Número total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

EMAF mostra pujança do setor industrial com um crescimento na ordem dos 35%

Grande feira da indústria nacional, que se realiza de 23 a 26 de novembro, reforça posição de liderança já com 412 empresas inscritas e todo o espaço de exposição da Exponor esgotado

A grande feira de vanguarda da indústria portuguesa, a EMAF - Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para a Indústria, tem 412 empresas inscritas para a sua 16ª edição.
É com fundadas expetativas que a organização da feira, liderada por António Proença, espera ter um dos melhores certames dos últimos anos, “face ao crescimento qualitativo e quantitativo das presenças já asseguradas”. O crescimento em relação à edição de 2014 (a feira é bienal) é na ordem dos 35% prevendo-se também um aumento significativo do número e qualidade dos visitantes, o que faz antever a realização de excelentes negócios para os expositores presentes. “O regresso de expositores que não participavam há vários anos e estreias de empresas em crescendo deixam-nos naturalmente otimistas”, acrescenta António Proença.
Nesta EMAF, que se realiza na Exponor, de 23 a 26 de novembro, os players da indústria portuguesa podem encontrar soluções e novidades que dão resposta às suas necessidades de modernização e ganhos de eficiência. É com um conhecimento profundo no mercado em que atuam que conseguem ultrapassar os desafios concorrenciais, melhorar as suas capacidades de produção, aperfeiçoar as técnicas, conhecer maquinaria e as soluções para o aumento da produtividade. “Esta é a grande montra da industrial nacional”, resume Proença, colocando uma tónica forte na internacionalização da feira “elevando-a a um patamar que lhe possa conferir o estatuto de uma das mais importantes da Península Ibérica e ao nível de muitas outras feiras deste segmento que se realizam um pouco por toda a Europa”.
Este é, aliás, um posicionamento que é também um fator de atração para as empresas portuguesas com uma vertente exportadora, que vêm na presença dos muitos expositores espanhóis e na visita de empresários oriundos de países como Espanha, França, Irlanda, Alemanha, Suíça, Itália, República Checa, Hungria, Turquia, Angola, África do Sul, Estados Unidos da América e Brasil uma porta de entrada para conquistar novos mercados.
Concurso de inovação e FIMAP
Uma vez mais, a EMAF realiza-se simultaneamente com a 19ª FIMAP – Feira Internacional de Máquinas, Acessórios e Serviços para a Indústria da Madeira, numa fórmula que os anos têm vindo a coroar de sucesso. A realização contígua destes dois eventos altamente especializados permite apresentar soluções para toda a cadeia de valor industrial.
Paralelamente à área expositiva onde as empresas terão patentes as suas novidades, o programa destas duas feiras integra ainda vários seminários técnicos e fóruns de debate e um dos pontos altos da EMAF/FIMAP, que vai já na VIII edição, o Concurso Inovação. Nesta iniciativa, promovida em parceria com a revista Robótica, pretende-se reforçar as componentes de I&D, premiando os projetos onde os aspetos de conceção, originalidade e operacionalidade estão mais presentes.
Destaque, também, para a realização de vários seminários técnicos e fóruns de debate, onde as «Jornadas de Manutenção Industrial» são um palco privilegiado para a divulgação e troca de conhecimentos entre profissionais da manutenção e académicos. «Evolução do Outsourcing», «Segurança em Manutenção», «Eficiência Energética» ou «Gestão de Ativos» são alguns dos outros temas em debate.
Em 2016 , Emaf e Fimap irão ocupar os 6 pavilhões e galerias da Exponr, numa área Bruta de 35.000 m2 e prevemos que irão passar cerca de 40.000 visitantes.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Helder Guimarães e equipa criativa portuguesa levam o “top” da magia a Nova Iorque

O mágico Helder Guimarães continua a dar cartas e a conquistar novos patamares de reconhecimento mundial, desta vez com o regresso a Nova Iorque para apresentar "Verso", com estreia marcada para o próximo dia 28, e levar a magia aos seus limites.

