Número total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Festa de lançamento a 12 de Julho
"O'Porto Wine Party" para promover
conceito de vinho a copo

- promoção de hábitos correctos nos contextos festivos e de diversão

Na discoteca, no bar ou na praia, no barco ou na marina, a diferentes horas do dia e em várias circunstâncias, vai um copo... de vinho?
Mostrar que a resposta a essa pergunta pode ser invariavelmente positiva e com resultados muito agradáveis é o objectivo do primeiro evento "O'Porto Wine Party" que, já no próximo sábado, 12 de Julho, apresenta na Cidade Invicta um novo conceito de consumo de vinho a copo.
Com a participação de cerca de 40 produtores convidados, que porão em prova cerca de uma centena de vinhos, o “O’Porto Wine Party” inclui um jantar festivo no Espaço Clérigos (Rua das Carmelitas) e um programa cheio de animação com performances ao vivo dos DJs Velvet e Joe Guedes e da cantora/compositora Veronica Larrenne, VIPs, Embaixadores Wine Party (relações públicas), modelos, bem como diversas personalidades.
Este evento inédito visa promover hábitos de consumo correcto, saudável e moderado de vinho em bares, pubs e discotecas, assim como o conceito de "vinho a copo" nas noites de Verão, contribuindo para tornar fashionable o acto de beber vinho em festas, eventos e acontecimentos nocturnos.
No entanto, “não se trata apenas de beber por beber”, como aponta a organização: “Pretende-se sublinhar o gosto de partilhar o vinho com alguém de quem se gosta, ao mesmo tempo que praticamos as atitudes correctas que permitem elevar ao máximo o prazer de degustação”. Exemplos de comportamentos correctos são as temperaturas adequadas a cada tipo de vinho, as quantidades e as circunstâncias em que diferentes vinhos proporcionam melhores experiências.
“Queremos ser pedagógicos e associar ao bom vinho, bem servido, conceitos como festa, moda, gente gira e glamour, para tornar mais fashion o consumo de vinho a copo em diferentes locais e ocasiões”, acrescenta a organização.
A “O’Porto Wine Party” tem em conta a condição de Portugal enquanto produtor de vinhos, alguns dos quais entre os melhores do mundo, para estimular a presença deles em momentos de festa, convívio e partilha entre amigos, aprofundando a evolução que se tem verificado no consumo de vinho a copo em restaurantes e locais de diversão nocturna.
Durante a Wine Party haverá barmen preparados para fazer cocktails vínicos e enriquecer as sensações com um produto tipicamente português.
A entrada no evento, mediante convite através de um Embaixador Wine Party/Relações Públicas, pode ser feita nas seguintes modalidades:
- 40€ = 30€ + 10€ - Dinner + Party
- 10€ - Party
O acesso inclui a oferta de um copo de vidro com decoração alusiva e adequado para vinho, bem como um consumo correspondente a 4 euros.
Localize um seu amigo na lista de Embaixadores Wine Party aqui:
E não se esqueça de partilhar sempre o vinho com alguém de quem gosta!
EMAF: há trinta anos que a principal montra
da indústria nacional se promove na Exponor


