Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de março de 2016

Casa de Santar Reserva Tinto 2012
impõe-se no mercado norte-americano



O Casa de Santar Reserva Tinto 2012, da Global Wines, foi brindado com três distinções de destaque, num curto espaço de tempo e em diferentes fóruns vínicos.

A equipa de avaliadores do conceituado Robert Parker classificou este vinho dentro da mítica barreira de 90 pontos, considerando-o um exemplar que tem bem patente o carácter do Dão, com elegância e bastante gastronómico. 

À avaliação deste crítico, um dos mais conceituados «opinion makers» na área dos vinhos, seguiu-se uma alta pontuação na «Wine Spectator», outra referência mediática vínica norte-americana, para muitos a mais influente revista no seio da indústria do vinho. O Casa de Santar Reserva Tinto 2012 mereceu do painel de prova a excelente marca de 91 pontos, elogiando a poderosa estrutura do vinho e o aroma intenso a frutos vermelhas de ameixa e groselha bem apimentado.

Os 50 melhores vinhos portugueses para o mercado dos Estados Unidos da América foram apresentados a 28 de Março em Nova Iorque e entre eles consta o Casa de Santar Reserva Tinto 2012. A convite da ViniPortugal, especialistas norte-americanos avaliam centenas de referências de vinhos lusos, fazendo posteriormente uma selecção daqueles que melhor se adaptam ao mercado dos EUA. 

São três registos que se revelam de fulcral importância, tanto mais que surgem de um mercado prioritário, alvo de grandes investimentos promocionais das empresas de vinho nacionais, que ali vêem um elevado potencial de crescimento para as suas exportações.

O Casa de Santar Reserva Tinto 2012 é classificado, nas notas de prova da equipa de enologia liderada por Osvaldo Amado, como sendo “intenso em frutos silvestres e especiarias, com nuances de frutos vermelhos frescos e de tostados”. Composto pelas castas Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz é frutado, macio e equilibrado. Estagiou nove meses em barricas de carvalho francês e dois meses em garrafa, sendo ideal para acompanhar queijos maturados e iguarias de confecção estruturada e delicada da cozinha mediterrânica, chinesa, indiana e ainda africana.

O Casa de Santar Reserva Tinto 2012 já tinha, em anos anteriores, conseguido distinções de relevo, como os 93 pontos atribuídos pela revista «Wine Enthusiast», ou as medalhas de prata no International «Wine Challenge» e no «International Wine & Spirits Competition».


segunda-feira, 14 de março de 2016

Instituição procura melhorar condições de ensino para 85 crianças e jovens

Instituto Profissional do Terço angaria
verbas para equipar uma sala digital



O Instituto Profissional do Terço está a levar a cabo uma campanha de angariação de donativos para equipar uma sala de estudo digital, oferecendo assim melhores condições de estudo a 60 jovens e crianças do lar de infância e juventude, bem como 25 crianças da sala de estudo.

Esta IPSS portuense, que acolhe jovens e crianças em risco, está ciente da importância dos meios informáticos na qualidade de estudo e conta com o apoio do Novo Banco através do seu departamento de crownfounding, que financia o projecto em 10% da sua totalidade. O terminus da campanha é o último dia do corrente mês de Março, podendo contribuir entrando em https://novobancocrowdfunding.ppl.pt/sala-estudo-digital e seguindo os passos lá descritos. Será necessário atingir uma verba de 4 500 euros para que o projecto tenha viabilidade.

As crianças e jovens de hoje estão cada vez mais em contacto com um computador e/ou um smartphone e tendem, cada vez mais, a não se interessarem pelas plataformas tradicionais de estudo, substituindo-as por meios digitais como a internet. Além disso, os próprios estabelecimentos de ensino requerem com mais frequência o uso de plataformas informáticas para estudo e até para comunicarem com os encarregados de educação.

O Instituto Profissional do Terço é uma Instituição Particular de Solidariedade Social e de Educação, está a comemorar o 125º aniversário, e tem como objectivo essencial acolher, educar e formar crianças e jovens em risco, de grupos sociais excluídos ou vulneráveis.
Casa das Pipas convida a celebrar a Páscoa no Douro


Um programa relaxante para unir a família em período pascal é a proposta da Casa das Pipas, unidade de enoturismo da Quinta do Portal para celebrar esta Páscoa.

Situada em Celeirós do Douro, Sabrosa, e com o Alto Douro Vinhateiro a seus pés, esta charmosa e premiada unidade hoteleira está pronta para receber nesta Páscoa aqueles que amam o Douro e a boa gastronomia.