Celebrizado e profusamente premiado pela sua arte de prestidigitação com cartas, Helder Guimarães já se apresentara anteriormente na "cidade que nunca dorme" e esgotara bilheteiras com a performance "Nothing to Hide". Mas, com o espectáculo "Verso", é a primeira vez que um artista português faz um espectáculo como protagonista em Nova Iorque. É também a primeira vez que toda a equipa criativa é composta por portugueses, o que representa outro facto assinalável a juntar ao percurso profissional de Helder Guimarães.
O “Verso”, cuja estreia mundial aconteceu no Porto, cidade-natal do mágico radicado em Hollywood, vai ser apresentado no New World Stages, o célebre complexo nova-iorquino de artes performativas, localizado no coração de Manhattan e que recebe galas como as dos Tony Awards, Guinness World of Records e prémios Pulitzer, entre outras.
Intimista e enigmático, o espetáculo de magia com cartas “Verso” é também recheado de animação e sai do modelo tradicional das performances de magia, em virtude da postura que vem sendo imagem de marca de Helder Guimarães e também da criatividade da equipa que assegura a produção: Catarina Marques (direção artística), Rodrigo Santos (encenação), Pedro Vieira de Carvalho (desenho de luz) e Pedro Marques (banda sonora). Esta é também a mais impressionante aventura de Helder Guimarães rumo às fronteiras da magia, que desafia a assistência a duvidar dos seus próprios olhos e do que parece ser real.
Um jovem veterano
Tendo conquistado com 21 anos o prémio «Ascanio», o mais prestigiado galardão nesta área em Espanha - país que é considerado a maior potência a nível mundial na área da prestidigitação -, Helder Guimarães mudou-se para a Califórnia, há vários anos, e sagrou-se Campeão Mundial de Magia com Cartas, arrebatando também por duas vezes o título de Mágico de Salão do Ano, considerado o "Óscar" da magia e atribuído pela Academia de Artes Mágicas de Hollywood.
Os espectáculos que o prestidigitador português apresenta em vários continentes levaram já às suas plateias celebridades como Eva Mendes, Barbara Streisand, Steve Martin, Brooke Shields, Elizabeth Hurley, Woody Allen, Maria Sharapova e Aimée Mann, o que diz bem da qualidade de Helder Guimarães e do fascínio internacional pela sua arte. Também por isso, é frequentemente solicitado como consultor de magia para shows de televisão, como o “The Tonight Show”, e produções teatrais, como “Sonho de uma noite de Verão”, de Shakespeare, entre outros.
Com este regresso triunfal a Nova Iorque para apresentar o “Verso Show”, Helder Guimarães, que é ainda autor do livro “Reflections” (uma meditação com toque filosófico dirigida aos profissionais da prestidigitação), confirma o lugar de topo entre os cimeiros da magia com cartas no plano mundial.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

«Empack e Transport & Logistics» passa os 3700 profissionais e assegura mais de 55% das reservas para 2017

A "2ª Empack e Transport & Logistics", feira internacional de embalagem, armazenagem, manutenção, transporte e logística, que hoje terminou na Exponor, ultrapassou os 3700 profissionais da edição inaugural e tem já garantido novo crescimento para o próximo ano, desde logo com a reserva assegurada por cerca de 55% das empresas presentes.


O facto decorre de uma maior satisfação geral declarada pelas mais de 120 empresas participantes no evento promovido pela Easyfairs, apontando a diretora do evento, Marina Uceda, que "este sucesso já teve efeitos imediatos muito positivos também para nós, organização, pois respondemos às expectativas dos expositores e conseguimos aqui assegurar que mais de metade dos participantes confiassem novamente em nós e reservassem espaço para a edição do próximo ano". Exemplo disso é o testemunho de Paulo Lima, diretor-geral e fundador da FROMM Embalagem, que espelha a opinião generalizada dos expositores ao considerar a presença numa feira como esta "uma aposta positiva". Paulo Lima declara que "a afluência de profissionais de qualidade, que procuram novidades e soluções para as suas empresas, traz negócios!”.

Em face destas reações, Marina Uceda conclui que foi “o agrado manifestado pelas empresas quanto ao nosso modelo inovador de feiras que as levou, já hoje, a garantirem o interesse em aumentar a área expositiva individual para 2017, o que denota as mais-valias reais de estarem presentes na 'Empack e Transport & Logistics' do Porto".
A feira, que cresceu 20% em expositores e 40% em área expositiva face ao ano passado, apostou nesta segunda edição em afirmar a sua posição de líder ibérica nos setores representados, reunindo soluções para toda a cadeia de valor. Além disso, disponibilizou às empresas uma ocasião única no ano para apresentarem as suas novidades, fazerem demonstrações, avançarem com novos negócios e parcerias e aprofundarem o networking, já que estavam presentes profissionais de diversos países, nomeadamente Portugal, Espanha, França e Alemanha.

O crescimento da ‘Empack e Transport & Logistics’ vem, assim, “reforçar  o nosso empenho em mostrar às empresas portuguesas o caminho do futuro, abrindo-lhes as portas das tendências e novidades, e ajudando-as a antecipar as necessidades do mercado para vencerem e alcançarem com sucesso esse futuro”, conclui a diretora da feira.
Nesse sentido, o evento teve associado um vasto programa de conferências e seminários, a decorrerem em duas salas ao longo dos dois dias, pelo que foi também uma oportunidade para debater com 40 especialistas internacionais questões objetivas relacionadas com a atividade diária destas empresas, num claro contributo para melhorar a sua competitividade e eficiência.

