Número total de visualizações de página

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Quinta do Portal lança Black Pur, vinho exclusivo
inspirado nas invasões francesas
- bravura do Douro associada às castas Malbec e Cabernet Sauvignon


Um vinho épico que evoca um episódio das invasões francesas. A Quinta da Portal lançou uma edição especial limitada de um vinho diferente e ousado, especialmente concebido a pensar nos verdadeiros apreciadores e colecionadores. 
A apresentação à comunidade enófila teve lugar na secular Livraria Lello & Irmão, no Porto, onde os wine lovers tiveram a oportunidade de provar o “Black Pur 2012”, um produto diferente daquilo que o Douro e a Quinta do Portal costumam fazer, mas que atesta o que de bom o campo de ensaios do enólogo Paulo Coutinho tem vindo a colocar no mercado. Num ambiente intimista, este néctar foi servido com poesia evocativa ao vinho, numa simbiose que conquistou todos os presentes. 
O vinho recorre a duas castas não tradicionais do Douro, que raramente são usadas em consonância, mas que gozam de muitos adeptos a nível mundial: Malbec e Cabernet Sauvignon. Duas variedades francesas para compor um vinho que vai beber o seu nome a um episódio histórico em que o famoso general Louis-Henri Loison provou um poderoso vinho do Douro. Extasiado, chamou-lhe “Black Pur” e disse só temer aquele vinho. E tinha razões para isso, de tal forma ficou encantado com a prova que baixou a guarda, o que terá contribuído para ser derrotado pelas tropas e milícias lusas.
É essa capacidade de sedução, esse poder, que a Quinta do Portal tenta transportar para o “Black Pur 2012”, com uma base de Malbec (67%), muito usada nos melhores vinhos do mundo, incluindo chilenos e argentinos, a que Paulo Coutinho associa a Cabernet Sauvigon (33%), originária da que é tida como “a rainha das uvas tintas”.
De edição limitada a 999 garrafas, este é um vinho de cor negro-violeta, mostra um nariz de flores bem secas e aromas de fruto preto com groselha e cereja. Na boca, revela uma irrepreensível frescura com correcta acidez (5,6 g/l), estruturado e de elegante volume. Presta-se a ser bebido com grande prazer, pois o seu final é fresco, guloso mesmo. O “Black Pur 2012” resulta de uma vindima manual com uvas que foram maceradas em pequenos lagares, após o que ocorreu um envelhecimento de cinco meses em cascos de carvalho usados. O engarrafamento ocorreu em Dezembro de 2014, com rolha de cortiça natural.
Sendo um vinho jovem, pode ser saboreado em copo de vinho branco, para se perceber toda a sua exuberância aromática, ou num copo mais aberto que permite sentir a sua complexidade.
Ideal para acompanhar carnes vermelhas ou peixes gordos, este vinho está dirigido a verdadeiros conhecedores e estará disponível por um pvp de 30 euros/garrafa em garrafeiras selecionadas. 



Sem comentários:

Enviar um comentário