Número total de visualizações de página

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

O amor está no ar na Quinta da Pacheca!



Se o romantismo já é uma característica associada à Quinta da Pacheca, neste S. Valentim ela vai ser reforçada pelo programa especial que o The Wine House Hotel da Quinta da Pacheca preparou.

Celebrar o amor e a paixão não poderia ter melhor palco do que esta quinta histórica do Douro, cenário de Vale Abraão, o romance que Manoel d’Oliveira levou à tela, adaptado da obra homónima da escritora Agustina Bessa Luís. 

Os enamorados serão recebidos com um Porto de boas-vindas, a 13 de Fevereiro, e poderão ficar alojados em quarto duplo standard. O chef Carlos Pires está responsável por criar um menu estimulante, porque também à volta da gastronomia se reforça a paixão. Não faltará animação ao vivo, assim como uma foto para registar o momento para a posteridade.

No quarto a Quinta da Pacheca só pode assegurar um tratamento VIP, com Porto Tawny e trufas de chocolate, uma combinação perfeita que fará seguramente despertar os sentidos. O pequeno-almoço, no dia seguinte, é buffet e há a possibilidade de late check-out, porque o amor não tem de estar sujeito a horários rígidos. O preço do programa, por casal, é de 270 euros.
A chama da paixão pode ser prolongada por mais um dia e uma noite. Um menu de degustação ao jantar está incluído no programa e, caso entendam fazer a outra refeição no restaurante do The Wine House Hotel, as bebidas selecionadas pela Quinta da Pacheca serão oferecidas. Neste caso, o preço do programa é de 390 euros por casal.

O The Wine House Hotel

O The Wine House Hotel da Quinta da Pacheca está instalado numa casa típica do século XVIII, que foi toda restaurada e adaptada para servir de alojamento enoturístico. As obras de adaptação levaram em conta a necessidade de respeitar a traça arquitectónica original, até para manter o espírito familiar da quinta. A unidade hoteleira está equipada com 15 quartos, todos eles diferentes entre si e proporciona a todos os seus visitantes várias actividades paralelas. O restaurante está sob a batuta do chef Carlos Pires, que leva à mesa os pratos típicos durienses, mas com o toque requintado das tendências gastronómicas mais modernas.


Sem comentários:

Enviar um comentário