Os temas focados giraram em torno da logística, dos transportes e da embalagem, e o último dia teve como principal centro de atenções o “Fórum e-logistics”, uma das novidades dete ano. Aí, responsáveis da CTT, Chronopost, SIBS, EasyPay, MasterCard, Redunicre, Continente Online e Healthy Road apontaram as implicações das mudanças digitais sobre o comércio de retalho, a distribuição e os operadores de logística, entre outros aspetos potenciados pelo comércio eletrónico.
Durante a feira, destacaram-se também, pelo interesse suscitado, o painel ICIL sobre “Big Data na Logística” (que debateu os problemas do tratamento e análise de enormes quantidades de informação), o “Forúm Transporte”, “Os desafios da distribuição capilar”, os sistemas de segurança e gestão de frotas, as supply chains, a importância da embalagem no valor-acrescentado de qualquer produto, a sua eficiência e o seu poder (casos em que a Sumol+Compal, a Sogrape e a Lactogal apresentaram os seus casos de suucesso), bem como a contrafação de medicamentos e as soluções de embalagens específicas para o e-commerce.

O pavilhão da «2ª Empack e Transport & Logistics» teve ainda um espaço de demonstrações maior do que no ano passado, em virtude do crescimento também do número de empresas interessadas em apresentar o que de melhor e mais avançado se faz em termos de produtos, equipamentos e serviços. Assim, foram apresentados empilhadores, airbags para manuseamento de carga, paletizadoras, barreiras de segurança para armazéns, contentores, estantes e outros equipamentos inovadores, tecnologias, matérias-primas, produtos e serviços potenciadores de negócio. Foram também os casos, entre muitos, de novos materiais para conservação de alimentos, sistemas de transporte de grandes cargas e um novo software para monitorizar a qualidade de produção, atraindo grande atenção dos profissionais durante várias horas.

III edição dos IPA Awards
A Easyfairs aproveitou, entretanto, a realização da ‘Empack e Transport & Logistics’ para incentivar as empresas portuguesas a participarem na 3ª edição dos IPA Awards - Inspirational Packaging Awards. Trata-se de uma competição de nível internacional que visa distinguir as melhores soluções de packaging e PLV (Publicidade no Local de Venda) concretizadas nos anos de 2015 e 2016. Na edição do ano passado, os IPA Awards premiaram a empresa portuguesa Estúdio Gráfico 21 pela realização de uma caixa comemorativa do seu 21º aniversário, sendo os vencedores da nova edição anunciados em cerimónia a realizar durante o salão Packaging Innovations Madrid, a 24 de novembro próximo.

Com prazo de inscrição até 30 de outubro, os IPA Awards são patrocinados pela Derprosa, empresa de referência a nível mundial no fabrico de filme biorientado de polipropileno (BOPP), e contemplam 8 categorias (mais pormenores em www.ipaawards.com ).

«Empack e Transport & Logistics» passa os 3700 profissionais e assegura mais de 55% das reservas para 2017

A "2ª Empack e Transport & Logistics", feira internacional de embalagem, armazenagem, manutenção, transporte e logística, que hoje terminou na Exponor, ultrapassou os 3700 profissionais da edição inaugural e tem já garantido novo crescimento para o próximo ano, desde logo com a reserva assegurada por cerca de 55% das empresas presentes.


O facto decorre de uma maior satisfação geral declarada pelas mais de 120 empresas participantes no evento promovido pela Easyfairs, apontando a diretora do evento, Marina Uceda, que "este sucesso já teve efeitos imediatos muito positivos também para nós, organização, pois respondemos às expectativas dos expositores e conseguimos aqui assegurar que mais de metade dos participantes confiassem novamente em nós e reservassem espaço para a edição do próximo ano".

Exemplo disso é o testemunho de Paulo Lima, diretor-geral e fundador da FROMM Embalagem, que espelha a opinião generalizada dos expositores ao considerar a presença numa feira como esta "uma aposta positiva". Paulo Lima declara que "a afluência de profissionais de qualidade, que procuram novidades e soluções para as suas empresas, traz negócios!”. Em face destas reações, Marina Uceda conclui que foi “o agrado manifestado pelas empresas quanto ao nosso modelo inovador de feiras que as levou, já hoje, a garantirem o interesse em aumentar a área expositiva individual para 2017, o que denota as mais-valias reais de estarem presentes na 'Empack e Transport & Logistics' do Porto".

A feira, que cresceu 20% em expositores e 40% em área expositiva face ao ano passado, apostou nesta segunda edição em afirmar a sua posição de líder ibérica nos setores representados, reunindo soluções para toda a cadeia de valor. Além disso, disponibilizou às empresas uma ocasião única no ano para apresentarem as suas novidades, fazerem demonstrações, avançarem com novos negócios e parcerias e aprofundarem o networking, já que estavam presentes profissionais de diversos países, nomeadamente Portugal, Espanha, França e Alemanha.

O crescimento da ‘Empack e Transport & Logistics’ vem, assim, “reforçar  o nosso empenho em mostrar às empresas portuguesas o caminho do futuro, abrindo-lhes as portas das tendências e novidades, e ajudando-as a antecipar as necessidades do mercado para vencerem e alcançarem com sucesso esse futuro”, conclui a diretora da feira.
Nesse sentido, o evento teve associado um vasto programa de conferências e seminários, a decorrerem em duas salas ao longo dos dois dias, pelo que foi também uma oportunidade para debater com 40 especialistas internacionais questões objetivas relacionadas com a atividade diária destas empresas, num claro contributo para melhorar a sua competitividade e eficiência.

