Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de julho de 2014

25 dos melhores pizzaiolos nacionais disputam
«I Campeonato Português de Pizza», no Porto


A praça D. João I, na Baixa do Porto, vai ser o palco do I Campeonato Português de Pizza, que se realiza dia 21 de Julho. Vinte e cinco pizzaiolos das mais prestigiadas pizzerias de todo o País vão confeccionar pizzas para serem submetidas à aprovação de um júri de renome.
Durante praticamente todo o dia, num evento de acesso livre, quem passar por este local nobre da cidade pode assistir à confecção ao vivo das melhores pizzas de cada uma das pizzerias inscritas e selecionadas pelo mestre Mezzero e pelo fornecedor italiano de produtos Italmarket. Ao longo da competição, a Pizzeria Pulcinella, propriedade de Antonio Mezzero, vai confeccionar centenas de pizzas que vão estar disponíveis para degustação para todos os que passarem pela Praça D. João I, numa oportunidade única para provar os verdadeiros sabores italianos.
O Campeonato Português de Pizza é um projecto desenvolvido e maturado durante cerca de oito meses, “tendo em vista projectar nacional e internacionalmente os pizzaiolos portugueses, que vão ter a oportunidade de estar nos melhores eventos mundiais da especialidade”, sustenta o mentor do campeonato.
Antonio Mezzero nasceu em Nápoles, mas apaixonou-se pelo nosso País, de há seis anos a esta parte, altura em que visitou Portugal e decidiu que era aqui que queria ficar. É o dono da prestigiada Pizzeria Pulcinella, em Matosinhos, e coloca uma grande paixão, amor e profissionalismo em tudo o que faz na pizzeria, o que já mereceu a elevação à categoria de «Embaixador da Pizza Napolitana em Portugal». Em nome de Portugal, participou nos maiores certames internacionais dedicados à pizza, como o campeonato europeu da especialidade, alcançando o quarto lugar, o que lhe valeu acesso directo à final do torneio e uma entrada directa no campeonato do mundo.
Já no ano passado, com a intenção de promover e divulgar a pizza como prato de excelência, teve uma primeira grande acção pública, produzindo uma mega-pizza com cinco metros de diâmetro, para assinalar os 250 anos da Torre dos Clérigos, monumento emblemático do Porto desenhado pelo arquitecto italiano Nicolau Nasoni. Antonio Mezzero quis ir mais longe, e agora empreende o I Campeonato Português de Pizza, que vai encher a Praça D. João I com os pizzaiolos das melhores vinte e cinco pizzerias, para além de um júri com representantes da organização dos campeonatos europeu e dos dois mundiais.
Nomes conceituados estão convidados e vão fazer parte do júri deste evento, designadamente: Giorgio Damasio, Augusto Gemelli, Carmine Basile, Leone Copolla, Giovanni Portese, Hélio Loureiro, Pedro Lemos, Marco Gomes, Lígia Santos e Ruy Leão, para verem e avaliarem as pizzas a concurso em duas categorias: as pizzas mais saborosas e as pizzas com melhor aparência.
Cerca das 10h30 terá lugar a apresentação dos participantes, decorrendo as provas durante todo o dia. Para abrilhantar a festa, estão previstos dois shows de pizza acrobática, um por volta das 14h00 e outro no final do evento. Para estas demonstrações estão confirmadas as presenças do tricampeão do mundo da especialidade, Paulino Bucca, e do campeão do mundo da especialidade, Leone Copolla.
O evento deverá terminar cerca das 18h00, altura em que se ficará finalmente a saber quem é o grande vencedor desta primeira edição Campeonato Português de Pizza.
Resta referir que o primeiro classificado recebe uma taça, qualificação e Inscrição para participar no Concurso Mundial de Pizzaiolo, que se realizará em Setembro. O segundo classificado recebe uma taça, qualificação e inscrição para o Campeonato Europeu de Pizza, que terá lugar em Abril de 2015, enquanto o terceiro posto é premiado, igualmente, com uma taça e inscrição no Campeonato Português de Pizza 2015. Na categoria de melhor aparência, o primeiro classificado terá acesso directo ao Concurso Mundial da Pizza. Todos os concorrentes têm uma medalha e um certificado de participação.

