Número total de visualizações de página

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Jantar vínico na Casa de Santar assinado pelo chef Henrique Sá Pessoa a 3 de Setembro

Osvaldo Amado, responsável pela enologia da Global Wines, faz a harmonização com os vinhos



O talento e criatividade do chef Henrique Sá Pessoa junta-se aos vinhos da  Global Wines para uma experiência gastronómica exclusiva, a 3 de Setembro, no Paço dos Cunhas de Santar, em Nelas, Viseu.
Esta é uma altura do ano especialmente importante para a população do Dão, com a realização da tradicional feira de vinhos da região, que tem o concelho de Nelas como anfitrião. É aqui que está sediado o enoturismo do Paço dos Cunha de Santar e onde será possível degustar este jantar vínico, marcado para as 20h00.
Num ambiente acolhedor e elegante, o chef Henrique Sá Pessoa, o chef executivo dos restaurantes da Global Wines, Henrique Ferreira, e o seu director de Enologia, Osvaldo Amado, sugerem um ‘Cabriz Espumante Bruto’ de boas-vindas, seguido de um amuse bouche com gamba ao alhinho, acompanhado de um ‘Cabriz Reserva Branco’. 
A entrada chega com um lombo de atum, esparregado de salsa, beterraba e trigo sarraceno tostado, que casa com um ‘Paço dos Cunhas Nature’, um vinho biológico nascido nas vinhas da propriedade. O primeiro prato, de peixe, é uma garoupa assada, xérem, caldo de caldeirada e especiarias, harmonizado com um ‘Santar Reserva Branco’. 
O segundo prato, de carne, é um lombo de borrego, gnochi de migas, jus de ervilhas e hortelã, na companhia de um ‘Cabriz 25 anos’, outra marca comercial da Global Wines que está a festejar as bodas de prata e lançou uma edição especial comemorativa da efeméride. Remata o repasto uma manga, frutos exóticos e sésamo preto, com um ‘Cabriz Ímpar’.


Este exclusivo jantar tem um custo de 42,50 euros por pessoa.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Vinhos Cabriz e Feira dos Vinhos do Dão celebram bodas de prata com bolo vínico de 250 quilos!

O Dão é ainda mais Cabriz de 2 a 4 de setembro, altura em que a conceituada marca de vinhos e a Feira do Vinho do Dão, que se realiza no concelho de Nelas, comemoram conjuntamente 25 anos de existência.


Os dois aniversariantes têm uma história indissociável e que vão reforçar com o fabrico de um bolo vínico gigante comemorativo da ocasião, que terá o formato das garrafas que Cabriz lançou no mercado especialmente dedicadas aos 25 anos da marca. O bolo, com aproximadamente 250 quilos, estará a ser pintado ao vivo por um artista local, Aires dos Santos, e a cerimónia de parabéns e de abertura do referido bolo terá lugar dia 4, pelas 16h00 no largo fronteiriço à Câmara Municipal de Nelas. Neste dia, todos os visitantes desta feira poderão degustar o bolo, assim como contribuir voluntariamente com o donativo que entenderem, que reverterá integralmente para os Bombeiros Voluntários de Nelas e Canas de Senhorim.
Cabriz reforça assim a sua chancela de sociabilidade, convívio e responsabilidade social, reconhecendo e ajudando as corporações de bombeiros que com galhardia e estoicismo defendem pessoas e bens durante os fogos florestais.
Os vinhos Cabriz têm vindo a celebrar os 25 anos da sua história e a principal marca do grupo Global Wines/Dão Sul celebra a efeméride sob o lema “Dão é Cabriz”.
Nova imagem, novos rótulos, acções nos pontos de venda, publicidade com forte impacto, passatempos e oferta de prémios aos consumidores ajudam a contar a história da icónica marca do Dão, celebrizada pela qualidade, excelência e inovação.
A Feira do Vinho do Dão é o maior certame profissional de vinhos de toda a Região Demarcada, envolvendo produtores dos 16 municípios que a compõem, estimando-se que este ano se registe o maior número de presenças de sempre na feira. É uma das principais montras para os produtores da região promoverem os seus produtos, chamando até Nelas muitas visitantes, também em busca da boa gastronomia local.
Espectáculos musicais, torneios desportivos ou palestras gastronómicas fazem parte do programa da feira, que decorre de 2 a 4 de setembro e que promete ser um momento de grande exaltação da vitalidade dos vinhos do Dão.

