 - 18h00 / 18h30 - Organização: Nail Couture

- Benefícios da Massagem Facial – 14h00 - Organização: ANEP
Cake Fest cresce e já aguça
o apetite para a edição de 2015


A segunda edição do Cake Fest, que se realizou na Exponor, foi a confirmação de que o setor da decoração de bolos tem cada vez mais profissionais, adeptos e curiosos interessados em tudo o que se prende com o cake design. Este segundo ano confirmou e superou o sucesso da primeira edição, facto comprovado com o aumento do número de visitantes para cerca de cinco mil e com o crescimento em 20% do número de expositores e área expositiva.
O Cake Fest, que esteve aberto ao público em geral, ficou ainda marcado pela interação entre curiosos e profissionais, por força dos vários workshops para adultos e crianças, demonstrações e, ainda, concursos que foram bastante participados.
Organizados com o objetivo de promover a criatividade e a técnica, os referidos concursos testaram os participantes em três categorias diferentes: ‘Bolo de Noiva’; ‘Mesa de Festa’ e ‘Bolo Esculpido’. A vencedora em ‘Bolo de Noiva’ foi Cláudia Oliveira, seguida de Ana Marta Ferreira e Ana Miranda. No tocante à categoria ‘Mesa de Festa’, foram distinguidas Paula Silva e Daniela Miranda, enquanto os melhores bolos esculpidos foram apresentados por Carla Quintas, Joana Barbosa e Ana Marta Ferreira. Além da distinção, as autoras dos bolos premiados receberam prémios monetários e também vales de compras patrocinados pelos expositores «IstoFaz-se», «Confeipan», «Dekorcake» e «Festas com Arte».
Por outro lado, sendo o cake design ainda um nicho de mercado, certo é que os agentes ligados a esta atividade têm registado crescimentos muito assinaláveis, e isso foi visível nesta feira, deixando organização e expositores satisfeitos.
Vasco Fernandes, da «Isto Faz-se», teve uma das presenças mais notórias no evento, com uma oferta muita variada, e mostrou-se “muito satisfeito com a adesão de todos os visitantes aos nossos serviços e produtos”. Registando “com agrado o crescimento da feira”, sublinhou “as oportunidades de negócio surgidas no Cake Fest”, esperando que a feira de 2015 “continue a crescer, porque seria um bom sinal para todos”. Eurico Viana, da «Sodifer», também se congratulou com os resultados da feira, “que estiveram perfeitamente dentro das nossas expectativas, sobretudo pelos contactos que proporcionou com as pessoas que têm ligação a esta área, o que nos permitirá, com certeza, tirar vantagens num futuro próximo”.
A «Pirikos» esteve pela primeira vez na feira e o primeiro dia foi de grande atividade no seu stand. Um dos responsáveis pela empresa, Luís Gaspar, enfatizou a “adesão dos visitantes aos nossos produtos, que têm uma excelente relação qualidade/preço”. O Cake Fest é “um palco bom para darmos a conhecer a nossa oferta, que tem preços acessíveis e uma qualidade garantida”.
Empresas espanholas também fizeram a sua estreia neste Cake Fest e, em alguns casos, a sua primeira incursão pelo mercado português. Sara Cebria, responsável da «Kelmy», empresa espanhola de produtos e matérias-primas para as indústrias de pastelaria e gelataria, já está presente no país, mas quis “com a feira dar um novo impulso à nossa presença no mercado português”. Outra caso de presença espanhola foi a «Canela em Casa» e, reconhecendo que as feiras em Espanha são muito maiores, “esta nossa presença em Portugal é uma oportunidade de nos apresentarmos a um novo mercado e, como temos loja e venda online, isto permite-nos abrir novas janelas de negócio”.

No certame estiveram cerca de 40 expositores, direta ou indiretamente ligados a esta atividade. A «Inocentro», empresa especializada em embalagens, considera “em termos globais muito positiva” a sua presença nesta feira. Hugo Aguiar sublinha que “os objetivos foram atingidos, porque alargámos a nossa rede de contactos, apresentámos os nossos produtos e estamos à espera do retorno disso em breve”. O mesmo sucedeu com a Ferneto» empresa de equipamento para pastelaria e frio, que estabeleceu “vários contactos que podem resultar em negócios a breve trecho”, disse Paulo Leite, um dos responsáveis.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Com o professor catedrático Rui Nunes e o gestor Domingos Nascimento

"Uma Agenda para Portugal" provoca
reflexão sobre a reforma do sistema político

- a 24 de Setembro, no Museu de Lamego

"Reforma do sistema político" é o tema da primeira conferência que o Fórum Democracia & Sociedade - Uma Agenda para Portugal promove após a rentrée, como forma de dar um novo impulso à promoção da cidadania activa nas mais variadas regiões do País.
Desta vez, a sessão vai realizar-se no Museu de Lamego, pelas 18h00 de 24 de Setembro (quarta-feira), sendo a entrada livre.