O I Campeonato Português de Pizza tem também uma vertente solidária, com as receitas provenientes das inscrições a reverterem a favor da ala pediátrica do IPO/Porto.

«Cake Fest» mostra as propostas e técnicas mais criativas de decoração de bolos, na Exponor


O «Cake Fest» vai demonstrar que decorar ou desenhar um bolo pode ser uma verdadeira arte, pelas mãos dos melhores profissionais da área, quer portugueses quer estrangeiros.
De 5 a 7 de setembro, o «Cake Fest» propõe-se enriquecer a oferta para quem trabalha a criatividade na pastelaria, colocando em exposição várias áreas, com destaque para o chocolate, festa – organização, artigos e embalagens - e vestuário de trabalho.
Durante os três dias de realização do evento, milhares de visitantes, público em geral e profissionais terão oportunidade de se inteirarem sobre as últimas novidades em produtos e artefactos, complementadas com a realização de uma série de atividades paralelas, como concursos, demonstrações e workshops, que vão com certeza fazer as delícias de muitos e ajudar a melhorar as técnicas de todos os interessados.
Dos vários workshops que irão decorrer ao longo dos três dias da «Cake Fest», cujo valor da inscrição é bem inferior aos preços habitualmente praticados, destaca-se o «Decoração de Bolos em Papel de Arroz», com a formadora Sandra Amaral; o «Aeorografia – Estruturas do Porto», a ser orientado por Luís Saraiva, e o «Modelagem de Rostos», que tem como formadora Nicole Veloso.
Para as empresas que atuam nesta área, o «Cake Fest» será uma grande oportunidade para apresentarem as suas novidades, promoverem as vendas, desenvolverem promoções de feira e envolverem os visitantes nesta arte, incrementando-lhes o gosto pelo «cake design».

A feira mais doce da Exponor tem as portas abertas de 5 a 7 de setembro entre as 10h00 e as 19h00 e, para lá de bolos que dão vontade de comer só de olhar, também terá em exposição vários materiais e utensílios adequados à confeção e desenho, as melhores matérias-primas e muitas surpresas para todos os participantes.
XXIV edição realiza-se na Exponor de 4 a 7 de Setembro

Ceranor: a feira de referência dos setores
da casa, decoração e brinde está de volta em Setembro

A 24ª edição da Ceranor promete, uma vez mais, ser o grande fórum de encontro entre os setores ligados à fileira casa, brinde e decoração. A acontecer de 4 a 7 de Setembro, a Ceranor é o maior ponto de encontro dos agentes diretamente ligados ao setor, promovendo a troca de experiências, a criação de sinergias e a realização de negócios.
Assumindo-se como a maior feira de homeware portuguesa, a Ceranor é ainda, de acordo com os seus responsáveis, “a plataforma certa para os expositores mostrarem o talento do seu negócio aos visitantes profissionais, tendo por isso fidelizado ao longo destes 24 anos alguns expositores desde as primeiras edições”.
Destinado exclusivamente a profissionais, este certame pretende estar cada vez mais centrado nos visitantes, criando-lhes para tal o cenário ideal para que sejam realizados negócios. Assim, e com esta orientação, a organização vai instalar um espaço lounge, propiciando desta forma um ambiente convidativo à negociação. Um ciclo de iniciativas desenhadas para as diferentes necessidades dos profissionais e o «Exponor Market Place» – uma feira online todo o ano e que destaca as empresas expositoras e os seus produtos - completam o quadro, que se pretende ideal, para que a Ceranor possa representar uma mais-valia económica quer para expositores, quer para visitantes.
Na edição anterior, a feira contou com 11 000 metros quadrados de área expositiva e foi visitada por 12 400 profissionais que, de acordo com um estudo, a maioria deles pretende conhecer as mais recentes colecções e novidades, sobretudo para a época forte, que começa a ser preparada: o Natal.
Resta salientar que entre os expositores contam-se fabricantes, importadores, representantes e criadores. Do lado dos visitantes estão retalhistas de artigos de decoração, lojas de decoração, grandes superfícies, hotéis, restaurantes e similares, decoradores e arquitetos de interiores.

A feira está aberta entre as 10h00 e as 19h00, nos quatro dias em que decorre.