Número total de visualizações de página

terça-feira, 16 de junho de 2015

Vinte e cinco pizzaiolos disputam 
II Campeonato Português de Pizza no Porto


O segredo está…o segredo está com os 25 pizzaiolos de algumas das melhores pizzerias nacionais, que no dia 20 de Julho vão submeter o resultado do seu trabalho ao julgamento de um conjunto reputado de chefs de cozinha, no II Campeonato Português de Pizza. Promovido no Jardim dos Clérigos pelo conceituado mestre pizzaiolo Antonio Mezzero, embaixador da Pizza Napolitana em Portugal, o evento inclui um show de pizza acrobática em que participam o tricampeão mundial da modalidade Paolino Bucca e o campeão mundial Leone Coppola.

O II Campeonato Português de Pizza, que começa pelas 16h00 e se prolonga até cerca das 20h00, é um espectáculo em si, pois as pizzas serão confeccionadas ao vivo e logo avaliadas por um júri de prestígio internacional, o que confere ainda mais credibilidade ao evento. A responsabilidade cabe desta vez a Augusto Gemelli, Hélio Loureiro, José Avillez, Leone Coppola, Marco Gomes e Pedro Lemos, que avaliarão as pizzas a concurso em duas categorias: as pizzas mais saborosas e as pizzas com melhor aparência.

O primeiro classificado recebe uma taça, qualificação e inscrição para participar no Concurso Mundial de Pizza. O segundo classificado recebe uma taça, qualificação e inscrição para o Campeonato Europeu de Pizza.

Este evento público vai realizar-se na zona da Baixa do Porto, no Jardim dos Clérigos, com toda uma envolvente prazerosa e um movimento turístico que constroem o cenário ideal para a promoção da pizza e das pizzerias nacionais, no fundo o grande mote desta iniciativa.

Além de ver os chefs em acção e a cozinhar ao vivo, quem passar por este local nobre da cidade tem também oportunidade de assistir a um Show de Pizza Acrobática, demonstração que arranca habitualmente grandes aplausos do público e que será protagonizada por dois dos maiores peritos na actividade.

O II Campeonato Português de Pizza, o maior do género realizado no nosso país, tem como grande impulsionador o napolitano Antonio Mezzero, radicado entre nós desde há sete anos e dono da prestigiada pizzeria Pulcinella, em Matosinhos. Como primeiro Embaixador da Pizza Napolitana na Europa e terceiro no Mundo, Antonio Mezzero é um grande entusiasta na divulgação das potencialidades deste prato italiano e tem até uma marca própria com os ingredientes de qualidade superior e produtos D.O.P. que permitem confeccionar a verdadeira pizza. A sua primeira grande acção pública de divulgação da pizza ocorreu em 2013, com a produção de uma mega-pizza de cinco metros de diâmetro para assinalar os 250 anos da Torre dos Clérigos.

Com a passagem nesta etapa portuguesa a ser obrigatória para obter classificação de acesso ao Campeonato Mundial da Pizza, que se realiza anualmente em Parma, e ao Campeonato Mundial de Pizzaiolo, que decorre todos os anos em Nápoles, é de recordar que os vencedores das duas categorias na competição portuguesa do ano passado conseguiram depois classificar-se entre os 100 melhores nos concursos internacionais, os quais registaram mais de 800 participantes cada.

O Campeonato Português de Pizza, cuja primeira edição atraiu milhares de pessoas à Praça de D. João I, em 2014, tem também uma vertente solidária, com as receitas provenientes das inscrições a reverterem a favor do Instituto Profissional do Terço, uma IPSS dedicada a crianças e jovens em risco.

Desigual Living chega a Portugal e abre primeiro showroom no Porto



‘Desigual Living’ é o novo conceito de produtos para o lar divertido e irreverente que a conhecida marca Desigual inaugura em Portugal, a 26 de Junho, apostando em trazer mais cor e diversão aos lares portugueses.

O primeiro showroom Desigual Living situado na Rua de Cedofeita, no número 376, coração da nova ‘baixa’ portuense e centro da vida cultural, chega ao nosso país pela mão da Nosolid, empresa portuguesa de mobiliário moderno que assume a distribuição retalhista do segmento a nível nacional. 

Conhecida pelo vestuário alegre e irreverente, a Desigual Living alia agora esse mesmo espírito ao sector ‘home & decor’, onde se incluem acessórios de decoração e vestuário que vão das roupas de cama e pijamas coloridos aos roupões e toalhas de banho, passando pelas mantas e almofadas de sala ou pelos aventais e toalhas de mesa e, ainda, toalhas de praia e acessórios de piscina. Sempre com cores alegres e padrões festivos. 

“Desigual no es lo mismo”: 

Este foi o primeiro slogan da marca e corresponde também a esta nova gama de produtos com a qual uma casa ficará completamente Desigual, aponta Vasco Carvalho, responsável da Desigual Living by Nosolid. 

O showroom Desigual Living by Nosolid, para além da área aberta ao público em geral, inclui um espaço especialmente pensado para o cliente profissional que pode ali conhecer ao pormenor toda a colecção, assim como a estratégia da marca, estabelecendo as bases do negócio. Também o cliente de retalho, interessado em revender os produtos da Desigual Living, terá um espaço tranquilo e uma equipa capaz de prestar todo o apoio e aconselhamento.

Caracterizada pela sua postura irreverente e de propostas ‘fora da caixa’ em termos de vestuário, a Desigual, com oito pontos de venda no nosso País, nasceu em 1984 da criatividade do suíço Thomas Meyer, que cedo pôs as pessoas a vestirem de maneira diferente, com roupas que ajudavam a gerar sentimentos positivos e a preços acessíveis.

Desde cedo bem aceite pelos consumidores, a marca tem registado um crescimento anual sustentado superior a 50% e faz da visita a qualquer dos seus mais de 8900 pontos de venda em 72 países uma experiência positiva que estimula os sentidos. A sua estratégia passa por contagiar os próprios funcionários e colaboradores com a ideia de que diversão e negócio não são apenas compatíveis e complementares, mas também necessários. Emana, por isso, positivismo, compromisso, tolerância, melhoria constante, inovação e diversão, atitudes essas que se alargam agora ao ambiente de casa com a nova aposta ‘Desigual Living by Nosolid’ no Porto, onde «tudo é Desigual, tudo é singular».