Número total de visualizações de página

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014


Primeira loja portuguesa abriu em Setembro no Porto, em Miguel Bombarda, e já foi candidata aos «óscares» do retalho nos Mapic Awads!

TANYA HEATH Paris: surpreender com os sapatos
que ora são sabrinas, ora são scarpin ou stiletto

O presente de última hora ou aquele para quem tem um gosto mais requintado e é difícil de satisfazer pode estar ali, em plena rua das artes da cidade do Porto, na loja de sapatos para senhora TANYA HEATH Paris.
Este arrojado e inovador projecto da designer franco-canadiana é muito recente e está na Rua de Miguel Bombarda apenas desde Setembro, exibindo a originalidade de uns sapatos cujos tacões/saltos podem ser trocados ao longo do dia, com diferentes alturas e estilos, cores e padrões. Com um só par de sapatos, é possível calçar a condizer para as mais variadas situações do quotidiano, porque eles podem servir de sabrinas, scarpin, ou stiletto, sem nunca perder elegância, conforto e qualidade.
Constituindo várias surpresas num único par, os sapatos TANYA HEATH Paris, com lojas em vários países, chegaram a Portugal pela mão do casal de empresários Paula Andrade e Henrique Leite, que acreditaram na marca e decidiram apostar em levá-la à mulher moderna e sofisticada dos países lusófonos.
O primeiro sapato multifacetado que chegou ao mercado foi especialmente concebido a pensar nas necessidades da mulher cosmopolita, mãe, trabalhadora, mulher de negócios, que tem de estar preparada para as diferentes vertentes da sua vida, sem deixar o look sofisticado de parte. E que gosta de ser surpreendida com um presente personalizado no… sapatinho.
Dotadas de grande versatilidade e funcionalidade, as criações de Tanya Heath têm como grande vantagem a facilidade de adaptação com apenas um clic. O conforto é assegurado com recurso a materiais como espuma amortecedora e couro macio. Tudo sem descurar a vertente fashion, o toque de classe que faz a diferença.
Outra originalidade desta criação é o facto de cada par de sapatos ter um nome feminino, enquanto cada par de saltos tem um nome masculino em homenagem aos 14 engenheiros e vários artesãos que, durante três anos, participaram na sua concepção, elevando a um patamar superior a conjugação de tecnologia com inovação.
A invenção levou mesmo Tanya Heath a ser seleccionada pelos investidores do show televisivo canadiano “Dragons' Den” da CBC (semelhante ao “Shark Tank” da ABC), devido à originalidade e potencial da sua criação. Recentemente, a loja do Porto foi nomeada juntamente com a casa-mãe, em Paris, para a final dos Mapic Awards, uma prestigiada competição internacional que funciona como os «óscares» no sector do imobiliário de retalho.

Já imaginou a surpresa de encontrar um original par de sapatos “dentro” do sapatinho?