Depois de um welcome-drink e uma visita ao monumental edifício do armazém de vinhos desenhado por Siza Vieira, prémio arquitectónico do Douro, o jantar com a assinatura do chef Milton Ferreira, harmoniosamente servido na companhia dos vinhos da Quinta do Portal, promete seduzir os hóspedes. 

Dos aperitivos fazem parte uma salada de bacalhau, rolinho de queijo com pimentos assados e presunto serrano com queijo da ilha, que são servidos com o Portal Verdelho & Sauvignon 2015. Segue-se um arroz cremoso de abóbora menina com lascas de bacalhau confitado em azeite e queijo da serra, com um Quinta do Portal Tinta Roriz 2009. Lombinho de borrego com puré de batata e alho fecha uma refeição deliciosa, na companhia de um Portal Reserva Tinto 2011. O pão-de-ló não pode faltar na Páscoa e também não vai faltar à mesa deste repasto, mas com aquele toque diferenciado do chef Milton Ferreira. Pão-de-ló com gelado de baunilha e frutos do bosque é a sedutora sobremesa do menu de Páscoa.

O preço do programa é de 80 euros por pessoa, com pequeno-almoço incluído e ainda a possibilidade de adquirir vinhos na loja da Quinta do Portal com um desconto de 20 por cento. Há a possibilidade de estender a estadia por duas noites, sendo o preço do programa de 120 euros por pessoa.

Situada no coração da ímpar Região Demarcada do Douro, a Quinta do Portal tem vindo a ser consecutivamente reconhecida, quer pelos seus vinhos, quer pela sua capacidade enoturística. Além das medalhas e dos prémios conquistados pelos seus néctares, também a Casa das Pipas tem recebido inúmeras distinções. Já venceu duas vezes prémios do Best of Wine Tourism, ostenta o «Galardão Internacional Chave Verde» e a prestigiada revista norte-americana «Forbes» elegeu mesmo a Quinta do Portal como um dos dez melhores destinos vinhateiros de todo o mundo. O armazém de envelhecimento de vinhos, desenhado pelo arquitecto Siza Vieira, tem sido outro trunfo do pólo enoturístico da Quinta do Portal.

quinta-feira, 10 de março de 2016

Corte de barbas junta-se ao concurso de nail art

para dar ainda mais criatividade à Expocosmética

- profissionais e público encontram-se na Exponor de 2 a 

4 de abril 



Um desafio especial na área do corte de barba soma-se ao Concurso Nacional de Unhas, entre outras actividades, e constitui uma das novidades da Expocosmética, que se realiza de 2 a 4 de Abril na Exponor, alargando assim ainda mais ao público masculino o interesse por um setor tradicionalmente conotado com a mulher.

Com um apelo à imagem do lumber sexual, cada vez mais na moda, a Feira Internacional de Cosmética, Estética e Cabelo apresenta também as novidades em produtos, serviços, técnicas e equipamentos de alguma forma ligados a este setor, seguindo uma organização dos expositores em zonas diferenciadas: cabelo, estética, maquilhagem, unhas, spot zone, moda, dermocosmética, cosmética natural e palco.

A maior feira do setor que se realiza na Península Ibérica tem sempre associada uma figura pública e, desta vez, foi a atriz Sónia Balacó a personalidade nomeada como embaixadora do evento. A ex-modelo, que se dedica igualmente à poesia, deixará bem patente na Expocosmética a sua recente afirmação de que «é tolo achar que uma cara bonita tem de ser burra», já que a beleza interior e a exterior podem andar de mãos dadas.

A feira recorre, por isso, ao já habitual envolvimento de glamour e satisfação com a vida para promover em simultâneo os cuidados estéticos e a valorização profissional. O programa inclui criativos e coloridos concursos na arte de decoração de unhas, imaginativos desfiles de penteados, workshops de maquilhagem e inúmeras demonstrações de terapias e tratamentos estéticos, a par de ações práticas com os mais modernos equipamentos dedicados à beleza e ao bem-estar.