HORÁRIOS
Sexta-feira, 02 de Setembro 2016 – 15h00 às 00h00
Sábado, 03 de Setembro 2016 – 10h00 às 00h00

Domingo, 04 de Setembro 2016 – 10h00 às 00h00

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Vindimas na Casa de Santar convidam para uma viagem no tempo e na História


Conjugar um dia no campo, em plena região vinícola do Dão, com uma jornada de trabalho agrícola dedicado às vindimas é o convite lançado pelo produtor Casa de Santar a amantes do vinho, curiosos ou apaixonados pelo ambiente campestre, que têm assim oportunidade de aprender ou reviver práticas ancestrais que dão origem ao vinho.


O programa, que se desenrola entre 24 de setembro e 8 de outubro, replica a atividade tal qual ela decorre habitualmente, nomeadamente com refeições ao ar livre e o trabalho lado a lado, em verdadeira partilha, com quem sabe há muito como se desenvolve esta prática tão típica quanto antiga.
Conhecida por ser uma das mais emblemáticas vinhas do Dão, a Casa de Santar está situada numa nobre vila secular, rodeada de paisagens soberbas, no concelho de Nelas. Aí, numa envolvência deslumbrante e onde se respira tradição, os candidatos a vindimadores podem viver uma jornada autêntica que os fará entrar aprofundadamente no ciclo do vinho.
O programa tem início, logo de manhã, com um welcome coffee de partida para a verdadeira experiência de descoberta, em caminhada até às vinhas que dão os famosos vinhos da Casa de Santar. Já no terreno, uma equipa especializada em enologia e enoturismo faz uma introdução às atividades, onde se conjugam em perfeita harmonia a natureza, a História e o vinho, assegurando um acompanhamento personalizado que inclui a entrega de um ‘kit de vindimas’. Tudo ao som dos cantares típicos com que um grupo de cantadores e tocadores irá marcar o ritmo dos trabalhos.
Apetrechados para deitar mãos à obra, os vindimadores de ocasião iniciam o corte das uvas e vão trocando impressões com os especialistas, iniciando-se nas técnicas e aperfeiçoando-se.
A meio da manhã, há direito a uma “bucha” e é também oportunidade para dar mais atenção à música e aproveitar a partilha de histórias ancestrais por gente que vindima há décadas e conhece todos os segredos vinhateiros.
Após a retoma dos trabalhos, chega a hora de um almoço campestre, estilo piquenique gourmet, servido no meio das vinhas e constando de produtos típicos da região com qualidade superior. Depois, claro, é tempo de uma pausa para retemperar as forças e descontrair.
No regresso à Casa de Santar, tem lugar uma visita com explicação do circuito da adega, dos vários processos de vinificação disponíveis e de como eles influenciam as características de cada vinho. Para quem quiser levar o espírito de vindimas até ao fim, há ainda ocasião de participar na tradicional pisa da uva ou, pelo menos, assistir à aventura dos mais afoitos.
A jornada inclui também uma visita guiada aos belos jardins e museu dos coches da Casa de Santar, e finaliza com a entrega do diploma de participação na ‘Vindima Casa de Santar’.
O programa custa 45 euros por pessoa (20 euros para menores de 12 anos) e está sujeito à participação de um mínimo de 20 pessoas, bem como às condições climatéricas.


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Quinta da Pacheca convida a deixar a sua marca na vindima de 2016


A Quinta da Pacheca abre as portas da sua propriedade a quem queira participar na excitante realidade das vindimas, entre 15 e 30 de Setembro. Um convite para partilhar a altura do ano mais importante para a empresa e para a região do Douro, convidando todos os interessados a serem parte integrante de uma vindima que cumpre com os rituais mais ancestrais da população local.

Um dia de vindima que pode ficar para sempre marcado na sua memória começa com uma recepção na adega, pelas 10h00, onde os participantes serão equipados com chapéus de palha, lenço tabaqueiro, tesoura de corte e balde. Depois de uma breve explicação sobre as tarefas são servidos um caldo de cebola e sardinhas assadas em fatia de pão de milho com azeite.
Depois de hora e meia de trabalho no meio das vinhas será servido um almoço que contempla sopa, prato de peixe os carne, fruta e café, com água e vinhos incluídos. Da parte da tarde, tempo para uma visita guiada a toda a propriedade e uma prova de vinhos, antes do início da lagarada, onde se dá a pisa da uva e é servido um vinho do Porto.
Este programa, para se realizar, terá de ter um mínimo de duas pessoas e um máximo de 30, custando 75 euros por pessoa.
Sendo um dos rituais mais típicos da época das vindimas, a Quinta da Pacheca proporciona um programa só focado na lagarada, com os interessados a serem convidados a pisar as uvas no lagar devidamente coordenados e ao som de concertinas, não sem antes fazerem uma prova de vinhos e uma visita guiada a toda a propriedade. Este programa mais reduzido custa 20 euros por pessoa.
Contactos para reservas:
Telefone: 254 331 229