Gestor português de nível mundial
recebe prémio de empreendedorismo

- galardão entregue no congresso internacional VCIT

A capacidade empreendedora do gestor Pedro Ribeiro, que lidera actualmente a construção de dois mega-centros comerciais no Médio Oriente e um orçamento global de dois biliões de dólares, foi distinguida durante o Venture Capital IT 2014 - 14º Congresso Internacional de Empreendedorismo e Capital de Risco, que terminou hoje, em Lisboa.
«É, obviamente, motivo de orgulho ser alvo deste reconhecimento tão cedo na minha carreira, mas é também uma enorme responsabilidade e mesmo um desafio que, felizmente, me ajudará a esforçar-me ainda mais para me superar e não defraudar as expectativas que um prémio como este vem também criar», afirmou Pedro Ribeiro ao receber o galardão.
O gestor português, de 38 anos, tem vindo a sobressair mundialmente na concepção de grandes empreendimentos comerciais e o sucesso alcançado levou já a que recebesse convites das empresas líderes de mercado nessa área de gestão. Desde que chegou ao Médio Oriente abraçou dois projectos de grande envergadura. Um deles, já baptizado como “Mall of Qatar”, vai ser o maior centro comercial do emirado e tem inauguração prevista para 2015. Tem mais de 400 lojas em três pisos, numa área de 400 000 metros quadrados que inclui uma estação de metro integrada e uma área de estacionamento para 7 000 veículos. Espalhado numa área equivalente a 50 estádios de futebol, este centro comercial terá também um hotel de luxo, uma rua exclusiva de lojas de marcas de referência em duplo piso, cinco 'department stores', ruas temáticas, um 'souk' (mercado ao ar livre) árabe, um mercado de três andares, cinemas e 20 restaurantes internacionais localizados num quarto piso onde o tecto se abre, proporcionando vistas panorâmicas ao ar livre sobre toda a zona envolvente. O “Mall of Qatar” terá ainda uma ampla zona de diversão e uma cascata de água envolta por um oásis no meio do centro comercial.
Na sequência do êxito deste projecto, Pedro Ribeiro foi chamado a abraçar um segundo empreendimento no país. Trata-se do “Doha Outlet Mall”, tido como um “Super Regional Shopping Center” e idealizado para ser o grande destino comercial da região, constituindo a estreia do Qatar na construção de centros comerciais outlet. O projecto é do grupo Edara Holding e Pedro Ribeiro é o director-geral para os centros comerciais deste grupo, detido por uma das famílias mais tradicionais do Qatar.

Desde muito cedo que Pedro Ribeiro assumiu cargos com grandes responsabilidades, nomeadamente a nível da gestão e supervisão de lojas de insígnias internacionais, como a Levi Strauss e outras. Esteve, igualmente, envolvido na gestão do Outlet de Vila do Conde, a partir do que passou a focar-se mais na área dos centros comerciais. Passou também pela gestão do Grupo E. Leclerc e foi director-geral do Fórum Viseu. «Os centros comerciais constituem uma área de especialização que requer muito conhecimento do sector, conhecimento de mercado, história e actualidade, e ter credibilidade junto das principais marcas», explica o gestor.
É, assim, uma já assinalável carreira que justifica o prémio agora atribuído no Venture Capital IT 2014 - 14º Congresso Internacional de Empreendedorismo e Capital de Risco. Promovido pela Gesventure em colaboração com a APCRI- Associação Portuguesa de Capital de Risco e Desenvolvimento, este é um evento de referência nacional na área do Capital de Risco, Business Angels, empreendedorismo e inovação.
A iniciativa homenageia anualmente os empreendedores e as empresas que mais se distinguiram no desenvolvimento das suas actividades, através da atribuição de prémios nas categorias de Empreendedor, IntraPreneur e Autarca do Ano, Internacionalização e Inovação.
O congresso tem por missão promover a capacidade de empreendedorismo e, além de distinguir alguns ‘case studies’ individuais e corporativos cujo êxito constitui exemplo e estímulo para novos projectos, visa também aproximar quem conjuga ideias e potencial de quem tem capacidade e vontade de investir. Para estimular o arranque de projectos económicos com viabilidade de sucesso, reúne diversos especialistas nacionais e internacionais com foco no capital de risco, ‘business angels’, empreendedorismo e inovação.
«Queremos dar palco internacional à excelência, ao conhecimento e à partilha no ecossistema empreendedor português», explica Francisco Banha, CEO da Gesventure, sublinhando que «é tão importante reconhecer o mérito a empreendedores como Pedro Ribeiro como abrir caminho a quem mostre poder vir a seguir-lhe os passos».

Nesse sentido, durante o evento, é dada a oportunidade a vários empreendedores para exporem os seus projectos ao público, em apresentações de 10 minutos. Paralelamente, o Venture Capital IT contempla sessões em ambiente privado com sociedades de Capital de Risco e com Business Angels, nas quais os empreendedores e projectos previamente seleccionados pela Gesventure têm oportunidade de apresentar em exclusivo as linhas mestras do seu ‘business plan’ e tentar cativar o investidor para uma reunião subsequente.