Ao longo de três dias, dois dos quais abertos ao público e o último reservado aos profissionais, a feira conta com atividades paralelas que estão organizadas por áreas temáticas: moda, unhas, cabelos (e barbas) e bem-estar, com variadas iniciativas de formação, demonstração, concurso e espetáculo, além de momentos de convívio social.
Especialmente focados nos fashion lovers, vão decorrer logo no primeiro dia três shows com as assinaturas de Júlio Torcato, Cheyenne e Concreto. Por seu lado, os nail lovers terão vários focos de interesse durante toda a feira, com destaque para o Campeonato de Unhas by Inja, que decorrerá nos dias 3 e 4 e estará organizado em seis categorias: Stiletto Design; Ultimate Nail Art CHallenge; French Sculpture; Mix Media Box; Soack off Fashion Design; e French Twist.
Ainda no tocante à crescente imaginação na arte de embelezamento de unhas, vão desenrolar-se a NAIL Academy by Catherine Nails & CEN, onde as melhores profissionais darão formação durante os dias da feira em todas as variantes que compõem o tratamento de unhas, e o Show by Gift of Life (dia 3), que prometem elevar os patamares da criatividade neste domínio.
Já a secção de hairstylists compreende, neste ano, a estreia da vertente das barbas com a final do Challenge Barber Shop que o CACP – Club Artístico dos Cabeleireiros de Portugal tem vindo a promover, estimulando a criatividade profissional em cabelo e barba. Os melhores trabalhos serão apresentados pelas 16 horas do dia 13, na Exponor.
Haverá também um espetáculo único pela equipa de estilistas internacionais da Tocco Magico (dia 4, entre as 15h e as 17h), onde as novas cores e os cortes serão uma mais-valia para qualquer profissional, bem como demonstrações e desfiles pela Chave da Beleza.
Por outro lado, a Expocosmética reforça nesta 21.ª edição apostas já anteriormente lançadas com grande sucesso, como é o caso do Congresso Científico de Estética (dia 3), inserido na importante área de welness and spa. Pelo terceiro ano consecutivo, este congresso visa dar um importante contributo para a valorização dos profissionais de estética através da disponibilização de conteúdos científicos e apresentando as mais recentes novidades neste campo. Estão ainda agendados um show de massagens pela ANEP (dia 4) e vários outros workshops práticos, como o de ‘Liberdade de expressão pela imagem’ (dia 4), da Revista Estética Viva, e o de “Maquilhagem com aerógrafo para noivas” (dia 5), pela Airbase.
Refira-se que, na última edição, a Expocosmética conseguiu atingir a fasquia dos 40 mil visitantes, atraindo quase dois mil estrangeiros, essencialmente profissionais.

A feira está aberta para o público em geral nos dias 2 (14h/20h) e 3 (10h/20h), enquanto no dia 4 (10h/20h) o acesso é exclusivo para os profissionais do setor. O preço da entrada é de cinco euros para o público não profissional e de três euros para os profissionais que não possuem convite.

Para a edição deste ano está previsto um pré-opening no dia 2, entre as 10h e as 14h, só para convidados.

terça-feira, 8 de março de 2016

‘Born boutique & gourmet café’ junta em Cedofeita, no Porto,
a decoração de interiores e a vertente gourmet!


No nº 378 da Rua de Cedofeita, no Porto, nasceu no passado dia 5 de Março, o «Born boutique & gourmet café», um showroom das marcas distribuídas pelo grupo Nosolid S.A., Desigual Living e ConceitoCasa, e onde pode encontrar todas as soluções para a casa.

Pretende-se que este espaço possa responder a todas as solicitações de que à casa dizem respeito, desde o mobiliário à iluminação, das peças de decoração, aos têxteis-lar, passando pelas fragâncias, até aos produtos que vão à mesa ou à garrafeira. 

As marcas representadas são especializadas nas mais diferentes valências para as necessidades da decoração de interiores. A Conceitocasa, marca 100% portuguesa de mobiliário, tem design exclusivo e usa matérias de excelência na produção das suas peças, com uma excelente relação qualidade/preço, esta será uma das marcas de eleição deste espaço. Já a Desigual Living tem uma arrojada linha de têxteis-lar, na esteira daquilo que é a imagem de cunho da conceituada marca espanhola. Para lá destas, o espaço comercializará produtos de outras marcas de renome internacional, como são os casos da Tom Dixon, Menu, Eva Solo, Millefiori, Asa Sellection ou Reisenthel.

Um espaço concebido a pensar no público em geral que ama a decoração de interiores, mas também no público profissional, que aqui pode encontrar soluções integradas para o seu projecto. 