A EMAF - Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para a Indústria há trinta anos que é o grande momento de exaltação da robustez da indústria nacional, que continua a ter uma importância fulcral na economia portuguesa. Este certame bienal regressa este ano, entre os dias 19 e 22 de novembro, para mostrar tudo o que de melhor se faz no País em termos de inovação industrial e abrir portas às empresas para a celebração de negócios de monta. A longevidade do certame atesta a importância do setor, que tem vindo a saber adaptar-se aos tempos e a reinventar-se para dar respostas às novas necessidades dos mercados e aos crescentes desafios concorrenciais da economia global.
Uma das apostas principais desta XV edição é a captação de compradores internacionais, perspetivando-se um aumento do número e qualidade dos visitantes profissionais estrangeiros, o que está a criar grandes expetativas entre expositores e organização, vislumbrando-se a realização de muitos e bons negócios.
A última edição deste certame, que ocupou cinco pavilhões da Exponor, recebeu a visita de cerca de 36 mil pessoas, entra as quais compradores e decisores estrangeiros. Ao longo destes trinta anos, a feira, que se realiza numa região fortemente industrializada, é assim uma excelente oportunidade para os expositores, boa parte deles com uma forte vertente exportadora, estabelecerem contactos e parcerias com representantes de mercados como a Espanha, o Reino Unido, Brasil, Polónia, Turquia, Bélgica, Alemanha ou Itália, entre outros, que chegam até à feira através de convite da organização.
A organização desta EMAF introduziu algumas novidades, como um conjunto de eventos altamente especializados, o IBS – Segurança, Ambiente, Qualidade e Soluções Empresariais, com as últimas novidades nestas áreas, que cobrem toda a cadeia de produção e distribuição, das componentes às soluções.
A EMAF pretende ser, também, um encontro de reflexão e debate, pelo que a Exponor acolhe iniciativas complementares que promovem o conhecimento e o networking.
Já na sua VII edição, o ‘Concurso de Inovação’, realizado em parceria com a Revista Robótica, volta a atribuir os dois prémios habituais – Inovação Nacional (Leonardo da Vinci) e Inovação Internacional (Nicola Tesla) - às empresas e aos projetos que nos últimos dois anos mais se notabilizaram no desenvolvimento de tecnologias e soluções inovadoras.
Em paralelo com a EMAF, decorrerão também a FIMAP - XVIII Feira Internacional de Máquinas para Trabalhar Madeira e a FERRALIA - XIII Salão de Acessórios e Equipamentos para a Indústria da Madeira.

As mais diversas áreas industriais marcarão assim presença neste certame de referência, desde os plásticos às borrachas, máquinas e ferramentas, manutenção industrial, fundição, logística e transportes, química e laboratórios, robótica e informática aplicadas à indústria. 
Paraíso ambiental da Casa das Pipas proporciona
Verão de descanso total e boa gastronomia no coração do Douro


A monumentalidade da paisagem duriense, os bons vinhos e gastronomia atraem cada vez mais turistas nacionais e estrangeiros até estas paragens. A Casa das Pipas, unidade de enoturismo da Quinta do Portal, é um dos expoentes máximos dessa realidade e criou para este Verão um programa especial que combina todas essas vertentes, proporcionando momentos de descanso e bem-estar que vão fazer desta escapadela à região um momento para mais tarde recordar.

De 15 de Julho a 31 de Agosto, vigora um programa que prevê, à chegada, um welcome drink, uma visita às caves de envelhecimento da autoria do arquitecto Siza Vieira e prova de vinhos. À noite o jantar tem lugar no restaurante da Quinta do Portal, onde o chef Milton Ferreira prepara um menu gourmet assente na comida tradicional portuguesa, acompanhada da excelência dos vinhos da Quinta do Portal.

No segundo dia é servido o pequeno-almoço, para depois usufruir de um passeio de barco pelo Douro, numa altura em que a paisagem já está desenhada e recortada pelos vinhedos. Este programa tem um custo, por casal, de 180 euros. Caso decida prolongar os momentos de lazer por mais um dia, o valor da estadia é de 340 euros, incluindo mais um jantar gourmet.

Com doze quartos, a Casa das Pipas está situada em Sabrosa, entrada do Douro Património Mundial da Humanidade. É com esta realidade que uma casa recuperada feita de xisto e pensada para que o vinho seja uma presença constante, que a sociedade Quinta do Portal convida a uma visita para desfrutar da paisagem e da obra arquitectónica de Siza Vieira, que pode encontrar na Quinta do Portal.


A Casa das Pipas dispõe de todas as comodidades de uma unidade hoteleira moderna, onde se inclui piscina e um pequeno ginásio. A Quinta do Portal tem ainda uma outra unidade de enoturismo, mais pequena, a Casa do Lagar, mas igualmente charmosa e acolhedora. A Casa das Pipas, que viu recentemente ser renovado o prémio «Chave Verde» devido às boas práticas ambientais, já conquistou o prestigiado prémio «Best of Wine Tourism» e o complexo enoturístico da Quinta do Portal foi considerado pela revista Forbes como um dos melhores dez destinos vinhateiros do mundo.