Quinta do Portal convida a vindimar e a deixar a sua marca na colheita de 2016


A época das vindimas é o acontecimento cultural mais típico do Douro. Um ritual que a Quinta do Portal quer partilhar com todos os interessados, num programa especial que inclui dormida, jantar gourmet e experiências vínicas. Situado em Sabrosa, porta de entrada do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial, o produtor vínico Quinta do Portal possui um complexo enoturístico distinguido nacional e internacionalmente, que resulta no local ideal para experiências sensoriais à volta do vinho.


Em Setembro, por apenas 95 euros por pessoa, poderá ficar alojado num quarto de casalna elegante Casa das Pipas, hotel de charme da Quinta do Portal, usufruindo de um programa do qual faz parte faz parte um jantar gourmet no restaurante da quinta, com o menu a ter a assinatura do chef Milton Ferreira. A título de exemplo, poderá deliciar-se com uma entrada constituída por uma salada de polvo com coulis e espuma de pimentos, seguida de uma sopa da vindima, um creme de abóbora com lascas de bacalhau confitado em azeite. A proposta para prato principal é um borrego em crosta de ervas aromáticas, batata gratinada, legumes assados e molho da peça com uvas frescas e alecrim. Remata a refeição um crocante de uvas frescas com zabaione de vinho do Porto e uvas frescas. Sabores que vão à mesa harmonizados com os vinhos de referência da Quinta do Portal.

Se o dia seguinte for de vindimas, os hóspedes serão munidos do equipamento necessário para o corte da uva, deixando assim a sua marca indelével na colheita deste ano, com gente especializada a monitorizar os trabalhos.

O programa também inclui uma visita à monumental obra arquitectónica de Siza Vieira – o armazém de envelhecimento de vinhos -, onde estagiam os néctares da Quinta do Portal em condições únicas de temperatura, e onde terá a oportunidade de realizar uma prova de vinhos. A estadia termina com um romântico passeio de barco no Douro.

O programa alargado contempla mais uma noite de estadia e um outro jantar gourmet no restaurante da Quinta do Portal, sendo o preço de 180 euros por pessoa.


quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Agri Milk Show quer alavancar crescimento do sector leiteiro

Enfrentar com sucesso a abertura global dos mercados e o fim das quotas leiteiras na União Europeia são dois dos principais desafios que fazem nascer, de 3 a 6 de Novembro, o Agri Milk Show – Feira Internacional do Agro-Negócio Leite e Alimentação. A Exponor, em Matosinhos, receberá assim um evento inovador onde produtores, tecnologia, maquinaria, equipamento agrícola, investigação, biotecnologia e marcas se juntam num grande fórum de reflexão e galvanização do setor. 



Congressos, seminários, workshops e um concurso da raça Holstein-Frísia - a vaca leiteira por excelência -, marcarão o Agri Milk Show, uma injecção de confiança e motivação para o sector “para que acreditem no potencial que existe no país, acreditando no futuro e na sustentabilidade do setor. É preciso defender a capacidade instalada e o kow- how avançado existente”, sublinha Carlos Diogo Salgueiro, presidente da Associação Portuguesa de Criadores de Raça Frísia, que co-organiza esta feira com a IS INTERNATIONAL, empresa organizadora de eventos.
“O leite é aposta nesta feira de nicho, que quer estar à altura da grandeza do setor em Portugal”, sintetiza o director do certame, Miguel Corais, da IS INTERNATIONAL, prometendo surpreender o mercado já nesta edição de estreia, na qual estarão presentes todos os agentes envolvidos na fileira, de modo a criar uma “plataforma de negócios e de conhecimento”. O objectivo primordial da feira, que pretende tornar-se numa das principais referências do sector, é fortalecer toda a cadeia produtiva e integrar-lhe também o produto final, associando-lhe para tal os factores qualidade, nutrição e saúde.
Agri Milk Show quer, ainda, ser um fórum de reforço da capacidade de exportação e internacionalização dos diversos operadores económicos ligados ao leite e ao agro-negócio, um sector que representa em Portugal mais de mil milhões de euros.
O certame, cujo espaço está já comercializado em mais de 50%, tem como um dos pontos altos o 36º Concurso Nacional da Raça Holstein-Frísia, a tradicional vaca preta e branca, também conhecida por “turina”, que é a principal produtora de leite.
Paralelamente, a Agri Milk Show pretende também dar um contributo decisivo para alavancar o sector e para tal vai mobilizar produtores de todo o país, do Norte e Centro, do Alentejo e dos Açores, não esquecendo o interesse dos nossos vizinhos da Galiza e das Astúrias. “É cada vez mais importante integrar e ligar a produção, a indústria, a distribuição, as instituições e os organismos governamentais, numa força de cooperação que transmita pujança e perspectivas de futuro”, afirma Miguel Corais.