Os temas focados giraram em torno da logística, dos transportes e da embalagem, e o último dia teve como principal centro de atenções o “Fórum e-logistics”, uma das novidades dete ano. Aí, responsáveis da CTT, Chronopost, SIBS, EasyPay, MasterCard, Redunicre, Continente Online e Healthy Road apontaram as implicações das mudanças digitais sobre o comércio de retalho, a distribuição e os operadores de logística, entre outros aspetos potenciados pelo comércio eletrónico.

Durante a feira, destacaram-se também, pelo interesse suscitado, o painel ICIL sobre “Big Data na Logística” (que debateu os problemas do tratamento e análise de enormes quantidades de informação), o “Forúm Transporte”, “Os desafios da distribuição capilar”, os sistemas de segurança e gestão de frotas, as supply chains, a importância da embalagem no valor-acrescentado de qualquer produto, a sua eficiência e o seu poder (casos em que a Sumol+Compal, a Sogrape e a Lactogal apresentaram os seus casos de suucesso), bem como a contrafação de medicamentos e as soluções de embalagens específicas para o e-commerce.

O pavilhão da «2ª Empack e Transport & Logistics» teve ainda um espaço de demonstrações maior do que no ano passado, em virtude do crescimento também do número de empresas interessadas em apresentar o que de melhor e mais avançado se faz em termos de produtos, equipamentos e serviços. Assim, foram apresentados empilhadores, airbags para manuseamento de carga, paletizadoras, barreiras de segurança para armazéns, contentores, estantes e outros equipamentos inovadores, tecnologias, matérias-primas, produtos e serviços potenciadores de negócio. Foram também os casos, entre muitos, de novos materiais para conservação de alimentos, sistemas de transporte de grandes cargas e um novo software para monitorizar a qualidade de produção, atraindo grande atenção dos profissionais durante várias horas.

III edição dos IPA Awards
A Easyfairs aproveitou, entretanto, a realização da ‘Empack e Transport & Logistics’ para incentivar as empresas portuguesas a participarem na 3ª edição dos IPA Awards - Inspirational Packaging Awards.
Trata-se de uma competição de nível internacional que visa distinguir as melhores soluções de packaging e PLV (Publicidade no Local de Venda) concretizadas nos anos de 2015 e 2016. Na edição do ano passado, os IPA Awards premiaram a empresa portuguesa Estúdio Gráfico 21 pela realização de uma caixa comemorativa do seu 21º aniversário, sendo os vencedores da nova edição anunciados em cerimónia a realizar durante o salão Packaging Innovations Madrid, a 24 de novembro próximo.

Com prazo de inscrição até 30 de outubro, os IPA Awards são patrocinados pela Derprosa, empresa de referência a nível mundial no fabrico de filme biorientado de polipropileno (BOPP), e contemplam 8 categorias (mais pormenores em www.ipaawards.com ).

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Portojóia mostra vitalidade do setor da ourivesaria e cria projeto diferenciador em Lisboa

A Portojóia – Ourivesaria, Joalharia e Relojoaria, feira líder de um setor de que gera, anualmente, cerca de dez mil milhões de euros em Portugal, regressa à Exponor, já na próxima semana, entre os dias 29 de setembro e 2 de outubro.