O lançamento da reflexão estará a cargo do catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e ex-presidente da Entidade Reguladora da Saúde, Rui Nunes, fundador do Fórum Democracia & Sociedade - Uma Agenda para Portugal, sendo a moderação da responsabilidade do gestor Domingos Nascimento, administrador do Grupo Eurogestão e presidente da Assembleia Municipal de Tarouca.



Congresso Nacional de Bioética debate
igualdade e não discriminação

 Dias 26 e 27 de setembro na Faculdade de Medicina do Porto

Género, idade, estrato social, deficiência e outros vetores que impõem frequentemente barreiras à vida em sociedade vão focar a atenção dos diversos especialistas que participam no 13.º Congresso Nacional de Bioética, a realizar em 26 e 27 de setembro, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).
“Dos direitos das crianças à transplantação de órgãos, da igualdade de género à escola inclusiva, vamos analisar desapaixonadamente questões que se nos deparam no quotidiano e constituem discriminação negativa, muitas vezes silenciosa, que impede a assunção da vida em pleno por todo e qualquer cidadão”, aponta o professor catedrático Rui Nunes, presidente da Associação Portuguesa de Bioética e responsável pelo Departamento de Ciências Sociais e Saúde da FMUP, que organizam o evento.
“São temas sobre os quais devemos refletir ponderada e objetivamente se queremos construir uma sociedade mais ética, responsável e civilizacionalmente avançada”, explica Rui Nunes, avançando que a sessão de abertura conta com a participação do presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira.
O tema das jornadas, “Igualdade e não discriminação”, servirá também de mote ao 5.º Fórum Luso-Brasileiro de Bioética, a decorrer em paralelo, e será analisado parcelarmente em diversas conferências, mesas-redondas e comunicações livres a realizar ao longo dos dois dias.
Após a abertura por Rui Nunes, que é fundador do Fórum Democracia e Sociedade - Uma Agenda para Portugal e ex-presidente da Entidade Reguladora da Saúde, os trabalhos iniciam-se com uma mesa-redonda sobre “Igualdade de oportunidades no mundo global” em que serão confrontadas perspetivas das áreas da saúde (José Manuel Silva), educação (José Matias Alves) e emprego (Stela Barbas), sob a moderação da jornalista especializada em questões da saúde Marina Caldas.
Uma conferência acerca da “Igualdade de género na sociedade plural” pela presidente da Sociedade Brasileira de Bioética, Regina Parizi, encerra a sessão da manhã, enquanto a tarde será preenchida com um debate sobre “Não discriminação: contextos e configurações”. Moderado pela professora da FMUP Guilhermina Rego, especialista em bioética, ética e gestão na saúde e ex-vereadora do Conhecimento e Coesão Social da Câmara Municipal do Porto, a sessão conta com os contributos de personalidades dedicadas a diferentes áreas: Anabela Leão (sociedade inclusiva), Ivone Duarte (deficiência), Eduardo Carqueja (idade) e Helena Melo (saúde).
O segundo dia do programa será preenchido, além do encontro luso-brasileiro, por comunicações livres que abordam questões como a eficiência em saúde ou tempos ética e clinicamente aceitáveis, igualdade de género, violência doméstica, escola inclusiva, educação para os valores e Testamento Vital, entre outros.

Refira-se que os professores Rui Nunes e Helena Melo foram os principais impulsionadores da recente criação da figura jurídica do "testamento vital", a 1 de Julho, a partir do qual cada cidadão passou a ter o direito de estabelecer antecipadamente a sua vontade, nomeadamente quanto aos cuidados de saúde a receber em fim de vida caso esteja impossibilitado de o fazer de forma autónoma.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

«Cake Fest» promove a receita com que se criam empregos!

