Número total de visualizações de página

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Casa de Santar obtém pontuações de relevo 
na prestigiada 'Wine Enthusiast'


A histórica marca “Casa de Santar”, do grupo Global Wines/Dão Sul, acaba de ver os seus vinhos pontuados pela revista norte-americana ‘Wine Enthusiast’, integrando o patamar dos que totalizam 90 ou mais pontos. Três deles merecem mesmo a chancela “Best buy/Boa compra” e outro recebe o selo “Editor’s Choice/Escolha do Editor”, o que significa um importante atestado global de elevada qualidade para os vinhos do produtor português no mercado americano.

Nas provas de 2015 daquela publicação, conhecidas esta semana, foram atribuídos 93 pontos ao Casa de Santar Reserva Tinto 2011 (pvp recomendado 12€). Trata-se de um vinho elegante e equilibrado produzido a partir das castas Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz, que estagiou 10 meses em carvalho francês e apresenta com cor rubi brilhante e aromas intensos a frutos silvestres e especiarias, com final aveludado.

Por sua vez, o sofisticado Casa de Santar Reserva Branco 2014 (pvp recomendado 9,90€), vinho proveniente das castas Cerceal, Encruzado e Bical, totaliza 90 pontos e merece a designação de “Editor’s Choice/Escolha do Editor”, o que reforça a distinção pela prestigiada revista.

O patamar dos vinhos que totalizam 90 pontos inclui o Casa de Santar Tinto 2012 (pvp recomendado 5,99€), que resulta da vinificação das três castas tintas ex-libris do Dão – Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz. Este vinho, que recebeu também o selo “Best buy/Boa compra”, é ideal para acompanhar carnes vermelhas, massas, caça e queijos. 
O painel de prova da ‘Wine Enthusiast’, destacou também o Casa de Santar Branco 2014 (pvp recomendado 5,49€), com a chancela “Best buy/Boa compra” e com uma pontuação de 87 pontos.
Refira-se que, além destes, o tinto Conde de Santar 2009 (pvp recomendado 45€), que tinha já sido provado e pontuado com 94 pontos pelos especialistas da revista norte-americana, voltou a ser incluído na lista que orienta aquele exigente mercado, com a chancela de “Best buy/Boa compra”.

Todos estes vinhos estão disponíveis no mercado nacional nas garrafeiras e principais insígnias da distribuição.
Iniciada em 1790, a história da marca “Casa de Santar” faz dela um expoente nos vinhos da Região Demarcada do Dão e uma referência no portefólio da Global Wines/Dão Sul, sendo distribuída no mercado nacional pela Vinalda. Situada na freguesia que lhe dá o nome, no concelho de Nelas, a propriedade engloba o solar da Condessa de Santar, datado dos séculos XVII e XVIII, vastos jardins e os vinhedos, além das adegas, tendo sido galardoada com o prémio de Produtor do Ano 2007 pela ‘Revista de Vinhos’.
Tradição das vindimas celebra-se na Quinta da Pacheca
entre a pisa da uva e a boa gastronomia


Participar na actividade das vindimas pode revelar-se uma experiência única, que assinalará para a posteridade a sua marca na colheita deste ano. A Quinta da Pacheca, produtor vinícola do Douro sediado em Lamego, vai ter as portas abertas em Setembro para receber os vindimadores, proporcionando-lhes experiências vínicas inesquecíveis, entre videiras, lagares e os bons prazeres da mesa. 

O dia de vindima começa pelas 10h00, onde os participantes são instruídos por pessoal especializado e equipados com chapéus de palha, lenços tabaqueiros, tesoura de corte e balde para começarem a meter mãos à obra, não sem antes o estômago ser forrado com um caldo de cebola e sardinhas assadas. Depois de hora e meia a vindimar, o almoço tem lugar por volta das13h00 junto às vinhas, incluindo sopa, um prato de peixe ou carne, fruta e café.

Da parte da tarde, e ainda antes da pisa da uva, a Quinta da Pacheca convida os vindimadores de ocasião a conhecer a magnífica propriedade, que guarda histórias seculares em cada recanto, e onde se respira a importância do vinho para toda uma região, que é a mais antiga Região Demarcada de Vinhos do mundo. Oportunidade ainda para conhecer o charmoso Wine House Hotel, recentemente premiado com os galardões de «Best of Wine Tourism» e «Melhor Enoturismo» pelo Guia Boa Cama, Boa Mesa, e ainda o recém-inaugurado Pacheca Wine Bar. No final da visita guiada, decorrerá uma prova de vinhos com algumas das prestigiadas referências da Quinta da Pacheca.