O certame abre portas com mais de 150 expositores, um aumento considerável que, segundo Amélia Monteiro, diretora do evento, "transmite a confiança das marcas na Portojóia, assim como o crescimento e a retoma económica que se começa a sentir neste setor".
Os melhores da ourivesaria e joalharia vão ser distinguidos
Este ano, a grande novidade vai para o Prémio Best of by Portojóia, uma espécie de globos de ouro, que pretende distinguir o melhor do setor da ourivesaria e joalharia. A concurso estarão sete categorias: «Designer Revelação», «Melhor Inovação, Técnica e Materiais», «Melhor Montra de Loja Física», «Melhor Loja Física», «Melhor Loja Online», «Melhor Stand» e «Melhor Montra de Stand». Os prémios serão entregues num jantar, marcado para dia 30 de setembro, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, dia em que a Portojóia recebe também a visita do secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira.
Em Lisboa vai nascer o «ICONIC Joalharia Moda e Lifestyle»
Com uma nova atitude perante o mercado, a Portojóia avança com mais uma novidade: o ICONIC Evento de Joalharia Moda e Lifestyle, que se realizará em Lisboa, no Convento do Beato, entre os dias 7 e 9 de abril. Este evento foi pensado não só para os profissionais, mas também para o público em geral, apresenta-se como um espaço de ligação entre este setor e todo o universo da moda. Para Amélia Monteiro, com a realização deste certame, a Exponor "procura ir ao encontro das necessidades e expetativas do consumidor final, cada vez mais curioso em conhecer as novidades do setor da ourivesaria e joalharia".
Espaço Trendspot dita tendências
É um dos destaques desta 27ª edição da Portojóia e apresenta-se como um espaço inovador que conta com a participação de cerca de 15 criadores, designers e empresas que vão, assim, antecipar as tendências para a próxima estação 2017/2018. Esta zona é repartida em quatro conceitos com peças que transmitem sensações únicas e diferentes. No «Concrete» poderá apreciar jóias com formas arquitetónicas e esculturais que contrastam com as peças de minimalistas do espaço «Fluid». No «Precious» será difícil não ficar inspirado com a abordagem vintage de jóias luxuosas e com elevado significado. O espaço «Raw» sugere uma forte ligação entre o Homem e a Natureza, com peças em materiais nobres e despretensiosos.
Feira com áreas segmentadas
Quanto à disposição dos expositores, à semelhança das edições anteriores, a feira está dividida em várias áreas diferentes das quais fazem parte a «Fashion & Decor», «Lifestyle», «Studio» e  «Essentials».
A formação continua a ser uma das apostas da Portojóia
A «Academia Portojóia» e o «Prémio Portojóia Design» são também alguns dos clássicos que vão continuar a fazer parte do programa desta edição que espera receber cerca de dez mil visitantes. No primeiro dia do certame, a AORP- Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal vai apresentar a nova campanha internacional de promoção da ourivesaria e joalharia portuguesa com a atriz Milla Jovovich, um projeto que se traduziu num investimento de 750 mil euros.

«Empack e Transport & Logistics» atrai 2000 profissionais num só dia

O número de visitantes registados só no primeiro dia já fez subir as expectativas da organização e dos participantes da “2ª Empack e Transport & Logistics”, que abriu as portas na Exponor, nesta quarta-feira, e recebeu 2000 profissionais.



“Bons contactos e expectativas de negócios” constituem o primeiro balanço de Samuel Silva, coordenador comercial Norte da Nacex, visivelmente satisfeito com a presença na feira. De igual modo, Salvador Prat, director comercial da Bizerba Iberia, revela que “este é o segundo ano em que estamos nesta feira e já fizemos reserva para o terceiro ano”, acrescentando que “aumentámos o número de leads em 15%”.

Para Marina Uceda, directora da maior feira ibérica de embalagem, armazenagem, manutenção, transporte e logística, “esta é prova de que a nossa fórmula inovadora resulta e agrada às empresas”. A responsável explica que a fórmula assenta num modelo menos usual de eventos profissionais e de negócios, que conjuga a zona de feira com uma área de showroom, onde decorrem ao longo destes dois dias inúmeras demonstrações de equipamentos e produtos, espaços de networking e duas salas onde se desenrolam conferências e seminários temáticos com especialistas de renome.

A feira conta entre os expositores empresas portuguesas, espanholas, alemãs e francesas, contabilizando mais 20% de expositores e um incremento da área expositiva na ordem dos 40% face ao ano passado. “Temos aqui soluções para toda a cadeia de valor das empresas”, aponta Marina Uceda, garantindo que “o êxito que se está a verificar confirma que a ‘Empack e Transport & Logistics’ veio para ficar”.

Os pontos centrais da segunda edição da feira, a decorrer nestas quarta e quinta-feira, têm sido as salas de conferências, onde diversos oradores tentam dar resposta às questões mais prementes em termos de logística, transportes e embalagem. Uma das mais concorridas no dia de abertura foi a que integrou o painel ICIL-Big Data na Logística, que contou com a presença de três oradores de renome: José Silva, sócio-fundador da Goal B2B, Pere Perez, responsável da Transtic, e Martijn Wiecherink, country manager da Slimstock Portugal.

O Big Data é um programa cada vez mais usado para um melhor tratamento de dados, nomeadamente aqueles que contêm uma grande quantidade de informação não compilada e que necessitam de uma análise mais abrangente. “É uma ferramenta essencial para conhecer todas as necessidades de fornecimento”, classificou Wiecherink, acrescentando que “assim é possível inventariar todos os custos, adaptá-los e tornar as empresas mais rentáveis”. José Silva também acha que “é um processo que encaixa bem com a logística, onde se cria um grande fluxo de mercadorias, grandes volumes de informação. sobre milhões de entregas, e esta informação fica toda registada”.
O “Forúm Transporte” e a análise dos problemas que envolvem a distribuição capilar foram outros temas sobejamente focados, a par das mais recentes inovações em tecnologia e materiais de embalagens.

Para o segundo e último dia da “Empack e Transport & Logistics” estão agendados temas como os sistemas de segurança e gestão de frotas, as supply chains e o Fórum e-logistics, uma das novidades deste ano, que envolve responsáveis da CTT, Chronopost, SIBS, EasyPay, MasterCard, Redunicre, Continente Online e Healthy Road. Haverá ainda ocasião de analisar a importância da embalagem no valor-acrescentado de qualquer produto, a sua eficiência e o seu poder, bem como a contrafação de medicamentos e as soluções de embalagens específicas para o e-commerce.