grande evento nacional na Exponor, de 5 a 7 de setembro

O cada vez maior número de profissionais e amadores que se dedicam à arte de decoração de bolos e festas tem o seu maior evento nacional entre 5 e 7 de setembro com a realização do Cake Fest – Festival de Cake Design, na Exponor.
Após o primeiro certame de âmbito nacional, que teve lugar no ano passado, o crescente peso destas atividades reflete-se agora nesta iniciativa ainda mais ousada e onde se incluem shows, concursos, workshops e demonstrações. Num ambiente festivo, o público terá contacto direto com a oferta a nível de decoração e organização de festas, confeção artística de bolos, animação e uma série de outras áreas relacionadas.
Este é já um nicho de mercado com relevante dimensão pois, mesmo não havendo números e estatísticas disponíveis, é notória a crescente procura e oferta. O fenómeno resulta, em grande medida, da conjuntura económica que levou muitos jovens à procura de primeiro emprego ou profissionais que perderam o posto de trabalho a reinventarem ocupação profissional e criarem a sua própria fonte de rendimento. Fruto do engenho estimulado pela crise e, muitas vezes, apoiado na experiência pessoal, a criatividade e a imaginação têm feito surgir projetos de empreendedorismo, novos conceitos, propostas diferentes e designs arrojados, seja na decoração de bolos ou seja na realização de eventos festivos, bem como na criação de objetos e acessórios para festas.
Pela mesma razão, também a necessidade de aprimorar técnicas, tanto operacionais e de produção como de gestão dos projetos, implica maior procura de formação específica para os novos empresários e a nível de culinária e doçaria.
O Cake Fest é, por isso, o grande ponto de encontro de quem encara este setor como atividade profissional e precisa de enriquecer os seus conhecimentos. É, também, o melhor momento para o público encontrar as soluções que procura e descobrir outras quem nem sabia existirem, beneficiando da presença de um vasto conjunto de profissionais, entre os quais vários estrangeiros.
Além das já referidas, outras áreas divulgam também no evento a sua oferta, desde as embalagens à arte de decoração com chocolate, passando pelos equipamentos, ingredientes e vestuário de trabalho.
As atividades complementares ao festival, nomeadamente as demonstrações ao vivo e os concursos, constituem, por si só, verdadeiros e interessantes espetáculos de animação, que também contribuem para estimular no visitante a paixão pelo cake design.

Resta referir que o Cake Fest tem as portas abertas entre as 10h00 e as 19h00 durante os três dias de realização e a entrada tem um custo de 6€.

Ceranor já prepara o Natal com profissionais de decoração
de 4 a 7 de setembro na Exponor


Celebrar a criatividade e a excelência no setor de atividades ligadas à casa, decoração e brinde é a aposta da Ceranor, cuja 24.ª edição abre as portas na Exponor entre 4 e 7 de setembro, bem a tempo de revelar as tendências que vão dominar a ornamentação e toda a estética relacionada com o Natal deste ano.
Para tal, a feira desafiou vários decoradores e designers a utilizarem a decoração natalícia que será apresentada pelos expositores, de forma a apresentarem a sua árvore de Natal, antecipando assim a luz e o espírito festivo da quadra para o ambiente profissional de um evento que se assume como líder dos setores de decoração e brinde e que constitui a maior plataforma geradora de negócios desta fileira.
Congregando produtos que vão dos têxteis-lar aos artigos metálicos de uso doméstico, passando pela cerâmica, cristalaria decorativa e utilitária, iluminação, mobiliário e colchoaria, a Ceranor reflete a evolução recente do setor e valoriza fatores como a criatividade e a inovação para conferir competitividade às empresas.
Numa altura em que a fileira não escapa imune à conjuntura económica mundial, a Ceranor aponta, contudo, ao robustecimento das empresas portuguesas e, em conjunto com a Sigma, promoveu um estudo para identificar oportunidades de negócio no futuro próximo. A par dos grandes blocos dos países mais desenvolvidos (Europa Ocidental, América do Norte e Japão), estão sinalizados potenciais de exportação também para países como Rússia, China, Emirados Árabes Unidos, México, Arábia Saudita e Polónia. Está igualmente em crescendo a dinâmica de importação por parte do Brasil, Indonésia, Índia, Irão, Iraque, Vietname, Ucrânia, Cazaquistão, Chile, Tailândia, Turquia e África do Sul, entre outros. "Uma boa parte destes mercados são interessantes, não apenas pelo ritmo de crescimento da procura, mas também pela própria dimensão que a mesma já apresenta. É crescentemente para aqui que os esforços de internacionalização dos países produtores são dirigidos", aponta o estudo.
Paralelamente à facilitação de negócios com vista è exportação e à internacionalização da economia portuguesa, a Ceranor pretende contribuir também para o reforço endógeno das empresas, razão por que propõe na edição deste ano diversas atividades paralelas, sobretudo no domínio da formação que permite valorizar os recursos humanos enquanto principal ativo de cada empresa.
Tendo já assegurado o regresso de agentes de vários setores em exposição, a feira ocupará uma área de 11 mil metros quadrados, preenchida por fabricantes, importadores, representantes e criadores. A Ceranor 2014 prevê ultrapassar os 12 mil visitantes ao longo dos quatro dias de certame, entre os quais estão habitualmente retalhistas de artigos de decoração, lojas de decoração, grandes superfícies, hotéis, restaurantes e similares, decoradores e arquitetos de interiores.

A feira está aberta entre as 10h00 e as 19h00 em qualquer dos dias.