Destaque, ainda, para uma área reservada aos produtos gourmet, onde é possível degustar produtos de qualidade numa pausa de trabalho ou num convívio social e, se for caso disso, adquiri-los e levar para casa... Também aqui o espaço «Born boutique & gourmet café» não deixou os seus ‘créditos por mãos alheias’ e os clientes podem encontrar iguarias das marcas Santa Catarina (conservas), Farmhouse Biscuits, Bovetti Chocolatier ou QSE – Quinta de Santa Eugénia, entre muitos outros.

Definitivamente… ‘O Porto está na moda”!


Vinhos da Global Wines conquistam Robert Parker,
conceituado crítico norte-americano 


Oito vinhos da GlobalWines/Dão Sul viram as suas qualidades distinguidas pela equipa de um dos mais prestigiados críticos de vinhos mundiais, Robert Parker, com notas iguais ou superiores a 90 pontos.~

O destaque maior vai para dois vinhos do Dão, o ‘Paço dos Cunhas de Santar Vinha do Contador tinto 2009’ e o ‘Casa de Santar Touriga Nacional tinto 2010’, bem como o bairradino ‘Encontro 1 branco 2012’, avaliados com a excelente marca de 92 pontos pela equipa de provadores de Parker, encabeçada por Mark Squires, especialista nos vinhos portugueses. Nas notas de prova, e em relação aos dois primeiros, considera-se estar nestes vinhos bem patente o carácter do Dão, elogiando-se a “elegância e a acessibilidade”. No ‘Encontro 1 branco 2012’, Squires também encontrou a marca da GlobalWines, realçando “um vinho frutado, delicioso, fino e elegante”. 

Com apenas menos um ponto, mas acima da mítica barreira dos 90 pontos que distingue com excelência os vinhos submetidos a prova, aparecem o ‘Paço dos Cunhas de Santar Vinha do Contador branco 2013’, o ‘Encontro 1 tinto 2010’ e o alentejano ‘Herdade Monte da Cal Saturnino Grande Reserva tinto 2011’. Ainda dentro deste patamar de alta qualidade estão também o ‘Casa de Santar Reserva tinto 2012’ assim como o ‘Herdade Monte da Cal Saturnino Grande Reserva branco 2013’, avaliados pelo crítico norte-americano com 90 pontos.

Robert Parker é um dos mais conceituados «opinion makers» na área dos vinhos e as suas avaliações são religiosamente seguidas por consumidores, distribuidores e retalhistas, pelo que estes resultados conseguidos pela GlobalWines se revestem de grande importância.





quarta-feira, 2 de março de 2016

Quinta do Portal rejuvenesce perfil 
do vinho do Porto com o seu novo ‘White Port 10 anos’!



Fresco, equilibrado e especiado, o Quinta do Portal White Port 10 anos é a mais recente novidade deste produtor duriense, que os seus responsáveis acreditam ser um contributo importante para a renovação do perfil dos vinhos do Porto.

Há já algum tempo que a equipa de enologia da Quinta do Portal, liderada por Paulo Coutinho, tem vindo a introduzir novas referências no seu portefólio de vinhos, oferecendo ao mercado produtos diferenciados com o intuito de conquistar novos consumidores.

Este Quinta do Portal White Port 10 anos enquadra-se dentro dessa filosofia, pretendendo ganhar espaço entre os novos consumidores, por norma mais predispostos a aderir a produtos novos, mas mantendo aquilo que é a traça e o carácter do vinho que mais celebriza o Douro internacionalmente: o vinho do Porto. Este é, no entanto, um Porto especial, que, nas notas do enólogo Paulo Coutinho, “impressiona pela harmonia entre a complexidade de um vinho velho, com especiarias e frutos secos, e a sua frescura, marcada por fruto amarelo e notas florais”. Apresenta-se de cor dourada brilhante e revela “uma bela acidez em boca, a equilibrar o carácter final mais melado e especiado, terminando longo e fresco, a convidar a um próximo trago”.

Este vinho, fresco e jovial, provém de várias castas tradicionais da Região Demarcada do Douro, tais como a Malvasia Fina, a Gouveio ou a Rabigato e a vindima foi feita com corte manual, tendo envelhecido em cascos de madeira velha até ao engarrafamento. Com um teor de álcool de 20% deve ser servido ligeiramente fresco com os tradicionais doces de ovos ou queijos, mas é também uma excelente bebida para servir em convívios sociais, por exemplo como vinho de companhia após o jantar. Foram colocadas no mercado 12 mil meias garrafas, o que permite um consumo na totalidade, em qualquer convívio familiar ou de amigos. O preço recomendado de venda ao público é de 13,50 euros.