Paralelamente, decorrem mais demonstrações de novidades no mercado, como novos materiais para conservação de alimentos, inovadores sistemas de transporte de grandes cargas ou um novo software para monitorizar a qualidade de produção, entre muitas mais que fazem da «Empack e Transport & Logistics» o palco ideal para as empresas mostrarem ao mercado as suas novas soluções e criações de valor.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Feiras da Exponor disponíveis em aplicações móveis

                       Resultado de uma parceria entre a Exponor e a Asserbiz



As feiras e eventos apresentam-se como um espaço de negócios físico, mas também, e cada vez mais, digital. Acompanhando as últimas tendências tecnológicas, a Exponor e a Asserbiz celebraram uma parceria para a criação de aplicações móveis por feira a iniciar já nas próximas semanas. Uma ferramenta que permitirá uma viagem muito mais funcional por todas as feiras, à distância de um touch.

A primeira aplicação resultante desta parceria será a da feira Homeing, a segunda mostra de decoração de interiores organizada pela Exponor e que decorrerá de 29 de Setembro a 1 de outubro, no Convento do Beato, em Lisboa.

Os visitantes passam a ter informação atualizada, notificações, contactos úteis, para que a sua presença seja aproveitada ao máximo. Os expositores poderão também ter espaços nas aplicações móveis, criando um novo canal de comunicação e de negócios. 

Para Trigo Reto, diretor-geral da Exponor, este é um serviço que vai beneficiar todos os agentes que lidam de perto com as feiras que a Exponor realiza, desde os expositores, aos visitantes e aos profissionais que trabalham na organização dos certames da Exponor.

Para Nuno Seleiro, da Asserbiz, é uma oportunidade do mercado conhecer o potencial das aplicações móveis para eventos, uma área onde o envolvimento e a satisfação é cada vez mais um desafio para organizadores. 

A Exponor e Asserbiz estreitam uma parceria que se iniciou desde 2013, com inquéritos com iPads, tendo sido introduzido no ano passado o HappyOrNot, que obteve mais de 15.000 cliques só em 2016. 

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

'Portal Rosé 2015’ entre os vinhos do mundo com melhor relação qualidade/preço

É mais uma distinção que dá força à qualidade dos vinhos rosé produzidos na Quinta do Portal. Robert Parker, considerado um dos mais prestigiados críticos enófilos do mundo, colocou o ‘Portal Rosé 2015’ entre a restrita lista dos vinhos com melhor qualidade/preço do mundo, publicada na revista, barómetro do sector, Wine Advocate.


A selecção é feita usando como critério preços de venda ao público inferiores a 25 dólares e as notas de prova, que têm de ultrapassar a mítica barreira dos 90 pontos, acima da qual os vinhos podem ser considerados de excelente qualidade. Itens que o ‘Portal Rosé 2015’ cumpriu na totalidade. Já em outros fóruns importantes da especialidade, os rosés da Quinta do Portal tinham tido um excelente comportamento, designadamente no «International Wine Challenge», no «Decantar Awards» ou ainda no «Concurso Mundial de Bruxelas».
Este resultado obtido pela Quinta do Portal junto de Parker e da Wine Advocate soma-se a outras tantas pontuações e distinções de relevo na imprensa especializada dos EUA. Um mercado onde a empresa vinícola duriense, sediada em Sabrosa, tem vindo a ganhar quotas muito significativas. Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Barroca é a combinação de castas deste Portal Rosé que se apresenta com uma cor rosada bastante atractiva. No nariz revela-se com aromas frescos, jovens e florais, com um final firme e fresco.
Este produto específico é uma aposta da equipa de enologia de Paulo Coutinho, tendo liderado as vendas nacionais na área dos rosés DOC Douro e validando uma orientação recente da empresa. Durante anos, erradamente, o vinho rosé foi visto como um produto menor, mas os novos consumidores e as faixas etárias mais jovens têm vindo a alterar este comportamento, sendo que hoje em dia os vinhos mais alegres, frescos e joviais estão cada vez mais presentes em momentos de celebração, assim como para acompanhar à refeição.
Sediada em Celeirós do Douro, Sabrosa, a Quinta do Portal dedica-se ao conceito boutique winery, e, até há pouco tempo, especialmente à produção de vinhos DOC Douro, vinhos do Porto de categorias especiais e moscatéis. Na porta de entrada do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial da Humanidade da Unesco, conta ainda com uma vertente enoturística assente em duas unidades de turismo rural, num armazém de envelhecimento de vinhos desenhado pelo arquitecto Siza Vieira e um distinto restaurante que têm merecido vários prémios. Os galardões conquistados nacional e internacionalmente pelos seus vinhos têm conferido à Quinta do Portal uma marca de qualidade e distinção. 


