Número total de visualizações de página

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

EUA e Canadá são destinos preferenciais
de exportação dos vinhos da Quinta do Portal

Os Estados Unidos da América são cada vez mais o principal mercado de referência para as exportações dos vinhos da Quinta do Portal, produtor vitivinícola do Douro que tem vindo a aumentar o seu volume de vendas ao exterior de forma acentuada, tendo, no ano passado, atingido cerca de dois milhões e 500 mil euros.
Actualmente, os EUA representam já 20% das vendas da empresa no estrangeiro, de entre os cinquenta países onde os vinhos da Quinta do Portal marcam presença. O vizinho Canadá é outro país que assume uma importância relevante, perfazendo ambos cerca de 30% do volume total de exportações.
Se a tendência se mantiver, e os dados disponíveis apontam nesse sentido, “dentro de aproximadamente cinco anos, Canadá e Estados Unidos ultrapassarão o mercado nacional como destino de preferência dos nossos vinhos”, assegura Manuel Castro Ribeiro, director-geral da empresa.
A qualidade intrínseca do produto é a grande mais-valia para o sucesso da entrada dos vinhos nestes mercados. Uma qualidade atestada pelas mais renomadas revistas da especialidade com sede nos Estados Unidos, como são o caso da «Wine Enthusiast», «Wine Spectator» ou a «Wine Advocate», publicações que de uma forma consistente têm atribuído notas bastante elevadas aos vinhos deste produtor nos seus painéis de prova.
A boa rede de distribuição e uma relação qualidade/preço muito apetecível são outros factores determinantes para a conquista deste exigente mercado, mas o vasto portefólio de vinhos, que permite um leque de escolha alargado para as mais diversas harmonizações, também é um factor fulcral. Os DOC Douro são o naipe de produtos mais procurados, “dado o seu carácter e o espectro de novidade para aquele mercado, que procura novos produtos de uma região que eles reconhecem mais pelo vinho do Porto”, sustenta Castro Ribeiro. A categoria «Colheita Tinto» tem sido o porta-estandarte da gama de entrada neste mercado. Mas os vinhos do Porto de 10 e 20 anos também registam um comportamento muito assinalável.

A relação entre a Quinta do Portal e o mercado americano estende-se também ao número crescente de turistas que se deslocam até à Casa das Pipas, unidade de enoturismo deste produtor. Contudo, é convicção do director-geral da Quinta do Portal que “há um grande trabalho ainda a fazer para cativar mais turistas norte-americanos, e não só, a visitarem esta região”.