Número total de visualizações de página

terça-feira, 1 de julho de 2014

Vinhos da Quinta do Quetzal conquistam júri
do prestigiado Ultimate Wine Challenge 2014 nos EUA


Os vinhos da Quinta do Quetzal continuam a conquistar os sentidos dos apreciadores mais exigentes. Desta vez, num dos maiores e mais prestigiados concursos internacionais de vinhos – o Ultimate Wine Challenge -, três dos vinhos deste produtor vinícola alentejano receberam pontuações altíssimas, com destaque para o Quinta do Quetzal Reserva Tinto 2010, que foi classificado com 95 pontos, entre muitas centenas de vinhos em prova de várias regiões vitivinícolas de todos os cantos do mundo. A distinta pontuação mereceu as classificações de «Finalist, Extraordinary, Ultimate Recomendation».
Um júri de renome deste concurso, realizado em Nova Iorque, escreve nas notas de prova que o Quinta do Quetzal Reserva Tinto 2010 tem uma cor profunda, vermelho rubi e que no nariz é simplesmente maravilhoso, pois apresenta camadas de framboesa maduras e ameixa preta suportada por notas de cacau e baunilha. Tem estilo e charme em abundância. O vinho vai poder agora chegar ao mercado ostentando no rótulo o feito alcançado neste concurso.

93 pontos para o Guadalupe
Wimemakers Selection Tinto 2010
Outros vinhos deste produtor sediado na Vidigueira mereceram notas de realce neste concurso. O Guadalupe Winemakers Selection Tinto 2010 foi classificado com 93 pontos. Um vinho com uma cor quase negra, opaca, intensamente frutado, onde se destacam as passas e a ameixa. Os jurados falam mesmo de que o seu sabor intenso espalha quase que uma fragância a chá, que juntamente com a textura acetinada do néctar completa uma experiência extraordinária. «Finalist, Excelent Highly Recomended».

Guadalupe Tinto 2011 também
«finalista» e «altamente recomendado»

Também o Guadalupe Tinto 2011, vinho de entrada de gama, conquistou o painel de provadores, constituído por somelliers, escanções e jornalistas da especialidade. Foi classificado com 93 pontos e mereceu as insígnias de «Finalist, Excelent Highly Recomended».
O Guadalupe Tinto 2011 é um vinho de cor bordeaux forte, apresenta-se concentrado, com notas de frutos secos e madeira. Com moderada presença de taninos, baga seca e generoso, pode ser bebido já ou deixar amadurecer em garrafa.

O projecto da «Quinta do Quetzal» nasce da paixão do casal Holandês Inge e Cees de Bruin por Portugal e pela Região Sul do País. Depois de quase trinta anos de ligação a Portugal, decidiram em 2002 avançar com um projecto vinícola, começando a rentabilizar a «Quinta do Quetzal», com 35 hectares de vinha localizados na freguesia de Vila de Frades, Vidigueira. Todo o processo de vinificação decorre num circuito que se inicia no topo da adega e termina na cave, aproveitando o efeito da gravidade, sem recurso a bombas mecânicas, mantendo a tradição e a ligação à história vitivinícola alentejana.