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Veni, vidi, vici…Selecção Portuguesa de Pizzaiollos campeã do mundo em ano de estreia

Campeões foi uma palavra que andou na boca dos portugueses durante este Verão. Também no mundo da pizza ela pode ser repetida, com a Selecção Nacional de Pizzaiolos a vencer o «Troféu das Nações» logo no ano de estreia em participações no campeonato do mundo.


A selecção reuniu-se na pizzeria Pulcinella para mostrar as suas criações gastronómicas, que arrebataram o palato do júri do campeonato. Pizzas confeccionadas com produtos típicos da nossa gastronomia, com qualidade de excelência e técnica apurada, que podem legitimamente ser consideradas hoje como “as melhores do mundo”.

António Mezzero, da pizzeria Pulcinella e presidente da selecção, foi a concurso com uma pizza com o sugestivo nome de «Amália». Bacalhau é o ingrediente-surpresa desta pizza, acompanhado de tomate, queijo e azeitonas do Douro. Foi uma das pizzas a concurso mais apreciadas, tendo merecido a Mezzero o título de vice-campeão do mundo na categoria de «Pizza Clássica». João Almeida, do Grupo de Pizzerias S. Martinho, inspirou-se no S. João para criar a «Ao Porto». S. João rima com sardinhas, broa e pimentos e João Almeida replicou esses ingredientes numa pizza. Combinação surpreendente, mas que deixou o júri com água na boca, enaltecendo a qualidade dos sabores portugueses.

Casimiro Santos criou a pizza «Serrana». Este pizzaiolo de Oliveira do Hospital, da Pizzeria L’Artista, foi buscar o produto gastronómico mais conhecida da região serrana, o queijo, para o combinar com o presunto local e rúcula biológica, idealizando uma pizza de sonho. A «Lusitana» tem a assinatura de Flávio Ribeiro, da Pizzeria Al Forno de Penafiel. Queijo amanteigado, rúcula selvagem, presunto de Chaves e tomate-cereja numa harmonia perfeita. Mais a sul, do Algarve surgiu uma das pizzas que mais chamou a atenção dos jurados, com Daniel Baptista, da Pizzeria MouraPão, de Vilamoura, a usar produtos locais, com destaque para a salicórnia. Juntou-lhe mexilhão, camarão da costa e choquinhos, num casamento original e arrebatador. Do Alentejo chega-nos a pizza homónima, criada por Fábio Silva, da Pizzeria Gastrófilo, de Tondela, com queijo de ovelha e de cabra, paio de porco preto e tomate.

António Mezzero, que nasceu em Itália, mas já adquiriu nacionalidade portuguesa está naturalmente muito satisfeito com o resultado alcançado, mas acha que ainda é possível melhorar. “Há questões técnicas que podem ser aperfeiçoadas, mas quem tem a paixão pela pizza que estes profissionais têm, de certeza que nos vamos já apresentar muito bem no próximo campeonato da europa”. A prova decorre já em Novembro, em Parma.

No Campeonato Mundial de Nápoles estiveram centenas de pizzaiolos de todo o mundo. No que respeita ao Troféu das Nações, Portugal disputou a grande final com outras quinze selecções: Itália, México, Japão, Tailândia, Brasil, Espanha, Alemanha, República Checa, Dinamarca, França, Grécia, Argentina, EUA, China e Bélgica.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

130 expositores celebram a excelência das artes decorativas durante a Ceranor

O grande evento dedicado à casa, decoração & brinde volta a ocupar parte da Exponor entre os dias 15 e 18 de setembro. A 26ª edição da Ceranor vai ter mais expositores, num total de 130, e um ‘lifting’ no layout da feira, que a tornará mais aprazível de visitar e, espera-se, mais inspiradora para a celebração de negócios.

Os expositores e visitantes da Ceranor vêem nesta feira a grande vitrina e alavanca promocional dos seus produtos e empresas. Com 130 expositores registados, este ano é expectável que sejam ultrapassados os 11 mil visitantes do ano passado, estando a direcção da feira bastante otimista quanto aos resultados do certame. “Tendo em consideração o número e a qualidade dos expositores que estarão presentes, há razões para acreditar que teremos uma grande Ceranor”, sublinha o diretor Fernando Diogo, acrescentando que “o aumento qualitativo dos expositores e o forte investimento em promoção, sobretudo nas regiões do Norte do País vizinho, trouxe bons resultados”. É perante esta realidade que, por exemplo, contamos na edição passada com a presença de visitantes compradores de países como Alemanha, Angola, Brasil, Cabo Verde, Colômbia, Escócia, Espanha, França, Holanda e Moçambique, com manifesto interesse na qualidade e inovação daquilo que é produzido em Portugal nestas áreas.
Novos espaços. São três os novos espaços que marcam esta Ceranor e tornarão a feira ainda mais atrativa. Concebidos pela arquiteta Ana Lobo, os novos cenários visam "criar ambientes que despertem a curiosidade", sendo que "cada espaço tem o seu ADN". A arquiteta revela que o primeiro - o ‘Welcome Point’ - "recebe os visitantes num cenário confortável e diferenciado, onde uma enorme cortina de franja curva parece querer 'abraçar' quem chega". Segue-se o Start Trends Here, onde se "procura promover e combinar artigos numa espécie de 'Montra de tendências', que pretendem ser fonte de inspiração para os seguidores do Design e da Decoração", desvenda também a criadora.
Ana Lobo concebeu ainda o Natural & Chic Lounge, que "surge como um espaço de pausa, onde o contraste de materiais, a reinvenção de objetos e as suas combinações improváveis procuram surpreender". A surpresa é, mesmo, a palavra-chave desta nova Ceranor, onde "a escolha das cores recai sobre os tons Terra, que se enquadram numa atmosfera Natural. A mistura de materiais naturais e depurados com materiais opostos e sofisticados (como o veludo) idealiza e provoca, desta forma, uma composição 'inesperada' onde o Natural se cruza com o Chic...", aponta ainda a responsável por estes inovadores espaços.