A organização pretende ainda atrair a visita do público/consumidor final, pelo que programou demonstrações, provas, concursos e, ainda, um show cooking onde os principais ingredientes serão os produtos lácteos.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Quinta do Portal recebe exposição de nomes consagrados da gravura internacional

O produtor vinícola Quinta do Portal está desde a primeira hora com a Bienal Internacional de Gravura do Douro. Uma iniciativa cultural que vai já na sua oitava edição e que arranca no dia 10 de Agosto, no concelho de Alijó, e durará até finais do mês de Outubro. 

Um conjunto de obras representativas da gravura tradicional, mas também muitos exemplos de renovadas tendências da gravura digital estarão expostos no armazém de envelhecimento de vinhos da Quinta do Portal, integrando um programa em que o grande homenageado é Júlio Pomar.

Esta é a maior edição de sempre de um dos maiores eventos internacionais de arte gráfica, com 1300 gravuras para apreciar, da autoria de 604 artistas das mais diferentes proveniências, representando um total de 70 países. Várias conferências, workshops e 17 exposições espalhados por toda a região duriense, compõem o programa desta bienal.

A Quinta do Portal associa-se, assim, a um evento de cariz cultural, à semelhança do que costuma fazer com o Douro Film Harvest, reforçando o posicionamento junto do segmento a quem se dirige.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Vinhos Cabriz levam os sabores do Dão a sua casa pelas mãos do Chef Henrique Ferreira!

Passatempo #cabrizfazafesta decorre de Agosto a Novembro

Não é para todos, é só para quem tem o bom gosto de beber Cabriz. De Agosto a Novembro, «Cabriz Faz a Festa - Levamos o Chef a tua Casa» é o passatempo que promete levar o talentoso Chef da Global Wines, Henrique Ferreira, até à cozinha dos vencedores da iniciativa.


Cabriz volta assim a associar-se a momentos de festa e partilha, com um passatempo simples para quem participa e que levará o Chef Henrique a confeccionar um menu de degustação exclusivo, harmonizado com os vinhos da marca, na própria casa dos grandes vencedores.
Na aquisição de uma ou mais unidades de vinhos Cabriz, durante os meses de duração do passatempo, o consumidor e participante terá apenas de colocar uma imagem original, onde a garrafa de Cabriz esteja bem visível, na sua conta pessoal de instagram ou no perfil de facebook de Cabriz, com a hashtag #cabrizfazafesta Por cada garrafa que adquirir, pode repetir o procedimento e, naturalmente, mais hipóteses haverá de sair premiado.
Todos os meses irá ser encontrado um vencedor, que será contactado pelos responsáveis da marca. É então agendado o repasto, no qual poderão participar até um máximo de 15 comensais. O vencedor poderá ficar a conhecer os menus disponíveis e fazer a sua escolha, sendo que da «carta» do Chef Henrique Ferreira constam sempre serviços com entrada, prato principal, sobremesa e bebidas.
A efectivação do prémio está apenas sujeita a condições mínimas, do ponto de vista logístico, de forma a que o Chef possa trabalhar (fogão, forno, frigorífico e bancada) e uma sala onde seja possível acomodar, com o mínimo de conforto, todos os convidados.
Para a posteridade, o almoço ou jantar será fotografado para marcar presença nas redes sociais de Cabriz, assim como numa das mais conceituadas revistas da especialidade: a “Revista de Vinhos”!
O regulamento integral do concurso pode ser consultado em http://www.cabrizfazafesta.pt