A Quinta do Portal ofereceu ao mercado nos últimos anos várias referências novas, algumas completamente inovadoras, na senda daquilo que é o posicionamento da empresa no contexto da produção vinícola. Exemplo disso é o Portal Fémina Doce, que inaugurou a categoria de vinhos DOC Douro Doce e que já ganhou seguidores entre o público jovem e feminino. O mesmo aconteceu com o Portal Black Pur, uma edição especial limitada de um vinho ousado, especialmente produzido a pensar em colecionadores, ou o Quinta do Portal Verdelho & Sauvignon, que junta duas castas distintas não originárias do Douro, mas que é vinificado com o saber que só o Douro tem.

A Quinta do Portal

Localizada na Região Demarcada do Douro, mais precisamente em Celeirós do Douro, no vale do rio Pinhão, a Quinta do Portal dedica-se à produção de vinhos DOC Douro, vinhos do Porto de categorias especiais e Moscatel do Douro, tendo sido distinguida pela Wine & Spirits como uma dos 100 top Winery of the World. Possui, ainda, um complexo enoturístico constituída por duas unidades hoteleiras de charme, a Casa das Pipas e a Casa do Lagar e um armazém de envelhecimento de vinhos desenhado pelo arquitecto Siza Vieira. Aos seus visitantes, disponibiliza também uma sala de visitas para provas e um restaurante, comandado pelo talentoso chef Milton Ferreira, que privilegia a cozinha e os produtos tradicionais portugueses. 


Rui Nunes avança para a liderança da Secção
Regional Norte da Ordem dos Médicos



Rui Nunes, médico e professor catedrático da Faculdade de Medicina do Porto, é candidato à presidência da Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos.

O anúncio do também presidente da Associação Portuguesa de Bioética surge na sequência de uma série de apelos de profissionais médicos de todo o país e de todas as especialidades, para que possa pôr a sua vasta experiência em todos os domínios da saúde ao serviço dos médicos, numa altura em que a profissão se depara com uma série de desafios novos.

«Dignidade e afirmação» será o lema de uma candidatura que sabe que nos últimos anos, o exercício da profissão médica passou a estar "sob forte escrutínio social", defendendo Rui Nunes que "as fortes restrições sociais e económicas que o País e os serviços de saúde sofreram nos últimos anos ditaram até dificuldades na boa aplicação das práticas médicas". As questões da formação de jovens médicos são particularmente acarinhadas por Rui Nunes, numa altura em que pela primeira vez existem médicos a ficar no desemprego, uma situação inédita.

Outra das grandes preocupações da sua candidatura prende-se com as questões éticas e deontológicas, tema em que é uma das pessoas mais habilitadas do País, por força de há muitos anos ser presidente da Associação Portuguesa de Bioética. "A interpelação sistemática dos valores que orientam a profissão médica é uma preocupação crescente", revela Rui Nunes, que tem assumido particular protagonismo na recente discussão sobre a legalização da eutanásia, que estará em breve na agenda política, colocando uma série de questões delicadas aos médicos.

Estes são pontos fortes de uma candidatura que apresentará muito em breve de forma exaustiva todo o programa que submeterá ao sufrágio dos médicos do Norte, no acto eleitoral que está marcado para o final do corrente ano.

Grande impulsionador do Testamento Vital e primeiro presidente da Entidade Reguladora da Saúde, Rui Nunes preside hoje ao Conselho Consultivo da instituição e à Direcção da Associação Portuguesa de Bioética; é director do Departamento de Ciências Sociais e Saúde da Faculdade de Medicina do Porto, onde lecciona, e integrou o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (2003-2009), sendo também actualmente coordenador do Conselho Nacional para o SNS da Ordem dos Médicos. É ainda membro do Kennedy Institute of Ethics (EUA), do Hastings Center (EUA), da Biopolitics International Organization (Grécia) e da Academia Portuguesa de Medicina, bem como da International Society on Priorities in Health Care (Reino Unido) e da European Health Management Association. Coordena o Programa Porto Cidade de Ciência e foi administrador da Fundação Ciência e Desenvolvimento (Câmara Municipal do Porto) entre 2009-2013. Tem publicados 20 livros, entre os quais “Regulação da Saúde” e “Testamento Vital”, 190 trabalhos e pareceres e fez mais de 900 comunicações científicas em congressos e seminários, nacionais e estrangeiros.