A feira estará aberta todos os dias, entre as 10h00 e as 19h00. 

«Empack e Transport & Logistics» mostra na Exponor o que de melhor e mais inovador se faz nestes sectores

As empresas dos sectores dos transportes, embalagem e logística vão ter na «Empack e Transport & Logistics» o palco ideal para mostrar ao mercado os seus novos materiais e criações de valor.

Dias 21 e 22 de Setembro, na Exponor, em Matosinhos, novos softwares de logística ou airbags para transporte de paletas em segurança estão entre as novidades que os expositores irão apresentar no recinto da feira, com demonstrações ao vivo, facilitando a visualização da mais-valia do produto.
A feira, uma organização da multinacional Easyfairs, é o exemplo acabado de um modelo facilitador de negócios, com soluções para toda a cadeia de valor das empresas, apostando numa vertente interactiva e de networking inspiradora à celebração de novas parcerias económicas. É nessa perspectiva que existirá um espaço de showroom, onde as marcas farão demonstrações in loco, a cargo de pessoal especializado, findas as quais se abre um período de perguntas pelos potenciais interessados, para esclarecimento cabal das potencialidades evidenciadas pelas demonstrações. Qualquer visitante pode assistir a estas apresentações de empilhadoras, airbags de movimentação de carga, paletas, barreiras de segurança, material de armazenamento, contentores ou soluções de software, que tem organização da «Global Lean» e patrocínio da «Clark». Por dia, existirão quatro demonstrações.
E-commerce
Um fórum especializado em logística para o e-commerce, organizado em colaboração com a ACEPI - Associação da Economia Digital, e uma nova rota de e-commerce são outras das atracções deste ano. Aqui, os visitantes podem conhecer soluções especializadas para lojas on-line, com exemplos como «NACEX», «ITENE», José Neves, Generix, Toyota ou Packwork e ainda assistir a apresentações de empresas que são casos de sucesso.
Pedro Pinto, director do «Continente» on-line, Norberto Bessa, director de logística da «Tiffosi», Alberto Pimenta, director de e-commerce dos «CTT», Carla Pereira, directora de marketing e comunicação da «Chronopost», ou Teresa Mesquita, directora do Departamento de Gestão de Produto da «SIBS», são alguns dos intervenientes neste fórum especializado.A feira terá este ano espaços segmentados para debate, com conferências e palestras proferidas por profissionais de renome. Na «Sala Empack» estará presente um painel de convidados que abordará um tema com uma importância crescente para as empresas. A qualidade da embalagem e dos materiais utilizados, a legislação vigente, a inovação na reutilização de materiais e os comportamentos ecológicos responsáveis são temas a abordar. Na «Sala Transport & Logistics», o painel de conferencistas será também de luxo, e focará temas como o aumento da eficiência nas empresas pelo melhoramento da qualidade da logística, soluções imediatas para a entrega de paletas de grandes dimensões ou apresentação de inovações que diminuem custos, como estantes dinâmicas, são só alguns dos itens em cima da mesa.
Esta é a segunda edição da «Empack e Transport & Logistics», que no ano de estreia ‘assegurou’ logo a presença da maioria dos expositores para 2016. O certame pretende afirmar-se, de acordo com Marina Uceda, diretora da «Empack e Transport & Logistics», como “a feira de referência do sector, apresentando soluções integradas que vão ao encontro das necessidades das empresas”.
Este ano estão entre os expositores empresas portuguesas, espanholas, alemãs e francesas, contabilizando o evento mais 20 por cento de expositores e um incremento da área expositiva na ordem dos 40 por cento.

Os profissionais que queiram visitar a feira poderão fazer, desde já, a sua inscrição gratuita no site (www.easyfairs.com/empackporto). O registo termina no dia anterior ao começo da feira. Findo esse período, quem não tiver realizado o registo e queira visitar a feira terá de pagar dez euros pelo ingresso.