Número total de visualizações de página

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

«Time2Export» prepara empresas
para negócios com o exterior

- a 12 de novembro na Exponor


Preparar as empresas para melhor explorarem as oportunidades de negócios que a economia global oferece em 20 mercados concretos é o principal objetivo do «Time2Export - Summit - global business», um evento de características muito práticas e objetivas que a Exponor – Feira Internacional do Porto estreia a 12 de novembro.
Compreendendo diversos workshops simultâneos de curta duração, entre as 9h30 e as 19h00, e ainda uma exposição com agentes económicos de referência ligados ao processo de internacionalização e um espaço de networking, a 1.ª edição do «Time2Export» conta com a participação de mais de duas dezenas de oradores de prestígio e com vasta experiência de negócios além-fronteiras. A meta é fornecer aos profissionais e empresas informações vitais, ferramentas e possibilidades de estratégia para exportar e/ou internacionalizar os seus negócios para 20 mercados da Europa, África, Américas e Médio Oriente, tendo em conta a complexidade do processo que tais opções implicam.
O evento, com diferentes modalidades de participação (individual, empresas, com ou sem espaço de exposição e promoção), é especialmente dirigido a responsáveis e decisores de PME da indústria, serviços e agricultura, responsáveis e técnicos de mercado, operações, logística, finanças, comercial e marketing, empreendedores e investidores.
“Trata-se de uma oportunidade única para ganhar um melhor conhecimento dos mercados, avaliar oportunidades de negócios e ter acesso a soluções costumizadas”, considera o diretor de Feiras e Congressos da Exponor, Filipe Gomes.
Dado o caráter prático desta iniciativa, o «Time2Export» apresentará também casos de experiências de internacionalização já concretizadas com sucesso nos diferentes mercados e em diferentes setores.
“Enquanto parceiros privilegiados das empresas, queremos levar até elas informação detalhada sobre soluções e serviços de valor acrescentado, tanto para as que têm vocação exportadora como para as que se encontram em processo de internacionalização”, aponta Filipe Gomes.
O «Time2Export» conjuga, por isso, as vertentes de formação e de informação com a possibilidade de aprendizagem e troca de experiência entre profissionais no domínio da internacionalização. Conta igualmente com os contributos de variadas empresas e entidades oficiais, incluindo o patrocínio do Montepio e a presença de 14 Câmaras de Comércio Bilaterais e duas dezenas de expositores.
“Pretendemos contribuir decisivamente para alavancar as exportações nacionais e para diminuir o risco para as empresas através de uma melhor preparação/informação sobre mercados”, acrescenta o diretor, recordando a importância de que as exportações se revestem para o desenvolvimento do País, de geração de riqueza e equilíbrio da nossa balança comercial.


Collove desfilou a sensualidade
da sua colecção Outono/Inverno

Qualidade, versatilidade, conforto, estilo e elegância são traços da colecção Outono/Inverno da Collove, marca de collants e roupa interior sem costuras que mostrou a sua colecção ao público da In Beauty, feira de cosmética, estética e beleza, que teve lugar, no passado dia 11 de Outubro, na MEO Arena.
Uma linha ecléctica, com soluções mais jovens e trendy ou mais clássicas, mas capaz de responder às diferentes necessidades da mulher moderna, activa, que procura no que veste conforto e simultaneamente, design e qualidade.
Perante uma plateia de cheia de caras conhecidas, como Liliana Campos, Débora Montenegro, Jéssica Athayde, Alexandra Fernandes ou Andreia Dinis, as manequins da Collove desfilaram os collants, meias, bodies, t-shirts, soutiens e diferentes modelos de cuecas, com padrões mais sóbrios ou mais quentes, num cenário de sensualidade e glamour que prendeu a atenção de alguns dos milhares de pessoas que passaram pela feira.
Trata-se, aliás, de uma colecção que segue as tendências de moda além-fronteiras e que teve excelente aceitação em feiras internacionais de moda onde a marca esteve presente, designadamente Paris e Bogotá, na Colômbia.
A marca distingue-se no segmento em que actua pelo fabrico do vestuário sem costuras, o que permite uma maior flexibilidade e conforto no quotidiano.

Comercializada pela Custoitex, a Collove está presente, para além de todo o território nacional, nos mercados norte-americano e europeu, depois de ter, recentemente, avançado para a internacionalização. Desde que foi criada, em 1976, mantém-se como uma empresa familiar com elevado know-how na produção de collants e roupa interior sem costuras. A gerência da empresa, que emprega cerca de 70 pessoas, é da responsabilidade de Sandra Morais.