São 16h30 (as horas são meramente indicativas porque o programa tem horários flexíveis), as uvas estão no lagar e prontas a ser pisadas ao ritmo dos sons da concertina e cânticos tradicionais, da forma compassada que o mosto reclama. É o ritual da lagarada, com a força das pernas de homens e mulheres a serem empregues em momentos de convívio pelos quais os residentes do Douro aguardam ansiosamente durante todo o ano. Na altura será servido um vinho do Porto. 

Para a realização do programa será necessário um mínimo de duas pessoas e um máximo de trinta, sendo o custo de 75 euros por pessoa. Caso pretenda apenas participar no ritual da lagarada, o custo é de 20 euros por pessoa e as condições de disponibilidade são as mesmas: o mínimo de duas pessoas e o máximo de trinta.

A Quinta da Pacheca é um dos mais afamados produtores de vinho do Douro, tendo sido mesmo um dos primeiros a engarrafar com a sua própria marca. Beneficiando de uma localização única e privilegiada, os vinhos da Quinta da Pacheca são desenvolvidos com a paixão e o envolvimento cultural de quem tem uma ligação secular a esta região. Remodelada em 1916 com a construção de novos lagares e armazéns, é aqui ainda hoje que são vinificados os vinhos da Pacheca. A propriedade, de 57 hectares que se estendem até ao rio Douro, iniciou um novo ciclo de desenvolvimento em 2013, altura em que foi adquirida pelos empresários Maria do Céu Gonçalves e Paulo Pereira, passando então a integrar um moderno e dinâmico grupo empresarial. A nova equipa aposta no reforço da qualidade dos vinhos e na dinamização do Wine House Hotel Quinta da Pacheca.  


Programa de vindimas da Quinta do Portal
convida a experiências vínicas únicas



Mais do que um ritual, a época das vindimas é um acontecimento cultural. Uma actividade que reúne tradições e saberes populares ancestrais, que a Quinta do Portal quer dar a conhecer, num programa especial que inclui dormida, jantar gourmet e experiências vínicas.
As uvas estão prontas a ser colhidas das videiras, num ambiente que se quer de festa e convívio, para depois produzir o vinho do ano. Uma tradição que ainda é o que era para as gentes do Douro, cuja ligação ao mundo do vinho é umbilical.
Situado em Sabrosa, porta de entrada do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial, o produtor vínico Quinta do Portal possui um complexo enoturístico distinguido nacional e internacionalmente, que tem à disposição um programa especial de vindimas que lhe proporcionará uma experiência única. Durante todo o mês de Setembro e por apenas 190 euros por casal, poderá ficar alojado na elegante Casa das Pipas, hotel de charme da Quinta do Portal, o local ideal para se alhear da azáfama citadina. No interior do edifício e nas redondezas respira-se vinho e vinha por todos os poros, num ambiente deliciosamente calmo, que só é quebrado pelo chilrear dos pássaros ou pelas águas da piscina contígua ao hotel. Do programa, para lá de um welcome-drink com a marca Portal, faz parte um jantar gourmet no restaurante da quinta, com o menu a ter a assinatura do chef Milton Ferreira. Aqui, os sabores tradicionais do Douro vão à mesa harmonizados com os vinhos de referência da Quinta do Portal. Preparação para o dia seguinte, e para meter mãos à obra, munido do equipamento necessário para o corte da uva, deixando assim uma marca indelével na colheita deste ano, com a sua participação na vindima, onde gente especializada dará as instruções necessárias para uma actividade aparentemente simples, mas que tem os seus segredos. O programa também inclui uma visita à monumental obra arquitectónica de Siza Vieira – o armazém de envelhecimento de vinhos -, onde estagiam os néctares da Quinta do Portal em condições únicas de temperatura, e onde terá a oportunidade de realizar uma prova de vinhos. A estadia termina com um romântico passeio de barco no Douro.
O programa alargado contempla mais uma noite de estadia e um outro jantar gourmet no restaurante da Quinta do Portal, sendo o preço de 360 euros por casal. Em ambos os casos está incluída a oferta de um berço ou de uma cama extra.
A Quinta do Portal dedica-se à produção de vinhos DOC Douro, Vinhos do Porto de categorias especiais e Moscatel do Douro, tendo sido distinguida pela Wine & Spirits como uma dos 100 top Winery of the World. Possui, ainda, um complexo enoturístico constituído por duas unidades hoteleiras de charme, a Casa das Pipas e a Casa do Lagar, e um armazém de envelhecimento de vinhos desenhado pelo arquitecto Siza Vieira. Aos seus visitantes, disponibiliza também uma sala de visitas para provas e um restaurante gourmet que privilegia a cozinha tradicional portuguesa. Recentemente, a revista Forbes elegeu a Quinta do Portal como um dos melhores dez destinos enoturísticos do mundo e a Casa das Pipas venceu por duas vezes o prémio «Best of Wine Tourism», sendo todos os anos distinguida com o galardão «Chave Verde».