Programa das Vindimas no Douro estimula o paladar e o espírito


 As partidas atmosféricas que o Verão tem pregado não significam que tudo está perdido. Pelo contrário, com as semanas mais quentes previstas para Setembro, a Quinta da Portal preparou um sedutor e relaxante programa de sensações na sua unidade enoturística, a Casa das Pipas.
Localizada em Celeirós do Douro, no concelho de Sabrosa, esta casa feita de xisto conjuga a modernidade do conforto e da sustentabilidade ambiental com a beleza ancestral dos socalcos e vinhedos que tornam única esta região declarada Património Mundial. Aí haverá, no mês que as previsões apontam para ser de verdadeiro Verão, oportunidade de desfrutar de momentos singulares de descanso salpicados por estímulos ao paladar, ao bom gosto, à beleza e à paz de espírito.
Com variantes para uma ou duas noites, o ‘Programa das Vindimas’ começa sempre com um ‘welcome drink’ após o ‘check-in’ na Casa das Pipas. Podendo ser antecedido de um mergulho na piscina ou de um passeio pelas vinhas, segue-se um jantar gourmet no Restaurante Quinta do Portal, em que os sabores tradicionais durienses ganham um toque sofisticado e de contemporaneidade com as sugestões do chef Milton Ferreira.
Um serão, que pode ser aproveitado para as primeiras inspirações do ar puro da região, e uma noite de sono inigualável na Casa das Pipas, cuja atitude ambiental responsável voltou a merecer o reconhecimento da Associação Bandeira Azul da Europa com a atribuição da “Chave Verde” pelo sétimo ano consecutivo, preparam para um novo dia. Este pode ser iniciado na piscina ou directamente na sala de refeições com um delicioso pequeno-almoço, sempre com a garantia de um serviço profissional mas de cariz familiar e acolhedor.
Recuperada a energia, está aberto também o apetite para algo diferente, como a participação nas vindimas e a oportunidade de conhecer ao vivo como nascem os magníficos vinhos da Quinta do Portal, sucessivamente reconhecidos e galardoados pelos melhores especialistas enófilos a nível internacional.
A aventura duriense leva-nos depois a visitar a adega e o armazém de envelhecimento, da autoria do arquitecto Álvaro Siza Vieira e contemplado com o Prémio de Arquitectura do Douro 2011. Aí é feita uma prova de vinhos e convocada a coragem para um passeio de barco pelo Rio Douro em todo o seu esplendor.
Este sedutor Programa das Vindimas, de que um casal usufrui por 190 euros, pode ser mais profundo se as belezas da região e a vontade de relaxe pedirem mais, e se a bolsa contemplar uma folga de 170 euros. Nesse caso, o chef Milton Ferreira promete nova surpresa ‘gourmet’ no Restaurante Quinta do Portal, enquanto a Casa das Pipas assegura uma noite de descanso e um saboroso pequeno-almoço que prepararão para um regresso lento a casa. E fica aberta a possibilidade de mais uma jornada de deleite nas belas paisagens do Douro, um passeio por uma ou outra povoação e a sempre alegre opção por abastecer-se de produtos tradicionais da região, do mel aos enchidos, aos utensílios ou ao artesanato, sem esquecer uma série de fotografias que permitirão reviver esta aventura na Casa das Pipas.
Refira-se que, além da distinção «Chave Verde», a Casa das Pipas já conquistou o prestigiado prémio «Best of Wine Tourism» e o complexo enoturístico da Quinta do Portal foi considerado pela revista «Forbes» como um dos melhores dez destinos vinhateiros do mundo!

Programa de Vindimas’14
Válido de 1 de Setembro a 30 de Setembro  

1 noite: 
Check in na Casa das Pipas 
Welcome Drink
Jantar Gourmet no Restaurante Quinta do Portal sugerido pelo Chef Milton Ferreira 
Alojamento na Casa das Pipas
Pequeno-almoço 
Participação nas vindimas. 
Visita à adega e ao Armazém de Envelhecimento, autoria do Arquiteto Álvaro Siza Vieira, e prova de vinhos. 
Check Out
Passeio de barco no Rio Douro 
Preço por casal: 190€

2 noites: 
Check in na Casa das Pipas 
Welcome Drink
Jantar Gourmet no Restaurante Quinta do Portal sugerido pelo Chef Milton Ferreira 
Alojamento na Casa das Pipas
Pequeno-almoço 
Participação nas vindimas 
Visita à adega e ao Armazém de Envelhecimento, autoria do Arquiteto Álvaro Siza Vieira, e prova de vinhos. 
Passeio de barco no Rio Douro 
Jantar Gourmet no Restaurante Quinta do Portal sugerido pelo Chef Milton Ferreira 
Alojamento na Casa das Pipas
Pequeno-almoço
Check Out     
Preço por casal: 360€

Em ambos os preços, está incluída a oferta de uma cama extra ou um berço.

Noite extra: 100€